fbpx

A VERDADE: Deputado George Soares admite compra de votos e tenta enganar justiça ao dizer que prefeito e a vice não sabiam dos valores

O deputado George Soares em sua entrevista na rádio, mais complicou do que ajudou. O deputado “dono do mundo” tentou passar a idéia que políticos que tem aliados que compraram votos, não podem ser condenados, passando a idéia de que ele admite que votos foram comprados na eleição de seu irmão, o prefeito Gustavo Soares e a vice Fabiele Bezerra em Assú.

O deputado George tenta passar informação de que sabe que houve a compra de voto, mas que Gustavo e a vice Fabiele não sabiam quanto tinha custado e nem quantos votos seriam comprados. E isso complica ainda mais a situação, pois são coniventes com a prática e ainda tem a cara de pau de alegar que não existe fotos ou vídeos com o prefeito comprando votos, mesmo quando seus aliados mais próximos foram pegos com “a mão na massa”, pela justiça.

A ação impetrada pelo MPE é sobre abuso de poder e consequentemente sobre os atos dos aliados diretos do prefeito do Assú, em usar dinheiro para comprar votos em nome do prefeito e da vice, e o deputado ao alegar que eles não podem ser penalizados pelos atos dos outros, debocha da inteligência das pessoas, pois se fosse assim, ninguém que contratou alguém para matar outro seria preso, já que seria o mandante e não o executor.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: