fbpx

Após tentativas para não comparecer, Wizard testemunha à CPI nesta quarta

O empresário é apontado como integrante do “gabinete paralelo” de aconselhamento ao presidente Jair Bolsonaro

Com o primeiro testemunho marcado para 17 de junho, quando não compareceu, o empresário Carlos Wizard Martins — apontado como integrante do “gabinete paralelo” de aconselhamento ao presidente Bolsonaro no enfrentamento à pandemia e já inserido na lista dos primeiros 14 investigados da CPI — deve finalmente ser ouvido pela CPI nesta quarta-feira (30), às 9h.

Ao saber que seria convocado pela comissão, o empresário tentou inicialmente ser ouvido por videoconferência, o que lhe foi negado. Apesar de ter obtido habeas corpus, concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso para não responder a perguntas que o incriminassem, o empresário, que estaria nos Estados Unidos desde 30 de março, não se apresentou ao colegiado, o que o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), definiu à época como um desrespeito “não com a CPI, mas com o STF”.

Após os integrantes da CPI decidirem que, além do pedido de condução coercitiva autorizado pelo STF, eles acionariam a Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) para localizar Wizard, advogados do empresário procuraram os senadores e informaram que o cliente se apresentaria em data e hora agendadas pela comissão.

O empresário retornou ao Brasil nesta segunda-feira (28). A Justiça Federal em Campinas (SP) autorizou a retenção de seu passaporte, o que foi feito assim que ele desembarcou no Aeroporto de Viracopos (SP).

A convocação de Wizard foi solicitada por meio de requerimento apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que julga ser essencial “esclarecer os detalhes de um ‘ministério paralelo da saúde’, responsável pelo aconselhamento extraoficial do governo federal com relação às medidas de enfrentamento da pandemia, incluindo a sugestão de utilização de medicamentos sem eficácia comprovada e o apoio a teorias como a da imunidade de rebanho”.

Já foram aprovados, inclusive, requerimentos para quebra de sigilo bancário, telefônico, telemático e fiscal de Wizard.

Aconselhamento

À CPI, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, também no rol dos investigados da comissão, afirmou que o empresário atuou informalmente como seu conselheiro por um mês. Wizard foi até indicado para uma secretaria do órgão, mas recusou o convite.

Leia maisApós tentativas para não comparecer, Wizard testemunha à CPI nesta quarta

Governo do RN nomeia 262 profissionais de saúde aprovados em concurso

Governo nomeia novos profissionais de saúde aprovados em concurso no RN — Foto: Sesap/Divulgação

O Governo do Rio Grande do Norte nomeou 262 candidatos aprovados em concurso público da saúde, nesta quarta-feira (30). Eles têm 30 dias para tomar posse dos cargos.

A lista com os nomes dos profissionais foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

Os servidores convocados nessa lista foram aprovados no último concurso da saúde, homologado em julho de 2018 (Edital nº 001/2018). Eles farão parte dos quadros da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Foram nomeados: 19 assistentes sociais; 52 enfermeiros; 10 farmacêuticos; 18 farmacêuticos bioquímicos; 5 fisioterapeutas; 1 fonoaudiólogo; 5 psicólogos; 12 nutricionistas; 20 administradores; 20 contadores; 1 engenheiro; 1 médio anestesiologista; 10 médicos cardiologistas; 1 médico cirurgião; 1 médico cirurgião pediátrico; 1 médico neurologista; 1 médico ortopedista; 2 médicos patologistas; 11 médicos ultrassonografistas; 1 técnico em biodiagnóstico e 69 assistentes técnicos administrativos em saúde, totalizando 262 profissionais de saúde.

Os novos servidores serão distribuídos em algumas unidades hospitalares do estado. Segundo o governo, o Hospital Maria Alice Fernandes será beneficiado com alguns dos novos servidores, que farão parte da estrutura dos novos leitos neonatal da unidade.

O Hospital João Machado também receberá parte desses profissionais. Além dessas unidades, o novo Laboratório de Anatomia Patológica do RN e o nível central da Sesap, em Natal, contarão com novos servidores.

A lista dos servidores, os documentos necessários e os passos para o cadastramento estão na publicação do Diário Oficial.

G1RN

ENROLAÇÃO: Prefeita de Carnaubais contrata empresa que fornece oxigênio com endereço não localizado

A prefeita de Carnaubais, Marineide Diniz, pode acabar de vez sua trajetória política se de fato forem confirmadas dúvidas que pairam sobre a legalidade e moralidade de alguns atos que ela autoriza, como o da empresa que vai fornecer oxigênio ao município.

Segundo as informações que foram retiradas do Blog Pendencias News, é que a empresa que foi contratada pela prefeitura de Macau para fornecer oxigênio, não foi localizada no referido prédio, o que se pressupõe que a empresa também não existe fisicamente, segundo o blog.

Por incrível que pareça, Marineide aderiu a mesma licitação, por um valor de quase 700 mil reais, com a empresa O M FELIX DE MEDEIROS.
Para quem não sabe, o vice-prefeito de Macau é casado com a filha de Marineide e Dinarte Diniz, que tem um cargo supostamente no gabinete do Deputado Souza, que foi alvo de uma operação do MP por suposto fraude no SUS.

O que o Blog do VT vem levantar que a história do endereço e mais as ligações suspeitas que envolvem essa empresa, não serviram de ressalva para a prefeita Marineide, que foi muito bem orientada a aderir a ata de Macau, sem atentar para a legalidade e moralidade do ato.

Dinarte Diniz que orienta as manobras da esposa, foi derrotado diversas vezes em Carnaubais, e pelo visto quer levar a esposa pra um precipicio, já que segundo o Blog de pendências, a empresa não ser localizada no endereço informado, cheira a armação.

Paraú pode ter prefeita afastada do cargo por causa de indícios de superfaturamento de seu marido

Segundo matéria veiculada no Assú Noticia, o processo 0800327572021820513 envolvendo o marido da prefeita de Paraú, Vicente Eufrásio, expõe provas obtidas na operação sujeito oculto, desencadeada pelo ministério público e polícia militar no dia 05 de Maio de 2021, onde realizou cumprimento de mandados de busca e apreensão e também de prisões contra duas pessoas, incluindo Vicente Eufrásio, preso em Natal, onde permanece até hoje.

Na denúncia oferecida pelo Ministério Público, foram encontradas diversas provas que podem resultar no afastamento da prefeita Maria Olimpia, já que foram encontrados elementos robustos que podem apontar indícios fortes de desvio de dinheiro.

Caso se concretize os fortes indícios que estão sendo investigados, a Prefeita Maria Olimpia deverá ser afastada do cargo, e até incluída na ação.

Para acessar a matéria completa veiculada pelo Assú Noticia, clique aqui.

Assú fica de fora da juventude do PSB do deputado Rafael Motta e dá lugar ao anonimato

Mesmo tendo sido um ferrenho aliado de última hora na chapa encabeçada pelo prefeito Gustavo e pela vice Fabielle, o deputado Rafael Motta pelo visto não conseguiu nomes de expressão em Assú para colocar na juventude do PSB no Rio Grande do Norte.

Antes, o partido em Assú tinha cara e movimentos sociais fortes encabeçados pelos antigos filiados, e hoje, se vê um partido morto e sem expressão, e ainda mais agora, que sequer conta com um assuense na diretoria.

Com esse anonimato do Deputado Rafael Motta e de seu partido na cidade, a votação dá sinais de que cairá muito comparado aos outros anos, além do que, o deputado George só tem fortalecido o seu partido, pois só quer obter votos para o federal João Maia, que é quem honra e arca com as nomeações dos parentes de George/Gustavo em Brasília, e para manter essa “boquinha”, tem que garantir pelo menos o segundo lugar no pódio dos mais votados em Assú, pois o líder no ranking da eleição passada foi o federal Benes Leocádio.

O presidente da juventude do PSB é o vereador de Mossoró Pablo Aires, A advogada Bianca Cardial passa a ocupar a vice-presidência do movimento; Ariany do Vale, de Mossoró, fica na secretaria geral; Mikael Lucas, da cidade de Extremoz, na secretaria estudantil; Pedro Henrique, de Natal, na comunicação; e Ekariny, também de Mossoró, como primeira secretaria; Isaac Avelino, da capital, na secretaria de Finanças e Planejamento.

Barco com 20 mortos é encontrado à deriva no Caribe

Pescadores encontraram um barco com 20 mortos a bordo à deriva na região do arquipélago das Ilhas Turcas e Caicos, no Caribe. Autoridades investigam o caso desde quinta-feira (24), informa a imprensa local e a mídia dos Estados Unidos.

A polícia não encontrou sinais de assassinatos, não divulgou a identidade tampouco a nacionalidade das vítimas.

Entre os mortos estariam duas crianças.

O barco foi avistado a 1,6 km do arquipélago, a sudeste de Mayaguana, nas Bahamas, que é destino procurado por refugiados haitianos que buscam entrar em outros países. A região também é rota do tráfico de drogas.

O porta-voz da polícia do arquipélago, Takara Bain, informou no domingo (27) que não há vestígios de “ato criminoso” e que autoridades investigavam “outras possibilidades”, sem dar detalhes.

Com informações do G1

“Você é acusado de receber R$ 500 mil de propina”, diz deputado para presidente da CPI da Covid; assista

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz, teve seus ’embólios’ de corrupção em seu estado exposto pelo deputado estadual Fausto Junior (MD-AM), durante sessão desta terça-feira (29).

Omar Aziz perguntou endereço do depoente. “Estou tentando entender o nexo causal disso”, disse Fausto. “Não é da sua conta o nexo. Eu lhe faço as perguntas e você me responde”, rebateu Omar. O presidente da CPI insistiu para que o deputado falasse sua residência anterior e depois ele mesmo citou o local, que Fausto negou.

“Vou provar na CPI, para acabar com a brincadeira de fazer de conta que faz uma CPI e não indicia o governador”, disse Omar Aziz. ‘Quem é você para falar de bom exemplo na Saúde. Vossa Excelência é acusado de receber R$ 500 mil de propina’, rebateu Fausto Júnior.

Fonte: Terra Brasil Notícias

Aneel reajusta bandeira vermelha em 52% e tarifa para cada 100 kWh será de R$ 9,49 em julho

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) reajustou, nesta terça-feira (29), a tarifa da bandeira vermelha nível 2, que passará de R$ 6,24 para R$ 9,49 por kWh (quilowatt-hora) entre julho e dezembro deste ano.

A decisão do colegiado contrariou a recomendação da área técnica, que indicou o valor de R$ 11,50 por kWh, única forma de garantir equilíbrio entre receitas e o custo de geração da energia, que explodiu devido ao acionamento das termétricas —muito mais caras.

Com a decisão, a diretoria da agência optou por parcelar o reajuste, repassando cerca de R$ 3 bilhões em reajuste para as tarifas no próximo ano.

O sistema de bandeiras reflete a situação do sistema elétrico ainda muito dependente das hidrelétricas, que hoje se ressentem da pior secados últimos 91 anos, segundo o diretor-geral da agência, André Pepitone.

Na bandeira verde não há adicional para cada quilowatt-hora consumido. Na amarela, esse extra era de R$ 1,34 por kWh (quilowatt-hora). Na bandeira vermelha, há dois patamares —antes definidos em R$ 4,16 (nível 1) e R$ 6,24 (nível 2).

Com o reajuste, essas tarifas sofreram correção de 52%.

Folha de S. Paulo
error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: