fbpx

Filho de 16 anos da cantora de forró Walkyria Santos é encontrado morto

Filho de 16 anos da cantora Walkyria Santos é encontrado morto

Lucas Santos, filho da cantora de forró Walkyria Santos, morreu hoje aos 16 anos. Em contato com o UOL, o empresário e sócio da cantora, Alexandre César, disse que o garoto foi encontrado morto no condomínio onde morava com a mãe, em Natal, capital do Rio Grande do Norte.

“O Lucas era um menino muito sabido. [A morte] Pegou todo mundo de surpresa. [Lucas foi encontrado] no quarto dele, ele estava sozinho”, disse o empresário.

A conta oficial da artista anunciou a morte do adolescente e disse que a família está “em pedaços”.

“Infelizmente, hoje o mundo da família Santos está cinza. Lucas, filho da Walkyria, já não se encontra entre nós. O coração da Walkyria e toda sua família está em pedaços. Essa é uma dor que nenhuma mãe quer passar”, diz o comunicado.

“Neste momento, pedimos que respeitem o luto e que orem e mandem boas energias para Walkyria e toda sua família. Agradecemos a todos os fãs e amigos pelas mensagens positivas. O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido. Salmos 34:18 Lucas agora está ao lado de Deus”, acrescenta a nota.

O velório será no Centro de Velório São José, em Natal, às 19h. O sepultamento acontece no Cemitério Vila Flor, em Macaína, às 10h de amanhã.

Mãe chora e critica haters

A cantora postou um vídeo no final da tarde de hoje falando que o garoto tirou a própria vida após receber comentários de ódio na rede social TikTok.

“Hoje eu perdi o meu filho, uma dor que só quem sente vai entender. Tem alguns vídeos dele, ele postou um vídeo no TikTok, uma brincadeira de adolescente. E achou que as pessoas iam achar engraçado, mas não acharam e destilaram ódio” começou a explicar Walkyria.

“As pessoas deixaram comentários maldosos. Meu filho acabou tirando a vida, estou desolada e acabada. Estou sem chão. Estou aqui como uma mãe. Ele já tinha mostrado sinais, já tinha levado em psicológico. Mas foram os comentários nesse TikTok nojento que fez com que ele chegasse a esse ponto.”

Walkyria é natural de Monteiro, no estado da Paraíba, e ficou conhecida por sua trajetória na Banda Magníficos. Ela atualmente segue em carreira solo. Entre os maiores sucessos da cantora estão “Você Nunca Me Amou”, com Márcia Fellipe, e “Perfil Falso”.

Diversos companheiros de música lamentaram a perda da cantora. “Só Deus pra te dar força, Wal”, escreveu Xand Avião. “Forças! A dor é grande, mas saiba que Deus está contigo o tempo todo! Estamos juntas, em oração”, disse a dupla Simone & Simaria.

Centro de Valorização da Vida

Caso você esteja pensando em cometer suicídio, procure ajuda no CVV e os CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade.

O CVV (https://www.cvv.org.br/) funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil.

UOL

Diária operacional, Agosto Lilás e pleitos dos parlamentares marcam horário dos deputados

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) foi o primeiro a falar no horário destinado aos deputados na sessão ordinária desta terça-feira (3). O “Papa do Seridó” solicitou ao Governo do Estado uma solução urgente para os moradores da comunidade de Lajinha, município de Caicó, que vem passando por dificuldades com o abastecimento d´água. “Precisa urgentemente que a governadora cobre de seus auxiliares uma solução para aquela população que está passando por momentos difíceis. Sede não espera e a população daquela comunidade está com muita sede”, clamou.

Vivaldo lembrou que no dia 11, o ex-governador Aluízio Alves celebraria 100 anos de vida. “Uma homenagem póstuma a esse homem que tanto lutou por grandes obras que colocaram o nosso Estado em destaque. Ele e Dinarte Mariz foram os maiores políticos desse Rio Grande”, relembrou.

Por fim, Vivaldo Costa comentou a Festa de Sant´Ana de Caicó que mesmo diante de tantas dificuldades aconteceu dentro do esperado. “Mais uma vez, mesmo na pandemia, a festa aconteceu e os caicoenses deram uma linda demonstração de fé e religiosidade”, resumiu.

Já o deputado Sousa (PSB) falou sobre uma audiência pública que acontecerá no próximo dia 5, na Câmara Municipal de Mossoró, para discutir a importância do Hospital da Mulher e como se dará a contratação de pessoal para trabalhar nessa unidade hospitalar. “Nós esperamos, nessa audiência pública, discutir os principais pontos que dizem respeito a esse tema e as necessidades da população de Mossoró e da região”.

Souza explicou que já visitou o hospital e se mostrou preocupado como se dará a gestão. “Uma das sugestões é que o hospital funcione como hospital/escola. Vimos que a estrutura é adequada e que só falta definir a forma como se dará a gestão”.

Outro assunto apresentado por Sousa foi um projeto de lei, de sua autoria, que equipara o prazo das licenças prévias, que hoje têm validade de dois anos, e que passem ter a mesma vigência federal. “Nós entendemos que a extensão desse prazo, para cinco anos, vai beneficiar os empreendedores do nosso Estado”, finalizou.

O deputado Nelter Queiroz (MDB) usou a palavra para demonstrar preocupação por identificar problemas na saúde, na educação e na segurança do Estado.

O atraso no pagamento das diárias operacionais da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, foi o tema do pronunciamento do deputado Subtenente Eliabe (SDD). De acordo com o parlamentar, o não pagamento em dia, por parte do Governo do Estado, fragiliza o mecanismo. “É preciso entender que esses policiais estão deixando suas famílias em casa para estarem nas ruas e essas diárias estão atrasadas há mais de 60 dias”, reclamou.
O deputado cobrou a regularização urgente do pagamento. “Esperar que o governo se conscientize e coloque o pagamento em dia o mais breve possível”, disse.

Leia maisDiária operacional, Agosto Lilás e pleitos dos parlamentares marcam horário dos deputados

Líderes repercutem medidas do governo estadual para Educação e Agricultura

Na Sessão Plenária desta terça-feira (3), durante o horário destinados às lideranças partidárias, os deputados discursaram a respeito de algumas ações do governo estadual em setores da sociedade potiguar, como Educação, Agricultura e Assistência Social. Nelter Queiroz se pronunciou a respeito do anúncio do Governo do Estado em relação ao Programa Nova Escola Potiguar, que pretende construir 12 IERNs (Instituto do Estado do RN.

“Eu ouvi há pouco a fala do líder do governo, deputado Francisco, e quero tecer alguns comentários. Eu vi nas redes sociais, neste final de semana, o Governo do Estado lançando esse programa dos IERNs, através da Secretaria de Educação, mas quero lembrar que ele não é novidade no RN”, iniciou.

Segundo Nelter, existe um convênio de 2009, envolvendo 10 centros estaduais de educação profissional, e faltava apenas o Governo do RN fazer a parte dele. “No início de 2017 foram colocados em funcionamento 7 novos centros. Já no final de 2018, foram concluídos mais dois, que começaram a funcionar no início de 2019. E agora faltam dois, um em Assu e outro em Macaíba. Fora outros centros do ‘Brasil Profissionalizado’, que envolve 53 escolas de ensino médio adaptadas para ofertar cursos técnicos”, detalhou.

De acordo com o parlamentar, o que vai acontecer será somente a expansão de unidades com oferta de ensino técnico e mudança de nome para IERN. “Essa é a grande mudança da propaganda que o governo fez esse final de semana do lançamento dessas escolas através da Secretaria de Educação”, disse. O deputado relembrou ainda que os IFRNs também são um programa do Ministério da Educação. “Além disso, essas reformas de 60 escolas que o governo estadual prometeu também são fruto de recursos federais que estão chegando ao Estado”, explicou.

Leia maisLíderes repercutem medidas do governo estadual para Educação e Agricultura

Ezequiel solicita investimentos em infraestrutura, recursos hídricos e esportes para Boa Saúde

O deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, apresentou requerimentos solicitando investimentos nas áreas de infraestrutura, recursos hídricos e em praças esportivas do município de Boa Saúde, região Trairi potiguar.

O parlamentar encaminhou a governadora Fátima Bezerra (PT) e seus auxiliares documento onde solicita a construção de uma barragem submersa na cidade, como forma de “diminuir os efeitos da seca no RN”. Essas barragens, explica o presidente, têm tecnologia milenar aperfeiçoada pela Embrapa, que diminuem os impactos causados pela falta de chuva.

Na mesma área, Ezequiel reivindica a perfuração e instalação de poços tubulares nas comunidades de Riacho das Rosas, Ipueiras, Riacho dos Pinheiros, Murici, Limoeiro, Tamatá, Xique-Xique I, Lagoa da Horta, Córrego de São Mateus, Lagoa da Onça, Pimentas, Lagoa de Carajana e Lagoa das Flores, todas em Boa Saúde.

Ainda para o mesmo município, o deputado requer a realização de um estudo de viabilidade para a execução do saneamento básico e calçamento de ruas, além de sugerir que seja realizado um convênio entre a Prefeitura de Boa Saúde e o Governo do Estado voltado para a pavimentação e drenagem de ruas.

“São investimentos que precisam chegar ao interior do Estado, que irão contribuir para a valorização dos imóveis e para a integração da comunidade. A ação leva para o município infraestrutura necessária, principalmente para as comunidades mais carentes, melhorando a qualidade de vida da população”, disse Ezequiel.

Por fim, o deputado ainda apresentou requerimento com o objetivo de solicitar a recuperação da quadra poliesportiva José Bernardino da Silva, ainda em Boa Saúde. O local estaria sem condições satisfatórias para a prática de esportes, bem como demais atividades físicas da população do município.

Secretário adjunto da Prefeitura de Assú é condenado pela justiça federal a 1 ano de reclusão em regime aberto

O prefeito de Assú Gustavo Soares nomeou em 2020, o secretário adjunto GLEYDSON FIRMINO DA SILVA, que foi condenado junto com o ex-desembargador federal Francisco Barros Dias.

O secretário da prefeitura de Assú, Gleydson, foi um dos envolvidos na Operação Alcmeon do Ministério Público Federal, acusado por delitos de exploração de prestígio, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Gleydson foi condenado a 1 ano de reclusão, em regime aberto, e 10 dias-multa, no valor unitário de 1/8 do salário mínimo; a pena de reclusão foi substituída por prestação de serviços, durante 01 ano.

A Lei da ficha limpa deveria ser aplicada a todas as esferas da administração e parece que o prefeito Gustavo Soares e a vice Fabielle, não se importam nenhum pouco com isso.

Desembargador aposentado é condenado por esquema de negociação de sentenças judiciais no RN

A Justiça Federal condenou o desembargador aposentado Francisco Barros Dias e outras seis pessoas no processo que apurou um esquema de negociação de sentenças judiciais no RN. Outras duas pessoas foram absolvidas.

O desembargador aposentado foi condenado por exploração de prestígio, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e associação criminosa. A pena é de 38 anos, 7 meses e 2 dias de reclusão em regime fechado, além de 1.474 dias-multa, cada um no valor de meio salário mínimo.

A sentença é do juiz federal Francisco Eduardo Guimarães, titular da 14ª Vara Federal do Rio Grande do Norte. Cabe recurso.

O advogado André Augusto Castro, que integra defesa do desembargador, informou que respeita a decisão, mas vai recorrer.

De acordo com a Justiça Federal, a acusação recaia sobre um grupo criminoso que explorava a compra e venda de votos junto a uma turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Segundo a Polícia Federal, o grupo agiu, inclusive, em processos relacionados à Operação Lava Jato. Os crimes aconteceram entre os anos de 2015 e 2017.

Segundo a investigação, a organização teria atuado perante a Justiça em casos de operações policiais, apelações criminais, ações rescisórias e revisão criminal. Os principais clientes eram políticos, segundo a PF.

O esquema criminoso foi desvendado por meio de acordo de colaboração premiada em que um empresário relatou pelo menos duas situações em que teria obtido os benefícios do grupo depois de ter sua prisão decretada e seus bens apreendidos durante uma operação policial deflagrada no estado.

O grupo cobraria em média R$ 350 mil pelo serviço, sempre de forma antecipada. Em determinado momento, um dos advogados ligados à organização criminosa teria retido os documentos de veículos de um dos delatores como forma de garantir o pagamento futuro da propina.

Em agosto de 2017, foram cumpridos dois mandados de prisão contra o desembargador Francisco Barros Dias. Na época, a defesa emitiu nota “negando veementemente a participação do advogado Francisco Barros Dias em qualquer conduta desonrosa e ressalta ainda que confia na Justiça e na verdade dos fatos”.

Foram condenadas sete pessoas e absolvidas duas.

Os réus absolvidos foram Marcos Lacerda Almeida Filho e Anderson Gurgel Dantas.

As penas aplicadas foram as seguintes:

FRANCISCO BARROS DIAS: 38 anos,7 meses e 2 dias de reclusão, em regime fechado, e 1.474 dias-multa, cada um no valor de 1/2 do salário mínimo;

NOARA RENEA VIEIRA DE ALENCAR BARROS DIAS: 8 anos e 15 dias de reclusão, em regime fechado, e 215 dias-multa, cada um no valor de 1/4 do salário mínimo;

IVIS GIORGIO TAVARES BARROS DIAS: 2 anos e 9 meses de reclusão, em regime aberto, e 53 dias-multa, no valor unitário de 1/4 do salário mínimo; a pena de reclusão foi substituída por duas penas restritivas de direito, prestação de serviços e doação de cestas básicas;

JOSÉ LUIZ CARLOS DE LIMA: 4 anos e 3 meses de reclusão, em regime semiaberto, e 106 dias-multa, no valor unitário de 1/2 do salário mínimo;

JORGE LUIZ COSTA DE OLIVEIRA: 4 anos, 5 meses e 15 dias de reclusão, em regime semiaberto, e 112 dias-multa, no valor unitário de 1/4 do salário mínimo;

EDVALDO FAGUNDES DE ALBUQUERQUE: 4 anos, 5 meses e 15 dias de reclusão, em regime semiaberto, e 112 dias-multa, no valor unitário de 10 salários mínimos;

GLEYDSON FIRMINO DA SILVA: 1 ano de reclusão, em regime aberto, e 10 dias-multa, no valor unitário de 1/8 do salário mínimo; a pena de reclusão foi substituída por prestação de serviços, durante 01 ano.

Os condenados foram intimados da sentença, podendo apelar para o tribunal, no prazo de 5 dias.

Com informações do G1 e Grande Ponto

Fátima contratou empresas do Consórcio NE sem profissionais e atrasou abertura de leitos, diz Sinmed

O presidente do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed), Dr. Geraldo Ferreira, comentou sobre a abertura da CPI da Covid-19 na Assembleia Legislativa do RN, marcada para esta quarta-feira (04). Questionado sobre o que os parlamentares deveriam investigar, o médico citou uma linha de investigação: a tentativa do Governo do RN de trazer empresas de fora, principalmente da Bahia, para atuarem na saúde local. Segundo ele, o governo Fátima chegou a contratar empresas sem nenhum funcionário, o que retardou a abertura de diversos leitos.

Geraldo Ferreira relatou que em diversas visitas que fez ao Hospital João Machado presenciou dezenas de leitos prontos para serem abertos, mas o governo não conseguia abrir “porque a empresa que veio não tinha médicos”.

“Essas empresas de fora é um perigo. Apesar de a gente saber que licitação todos podem concorrer, mas a gente vê que sistematicamente essas empresas vinham desse núcleo aí do Consórcio Nordeste, ou da Bahia ou não sei de quem. Então não conseguiam abrir, houve um retardo na abertura desses leitos efetivamente e a culpa, se pode ser colocada alguma culpa, foi deste formato de contratação que privilegiou algumas empresas que sequer tinham médicos”, relatou Dr. Geraldo Ferreira em entrevista ao Hora Extra da Notícia, da 91.9 FM, nesta terça-feira (03).

Outro exemplo dado pelo presidente do sindicato acerca desse modelo de contratação é em relação ao contrato de ambulâncias para o SAMU. “Eu acho que tudo deve ser investigado. Não quero aqui partir do pressuposto de que houve irregularidades, mas vieram empresas que não tinham trabalhadores, por exemplo, para as ambulâncias, para o SAMU, veio uma empresa que não tinha um trabalhador”, revela.

Ele afirma mais adiante que o governo fez outra licitação e contratou uma empresa da Bahia para os serviços de anestesiologia, mas a empresa “não tinha um anestesiologista e chegou tentando cooptar os profissionais do mercado”.

“Então tudo isso eu acredito que mereça ser devidamente investigado com a maior isenção possível, sem falar na questão dos respiradores, que aí realmente eu acho que é um ponto meio escandaloso”, disse o presidente do Sinmed, afirmando que o governo não deveria ter antecipado os R$ 4,9 milhões repassados ao Consórcio Nordeste para a compra dos equipamentos que nunca chegaram aos hospitais do Rio Grande do Norte.

Assista à entrevista completa no vídeo abaixo:

Fonte: Portal Grande Ponto

Nova York vai exigir comprovante de vacinação para restaurantes e academias

A cidade de Nova York será primeira dos Estados Unidos a exigir que clientes e funcionários apresentem comprovante de vacinação em estabelecimentos, como restaurantes e academias. O anúncio foi feito pelo prefeito Bill de Blasio nesta terça-feira (3).

A regra vai começar a valer em setembro, quando as escolas devem reabrir e mais trabalhadores terão voltado à atividade.

França e a Itália adotaram medidas semelhantes na semana passada, diante do avanço da variante Delta e da resistência à imunização.

“As pressoas precisam entender que a vacinação é literalmente necessária para uma vida saudável. Nem todo mundo vai concordar, eu entendo. Mas, para muitas pessoas, vai ser um ato de salvamento”, disse de Blasio.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: