fbpx

ESPERTEZA: George e Fabielle investem em seus familiares mais de 32 mil/mês e doam emenda para associações 30 mil/ano.

O circo de “horror” da oligarquia Soares formada pela dupla “pé podre e bota velha”, Gustavo e George Soares, e para completar, a vice Fabielle Bezerra, estão a todo vapor nas ações de politicagem, enquanto seus parentes ganham rios de dinheiro, eles enganam o povo com migalhas.

Fizeram um grande evento para formalizar a destinação de emendas do deputado George Soares para algumas associações do Assú, como a Associação dos Mototaxistas de Assú; Associação dos Moradores do Panon 2 e para a comunidade de Porto Piató, cada uma será beneficiada com R$ 30 mil reais.

Mas o que o trio George, Gustavo e Fabielle não contam é que esse valor dividido por 12 meses, dá R$ 2.500,00 mensais enquanto seus familiares pendurados em gabinetes ganham até cinco vezes mais que isso. Pois juntando apenas quatro dos familiares deles, três de George/Gustavo e um de Fabielle, já totaliza mais de R$ 32 mil reais por mês.

Vamos conferir:

Ai fica a pergunta, é justo que os familiares sejam beneficiados com salários gordos sem darem uma barra no prego de sabão, enquanto a população de Assú se sujeita a migalhas desses políticos? E o pior, agora que está perigando
George Soares não se reeleger, eles estão em busca de todo ato de politicagem para ludibriar o eleitor assuense mais uma vez.Mas diz o ditado, o golpe tá ai, cai quem quer.

Mantido bloqueio da aposentadoria de sargento acusado de participação na morte de Marielle Franco

Depósito de R$ 100 mil na conta de Ronnie Lessa foi feito por ele próprio  no banco, diz polícia | Rio de Janeiro | G1

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Rogerio Schietti Cruz negou provimento a recurso interposto por Ronnie Lessa – acusado de participação no assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes – contra acórdão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) que manteve o bloqueio de 70% do valor de sua aposentadoria como sargento da Polícia Militar, determinado em primeira instância para resguardar o pagamento de eventual pensão alimentícia aos dependentes das vítimas.

Durante as investigações conduzidas no Rio de Janeiro, Ronnie Lessa foi preso preventivamente em 12 de março de 2019 e indiciado pelo assassinato da vereadora e de seu motorista, vítimas de um atentado a tiros no dia 14 de março de 2018.

No mandado de segurança impetrado com o objetivo de desbloquear a aposentadoria, a defesa do sargento aposentado alegou que o benefício tem caráter alimentar e é indispensável para a subsistência de seus familiares. Como o pedido foi negado no TJRJ, a defesa recorreu ao STJ.

Leia maisMantido bloqueio da aposentadoria de sargento acusado de participação na morte de Marielle Franco

Lote com mais 51,4 mil doses de vacina contra a Covid-19 chega ao RN

Vacinas chegaram ao Rio Grande do Norte — Foto: Divulgação

O Rio Grande do Norte recebeu nesta sexta-feira (23) um novo lote com mais 51,4 mil doses de vacinas contra a Covid-19. O avião com os imunizantes desembarcou no Aeroporto de Natal às 12h.

A carga chegou com 10,4 mil doses da CoronaVac e outras 41 mil da vacina de Oxford/AstraZeneca.

As vacinas foram recebidas pelo governo do RN e a distribuição para os municípios acontece a partir das 7h deste sábado (24), saindo da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat).

As vacinas recebidas são destinadas para aplicação da segunda dose em idosos entre 60 e 69 anos, trabalhadores da saúde e agentes das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam na linha de frente do combate à pandemia. E também para aplicação da primeira dose nos agentes de segurança que ainda não foram imunizados, além da ampliação da imunização entre os idosos.

Com a chegada da nova carga, o RN recebeu até o momento 895.490 doses de vacinas contra a Covid-19. De acordo com a plataforma RN+ Vacina, até o início da tarde foram registradas a aplicação de mais de 620 mil vacinas nos 167 municípios potiguares.

G1RN

Volta de João Santana à política envolve contrato de R$ 250 mil mensais e viagem de Ciro à Bahia

Ex-marqueteiro de Lula, João Santana passa a trabalhar na comunicação do PDT com Ciro Gomes Foto: Reprodução

O acerto que selou a volta de João Santana à política foi fechado em uma viagem do pré-candidato Ciro Gomes e do presidente do PDT, Carlos Lupi, à Bahia nesta quinta-feira (22). Na conversa, ficou definido que o marqueteiro receberá R$ 250 mil por mês em um contrato com prazo de duração de um ano assinado com o partido.

Se tudo der certo, em seguida, Santana assumirá o comando da comunicação da campanha presidencial de Ciro.

— (O acerto atual) é uma preliminar. tenho esperança que ele aceite participar da campanha  — afirma Lupi.

Além da comunicação de Ciro, Santana vai cuidar da imagem do partido e das dos demais candidatos a governador.

— A gente ganhou o passe de um gênio  — comemora o presidente do PDT.

As conversas começaram ainda no ano passado, segundo Lupi.

— É  um namoro que já vem há algum tempo e hoje foi selado o casamento — acrescenta Lupi.

Depois de ser preso em 2016, Santana foi condenado, um ano depois, pelo então juiz Sergio Moro a oito anos e quatro meses de prisão por crime de lavagem de dinheiro. Também em 2017, Santana teve a sua delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e afirmou que tinha uma conta não declarada na Suíça, onde recebia pagamentos de campanhas realizadas por sua empresa por meio de caixa dois.

Além de trabalhar com Lula e Dima, a agência de Santana atuou, entre 2003 e 2014, em outros países, como Argentina, República Dominicana, El Salvador, Panamá, Angola e Venezuela.

Santana cumpriu prisão domiciliar até outubro de 2020. Até essa data, ele também estava proibido pela Justiça de trabalhar com marketing político. Desde então, o marqueteiro não tinha assumido um trabalho de alcance nacional. Sem poder trabalhar com política, ele participou, como backing vocal, da gravação de um disco de uma banda formada por dois amigos. Santana também assinou composições do álbum.

Agora, o marqueteiro cumpre pena em regime aberto e ao menos até o fim do ano passado usava tornozeleira eletrônica. No último dia 15, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou a restituição de um celular e dois notebooks que ainda estavam sob custódia da Polícia Federal.

A contratação de Santana pelo PDT pode afastar a ex-ministra Marina Silva (Rede) de uma possível aliança. Na campanha de 2014, o marqueteiro foi responsável por peças publicitárias com ataques contra a ex-ministra.

O Globo

Secretário especial de Fazenda diz que não tem dinheiro para Censo 2021

Estamos dando pausa, mas o esforço fiscal tem de voltar', afirma secretário  especial de Fazenda - Jornal O Globo

O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, confirmou há pouco que o Censo de 2021 não será realizado por “falta de previsão orçamentária.”

“Não há previsão orçamentária para Censo, portanto ele não se realizará em 2021. As consequências e gestão para um novo Censo serão comunicadas ao longo deste ano”, disse Walderly Rodrigues.

Para o secretário, o governo vai avaliar ao longo do ano o melhor momento para retomar a principal pesquisa estatística do Brasil, que é atualizada a cada 10 anos. “Como falado aqui, novas decisões sobre a alocação de recursos e realização do Censo tem a fase preparatória. Sempre atentando às orientações do ponto de vista da saúde determinadas pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

A estimativa do IBGE é que o Censo demande um custo de R$ 2 bilhões.

O antagonista

TCE identifica mais de R$ 1 bilhão em obras públicas paradas no RN e cobra plano de ação de gestores

TCE RN — Foto: Kléber Teixeira/ Inter TV Cabugi

O Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte (TCE-RN) deu prazo de seis meses para que gestores estaduais e municipais enviem planos de ação sobre a retomada de obras paralisadas no Rio Grande do Norte. Levantamento realizado pela Inspetoria de Controle Externo identificou mais de R$ 1 bilhão em obras públicas que não foram concluídas.

O levantamento identificou 336 obras paradas em todo o Estado, o que abrange todos os 167 municípios do RN. O valor orçado das obras é de R$ 1,09 bilhão, sendo que desse valor R$ 483 milhões já foram desembolsados pelo poder público, sem que as obras tenham sido entregues para a população. Os valores envolvem recursos municipais, estaduais e federais.

Do total, 71 obras foram contratadas com recursos estaduais e municipais, num valor total de R$ 320 milhões, dos quais R$ 116 milhões já foram gastos.

Segundo o voto do relator do processo, conselheiro Tarcísio Costa, os planos de ação devem incluir “detalhado cronograma, para a retomada das obras paralisadas, no qual seja contemplada a possível contratação dos serviços necessários à conclusão das obras apontadas no relatório, ou justificativa sobre a impossibilidade de fazê-lo”. O voto foi aprovado pelos demais conselheiros nesta quinta-feira (22).

Na lista de obras paralisadas, estão a construção de tratamento de esgotos do bairro de Guarapes, em Natal, orçada em R$ 100 milhões; as obras do Pró-transporte e conclusão os acessos à Ponte Newton Navarro, orçadas em R$ 67 milhões; a duplicação do acesso à Praia de Pipa, orçada em R$ 45,9 milhões; a drenagem do bairro de Capim Macio, em Natal, orçada em R$ 47 milhões; além de muitas obras de pavimentação e conservação da malha de rodovias estaduais, entre outros.

O conselheiro Tarcísio Costa ressalta que a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que é necessário verificar as obras em andamento antes que novas sejam iniciadas.

“Percebe-se, então, que de fato os novos projetos só podem ter início após o adequado atendimento daqueles que estão em andamento , sem prejuízo da reserva de despesas de conservação do patrimônio público já existente. Ou seja, antes de dar início a uma obra nova, não há dúvidas de que o respeito a estas duas condições (continuidade e conservação) são atos administrativos que devem ser interpretados como de natureza vinculada pelo gestor”, aponta o relator.

Leia maisTCE identifica mais de R$ 1 bilhão em obras públicas paradas no RN e cobra plano de ação de gestores

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: