fbpx

Oposição pede que TCU investigue desvio de R$ 52 mi de campanha contra Covid

Bolsonaro fala em aumentar Bolsa Família em 'pelo menos 50%' - Jornal O  Globo

A oposição ao governo Jair Bolsonaro na Câmara vai apresentar requerimento ao Tribunal de Contas da União para pedir a investigação sobre o desvio de R$ 52 milhões reservados para campanhas de combate à Covid que foram usados para fazer propaganda de ações do Executivo.

De acordo com reportagem publicada pela Folha neste domingo, os recursos foram retirados da medida provisória que liberou créditos extraordinários no orçamento para o enfrentamento da pandemia.

deputado federal Elias Vaz, do PSB de Goiás, disse que o pedido vai ser protocolado nesta segunda-feira.

É vergonhoso! O Executivo usou dinheiro público de forma irregular para promover o governo em vez de aplicar no combate à pandemia. Esse dinheiro tinha destino já definido, não poderia ser alterado”, afirmou.

O antagonista

Dorielson é mais uma vitima de COVID depois de denunciar descaso da Prefeitura do Assú

O assuense Dorielson, que foi candidato a vereador, e que tem uma voz dentro das comunidades, cobrando e principalmente, denunciando o descaso da Prefeitura do Assú e nas ações de combate e enfrentamento a COVID na cidade, morreu nesse fim de semana.

Dorielson é mais uma vitíma da negligência, omissão e descaso da Prefeitura do Assú, sob o comando de Gustavo Soares e Fabielle Bezerra, que nada fazem de efetivo para diminuir a taxa de transmissão de COVID e que está de forma descontrolada no municipio, com uma média de 54 pessoas infectadas por dia e sob uma suspeita de que esses números são bem maiores, já que se comenta que os números reais estão sendo engavetados.

Uma das coisas que mais Dorielson cobrava, era a transparência para os recursos da Covid, onde realmente estavam sendo aplicados. E infelizmente morreu, sem obter a resposta, e com uma única certeza, de que Gustavo e Fabielle continuam enganando o povo, pois prometeram comprar vacinas com os recursos do São João e Carnaval, e elas nunca chegaram até hoje.

É difícil mensurar a dor da família, o sentimento de impotência diante de um problema de saúde fruto da infecção pela Covid, e que deveria receber da Prefeitura do Assù, a vacina, e os cuidados antes e durante o estágio em que ele estava contaminado.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: