fbpx

Bolsonaro, sobre pandemia: “Criaram um terror na cabeça do povo”

Em sua entrevista para o programa de Sikêra Junior, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que as UTIs do país viviam lotadas mesmo antes da pandemia de Covid.

Disse ainda que “UTI sem paciente dá prejuízo para o hospital” e que as pessoas estão morrendo por medo de procurar um médico.

Um grande percentual de pessoas que tratavam de forma precoce o câncer hoje não tratam mais”. “Criaram um terror na cabeça do povo”, acrescentou.

Mais uma prova para a CPI da Covid. Fale mais, Bolsonaro.

O Antagonista

CPI da Covid: Maioria dos senadores diz que governo errou na condução da pandemia

Prestes a investigar as ações do governo federal na pandemia, a maioria dos senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid acredita que a gestão de Jair Bolsonaro errou na condução da crise sanitária no País. Segundo levantamento do Estadão, seis dos 11 senadores do grupo veem falhas do Executivo no enfrentamento da doença, antecipando que este deve ser o foco dos trabalhos da comissão, prevista para começar na terça-feira.

Aliados do governo são minoria na CPI. Dos 11 integrantes, apenas quatro estão alinhados ao Palácio do Planalto, dois fazem oposição e outros cinco atuam de forma independente, mudando de posição de acordo com seus interesses. Dos seis que apontam erros de Bolsonaro na pandemia, quatro são deste último grupo. Os senadores governistas Marcos Rogério (DEM-RO) e Ciro Nogueira (Progressistas-PI) não responderam às perguntas da reportagem.

Numa espécie de defesa antecipada, Bolsonaro tem dito que “acertou todas” na pandemia, apesar de declarações minimizando a doença e previsões de que a crise iria acabar logo, o que não ocorreu. “Não errei nenhuma desde março do ano passado”, disse o presidente a apoiadores no dia 1.º de março, em frente ao Palácio da Alvorada.

Até sexta-feira, 23, o País somava mais de 14 milhões de casos de covid-19 e 383.502 mortes. Só fica atrás dos Estados Unidos, que acumula mais de meio milhão de vidas perdidas para o novo coronavírus.

Uma versão preliminar do plano de trabalho da CPI prevê investigar questões como o atraso na compra de imunizantes pelo País, a omissão do Ministério da Saúde no colapso na rede de saúde de Manaus no início do ano e a insistência de Bolsonaro em recomendar o chamado tratamento precoce – que, além de não ter eficácia para a covid-19, ainda pode levar pacientes à fila dos transplantes.

Leia maisCPI da Covid: Maioria dos senadores diz que governo errou na condução da pandemia

Após retomada da aplicação da CoronaVac, ponto de vacinação tem aglomeração e filas em Natal

Vacinação contra Covid-19 em Natal tem aglomeração no Via Direta — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

O ponto de vacinação contra a Covid-19 no Via Direta, na Zona Sul e Natal, registrou fila e aglomeração na manhã deste sábado (24), data em que prefeitura retomou a aplicação da segunda dose de CoronaVac e ampliou a faixa etária para a primeira dose para idosos a partir de 62 anos – esses receberão vacinas de Oxford/AstraZeneca.

A aglomeração começou ainda nas primeiras horas da manhã, antes mesmo das 8h, quando estava programada a abertura dos pontos de vacinação. Uma fila no drive-thru também foi registrada e chegou a invadir as ruas do conjunto Mirassol.

Fila registrada no drive thru do Via Direta antes das 8h — Foto: Cedida

Fila registrada no drive thru do Via Direta antes das 8h — Foto: Cedida

A segunda dose de CoronaVac está sendo aplicada exclusivamente no Shopping Via Direta e no Ginásio Nélio Dias – esse com acesso pelo portão 3. Pode tomar apenas quem recebeu a primeira dose – em Natal – há 28 dias ou já passou desse prazo.

Para se vacinar, é necessário apresentar comprovante de residência de Natal, documento com foto e cartão de vacinação.

Fila de carros para vacinação drive-thru no Via Direta invade as ruas de Capim Macio às 10h30 — Foto: Diego Simonetti

Fila de carros para vacinação drive-thru no Via Direta invade as ruas de Capim Macio às 10h30 — Foto: Diego Simonetti

A vacinação da segunda dose de CoronaVac estava paralisada em Natal desde segunda-feira (19), assim como a faixa etária para a primeira dose não avançava desde o dia 10 de abril.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Natal, serão usadas para aplicação da segunda dose da CoronaVac 5 mil doses – 2.110 da remessa do Ministério da Saúde que chegou nesta sexta-feira (23) e 2.890 da reserva técnica do Estado, que será repassada ao município após acordo entre governo, prefeitura e Ministério Público.

Idosos a partir dos 62 anos

A vacinação com a primeira dose para idosos a partir de 62 anos pode ser feita em cinco pontos neste fim de semana:

  • Arena das Dunas
  • UnP da avenida Engenheiro Roberto Freire
  • OAB
  • Sesi*
  • Ginásio Nélio Dias

*O Sesi não abre no domingo.

Na segunda-feira (26), as pessoas a partir de 61 anos também já poderão se vacinar nesses pontos de drive thru ou nas 35 salas de vacinação disponíveis em Natal.

Vacinação contra gripe

Neste final de semana o drive do Palácio dos Esportes estará funcionando apenas para vacinação de influenza. O público alvo dessa fase são crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes e puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

G1RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: