fbpx

RN supera 70% de ocupação dos leitos críticos para Covid-19; Região Oeste chega a 90%

O Rio Grande Norte registrou na tarde desta terça-feira (8) que a ocupação dos leitos críticos para a Covid-19 no estado superou os 70%, chegando a 71,7%. Em situação mais crítica, a Região Oeste bateu os 90% e o Seridó chegou a 80%.

Os dados estão no Regula RN, plataforma do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN, que monitora a situação em tempo real. A consulta foi feita às 13h30.

A última vez que o estado ultrapassou a marca de 70% dos leitos críticos ocupados foi em 25 de julho – há mais de quatro meses –, de acordo com a plataforma.

Naquela época, a tendência, no entanto, era de queda, após o estado ultrapassar os 95% exatamente um mês antes.

Dessa vez, a tendência é inversa: de crescimento. No dia 29 de novembro, o Rio Grande do Norte tinha 50,80% de ocupação dos leitos críticos para Covid-19. No dia 2 de dezembro, atingiu os 60,43%.

Já a Região Oeste não chegava a 90% desde o dia 2 de agosto, quando registrou 91,67% de ocupação. Desde lá, houve uma oscilação, que variou principalmente entre 50% e 70%.

Mas, desde 26 de novembro, quando registrou 57,63%, a tendência tem sido de crescimento. Os 70% de ocupação foram superados no dia 1 de dezembro.

Já a Região Seridó chegou a 86% de ocupação depois de atingir 4,35% em 2 de novembro, pouco mais de um mês antes. A região teve ocupação de 44% no dia 3 de dezembro e chegou a 68% no dia seguinte.

A Região Metropolitana é, no momento, a com menor taxa de ocupação de leitos críticos, com 59,43%. Apesar disso, esse número é maior do que comparado a um mês atrás, quando, no dia 8 de novembro, a região tinha 39,64% de ocupação dos leitos de Covid-19.

Essa taxa na Região Metropolitana não é atingida desde 31 de julho, quando o estado teve 64,02%.

Internados

Segundo o boletim epidemiológico da Covid-19 divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap), o estado tinha, na segunda-feira (7) 339 pessoas estão internadas por causa da Covid-19, sendo 169 na rede pública e 170 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) era de 68% na rede pública e de 50,3% na rede privada.

Hospitais com 100% de ocupação

Três hospitais estão com 100% de ocupação dos leitos críticos para Covid-19, segundo o LAIS: Hospital Regional Doutor Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros), Hospital Regional Tarcísio Maia (Mossoró) e o Hospital São Luiz (Mossoró).

Ocupação nos hospitais do RN — Foto: LAIS

Ocupação nos hospitais do RN — Foto: LAIS

Outros três tem acima de 80%: Hospital Giselda Trigueiro (Natal), com 85%, Hospital Maternidade Divino Amor (Parnamirim), com 87,5%, e o Hospital Regional Telecila Freitas Fontes (Caicó), com 85%.

G1RN

Desenfreado, Prefeito do Assú autoriza gasto de mais de 500 mil reais com Buffet enquanto cidade vive nova crise do COVID

De maneira sorrateira, o prefeito da cidade de Assú, Gustavo Soares, abre os cofres da prefeitura e tem pressa em gastar dinheiro.

O que circula nos bastidores da política, é que ninguém nunca viu tantas autorizações de gasto com recursos públicos pelo prefeito do Assú como nos últimos dias, ele já autorizou mais de meio milhão com serviços de Buffet e quase 50 mil reais de ornamentação, todos serviços não essenciais e que em nada irão salvar vidas da crise que o COVID está para causar na cidade.

As informações que estão chegando é que com a possibilidade de novas eleições, eles querem é raspar as contas com o máximo de serviços que puderem, possivelmente para atender até agiotas que participaram ativamente ao bancar as possíveis compras de votos que correm em investigação.

Kleber Rodrigues é eleito o Parlamentar do Ano 2020 na Assembleia Legislativa

A imprensa elegeu, na manhã desta terça-feira (07), o deputado estadual Kleber Rodrigues (PL) como o Parlamentar do Ano 2020. O deputado recebeu 26 votos dos jornalistas que acompanham as atividades no Poder Legislativo. Dos 39 profissionais da comunicação aptos a votar, 35 compareceram.

“Ter sido escolhido o Parlamentar do Ano de 2020 me enche de orgulho, satisfação e gratidão. Receber essa honraria é redobrar a dedicação a um mandato que representa o povo do Rio Grande do Norte. Dedico essa escolha à luta em defesa da geração do emprego e renda”, disse Kleber Rodrigues que está em Brasília representando a Assembleia Legislativa em audiências nos Ministérios das Comunicações e Desenvolvimento Regional.

Ele agradeceu o título a todos os jornalistas que fazem a cobertura dos trabalhos legislativos e disse que a escolha só aumenta a responsabilidade com um mandato participativo e voltado para o desenvolvimento do Estado.

O prêmio “Parlamentar do Ano” acontece desde 1982 e é realizado pelo Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, que reúne os jornalistas credenciados que cobrem os trabalhos da Casa e realizam a escolha do Parlamentar do Ano. “Mesmo com o advento da pandemia, a Assembleia Legislativa não parou e se destaca pela alta produção Legislativa. É importante ressaltar que qualquer um dos 24 deputados, cada um com a sua bandeira, seria uma boa escolha para o prêmio”, disse Oliveira Wanderley, presidente do Comitê de Imprensa, responsável pelo processo eleitoral.

Produção Legislativa
Desde que assumiu o mandato, em janeiro de 2019, Kleber Rodrigues foi o autor de 22 Leis aprovadas na Assembleia Legislativa, em benefício das pessoas com deficiência, crianças e adolescentes e geração de emprego e renda. Recentemente, Kleber Rodrigues comandou a aprovação da nova Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, projeto enviado pelo Governo do Estado, e aperfeiçoado pelos deputados estaduais.

Leia maisKleber Rodrigues é eleito o Parlamentar do Ano 2020 na Assembleia Legislativa

Getúlio Rêgo solicita suspensão de multas de trânsito no interior do Estado

O deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM) falou, na sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, sobre a atuação da polícia de trânsito nesta terça-feira (08), quando estava multando proprietários de veículos automotores no interior do Estado.

O parlamentar fez um apelo para que essas sanções relacionadas à propriedade da carteira de habilitação sejam suspensas até o devido funcionamento de todas as unidades do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran) no Estado.

“Reconhecemos a irregularidade de trafegar sem carteira de habilitação, mas quem quer tirar o documento não está conseguindo devido às unidades estarem fechadas, como por exemplo, a unidade do município de Pau dos Ferros. E se dirigir a unidades mais distantes requer um custo nem sempre possível. O momento de pandemia é difícil e precisa de compreensão”, justificou o deputado.

José Dias vibra com decisão da Justiça sobre liberação de emendas parlamentares

O deputado estadual José Dias (PSDB) impetrou mandado de segurança contra o Governo do RN, especificamente a Secretaria de Planejamento e Finanças (Seplan), pela não liberação de emendas parlamentares de sua autoria relativas ao exercício de 2019 e o Tribunal de Justiça, por decisão do desembargador Saraiva Sobrinho, reconheceu a ilegalidade da tese defendida pelo parlamentar. O deputado vibrou com a decisão afirmando ser justa a decisão.

José Dias teve 22 emendas individuais aprovadas no projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA 2019). Além de reconhecer a tese defendida pelo deputado do PSDB, a decisão prevê multa individual de R$ 50 mil à governadora e ao secretário. Além disso, os autos serão remetidos à Procuradoria Geral da República para apuração de eventual crime de desobediência.

“Não houve a implementação de nenhuma das emendas e essa circunstância é reveladora da seletividade da Administração Pública na execução do orçamento anual”, lamentou o parlamentar, que comemorou a decisão da Justiça, afirmando que “quem ganha com isso é o povo potiguar e os municípios necessitam que sejam liberadas”.

Prefeito de Assú mostra clara diferença entre o luxo e a grande pobreza

Dizem que não há nada melhor que sirva mais de parâmetro do que o contraste, e dessa vez é entre o luxo do casamento do prefeito Gustavo Soares com a pobreza na cidade do Assú, e das milhares de famílias carentes que vivem em situação de extrema pobreza e das que ainda moram em casas de taipa, e que o prefeito ignorou por 4 anos.

Com a ornamentação digna de cinema, o prefeito Gustavo e Mariana, casaram – se a beira mar, ostentando um casamento milionário e luxuoso numa das áreas mais caras da capital do estado em plena pandemia, e diga – se de passagem, a cidade do Assú já perdeu 77 vidas para a COVID-19.

Só para o leitor ter idéia, o prefeito Gustavo passou 4 anos na cidade e nunca conseguiu uma unidade habitacional para melhorar a vida de famílias que vivem em casa de taipa, mas o prefeito paga carro caro para levar ele para capital de forma confortável e lá ficar por quase uma semana, paga rios de dinheiro para empresa do lixo, torra combustível, gasta milhões para colocar luzes de LED na cidade, enquanto existem famílias que passam fome e morrem em corredores de hospitais.

Foi só acabar a eleição, que o prefeito já sumiu do Assú e das redes sociais, mostrando que sua postura não mudou em nada, e que ele continua sendo o mesmo “fantoche” a serviço da oligarquia Soares, que não cuida do povo e nem da cidade que o elegeu, e o mais triste nisso tudo, é que ele sequer teve a coragem para anunciar em suas redes sociais em que prega tanto amor e cuidado pelo povo, o seu casamento.

Polícia Federal combate fraude na concessão de benefícios previdenciários no RN

0778d7fb-4cbd-4be6-8e25-3932bde58475.jpg

A Policia Federal, em ação conjunta com a Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) e integrantes da Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista no RN, deflagrou nesta terça feira, 8/12, a Operação Cubo de Rubik II, objetivando desarticular um esquema criminoso que se utilizava de documentos falsos com a finalidade de obter benefícios previdenciários.

Cerca de 12 policiais federais cumprem três mandados de busca e apreensão na cidade de Areia Branca/RN, na região da Costa Branca.

Esta é a segunda fase da operação deflagrada em outubro de 2019, quando foi identificada, durante as investigações, a utilização de registros civis falsos com intuito de criar dependentes fictícios, como por exemplo, filho menor de idade, e requerer benefício previdenciário da espécie pensão por morte.

O total de benefícios fraudulentos apurados até agora já causou um prejuízo aproximado de R$ 200 mil aos cofres públicos e, considerando que tais benefícios seriam pagos até os dependentes atingirem a maioridade, o montante ultrapassaria o valor de R$ 1 milhão.

Com esta nova etapa da Operação Cubo de Rubik, a Polícia Federal busca aprofundar ainda mais as investigações e identificar outros benefícios concedidos por meio de fraude.

Não haverá entrevista coletiva.

 (*) O nome da operação é alusivo ao quebra-cabeça Cubo de Rubik (Cubo Mágico), que possibilita múltiplas resoluções e formatos, tal qual o modus operandi dos fraudadores que se apresentavam com diversas identidades.

INDÍCIOS DE FRAUDE: Rennan Alves recebeu salário de novembro e foi exonerado ontem com data de 07/11 pelo prefeito Gustavo Soares

Alvo em uma ação judicial eleitoral por suspeita de compra de voto, Rennan Alves, defensor da gestão Gente cuidando de gente e homem de confiança do prefeito Gustavo Soares, foi exonerado na edição do Diário Oficial do município de ontem.

Só que o estranho, é que Rennan recebeu salario de novembro, mas foi exonerado no diário de ontem, de 07 de dezembro com data de 07 de novembro, ou seja, retroagindo 30 dias, e fazendo com que toda a cidade pense que isso é suspostamente um fato envolvendo fraude.

Ninguém sabe se a exoneração foi feita com data errada ingenuamente ou se a gestão do prefeito Gustavo Soares quer mesmo brincar com a inteligência do Ministério Público e a justiça, supostamente tentando dar a entender que Rennan não exercia cargo de confiança na ação que investiga a captação ilícita de sufrágio em distintas maneiras com a finalidade de obter vantagem para a candidatura da chapa majoritária de Gustavo e Fabielle.

Vai ser difícil ele desqualificar a ligação de Rennam com a gestão, pois o salário de novembro já foi pago e gerou até contra cheque no portal da transparência, mas como o vencimento do FGTS foi ontem, eles podem ter pago salário e não terem informado ao INSS, e assim, fizeram retroagir a exoneração em 30 dias.

Mas só esqueceram de excluir o contra cheque no portal, que já prova que ele trabalhou sim em novembro.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: