Nelter cobra instalação de sinal móvel de telefone e internet para a serra de João do Vale

O deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) encaminhou requerimento para o ministro das comunicações, Fábio Faria, para diretoria regional nordeste das companhias telefônicas OI, TIM, CLARO e VIVO, e ao presidente da ANATEL, Leonardo de Morais, solicitando a implantação de serviços de telefonia móvel na serra de João do Vale, localizada entre os municípios de Jucurutu e Triunfo Potiguar.

“Pleito de grande importância e que merece total atenção e sensibilidade para sua viabilização. Nossa Serra de João do Vale, localizada entre nossa Jucurutu e nossa Triunfo Potiguar, tem potencial turístico imenso, carecendo apenas de infraestrutura adequada para seu desenvolvimento”, destacou o parlamentar.

Ainda de acordo com Queiroz, a serra de João do Vale já conta com população considerável, está localizada em meio às regiões Seridó, Vale do Assú e Médio Oeste, tem uma das maiores altitudes do Estado e tem vistas para as barragens de Oiticica, em Jucurutu e Engenheiro Armando Ribeiro, em Assú.

Comissão da Assembleia discute uso de medicamentos no combate à Covid-19

A Comissão de Acompanhamento das Ações de Enfrentamento à Covid-19 no Rio Grande do Norte discutiu, na tarde desta segunda-feira (20), a eficácia de medicamentos no combate à doença. O médico, professor e PhD em infectologia Kleber Luz conversou com os parlamentares e respondeu aos diversos questionamentos. Os parlamentares criticaram o gasto público com medicamentos sem eficácia comprovada.

Contando com a participação dos deputados Tomba Farias (PSDB), Hermano Morais (PSB), Francisco do PT, Sandro Pimentel (Psol) e Kelps Lima (Solidariedade), que é o presidente da Comissão, o grupo fez questionamentos sobre diversas situações, principalmente sobre o uso de medicamentos no combate ou prevenção à doença. Kleber Luz disse que, neste momento, a maior novidade é com relação à eficácia da dexametasona, quando pacientes estão com oxigenação baixa. Segundo ele, há estudos publicados que comprovaram a eficácia do uso em alguns estágios da doença.

No entanto, boa parte dos questionamentos dos parlamentares era com relação à profilaxia, que é o uso de forma preventiva de algum medicamento. Kleber Luz disse que não acredita que uma vacina esteja disponível à sociedade em menos de um ano, assim como também afirmou não haver nenhuma comprovação científica que aponte para a eficácia de medicamentos como forma de se prevenir a doença ou amenizar os efeitos, citando os casos da Ivermectina e cloroquina, principalmente.

“Eu sou pago para estudar, assim como diversos outros pesquisadores. Até onde foi minha revisão e dos demais profissionais sobre os estudos publicados nacional e internacionalmente, não há medicamentos que evitem ou modifiquem o curso inicial da doença”, garantiu o médico. Além disso, Kleber Luz também disse que há a possibilidade, ainda que remota, de que uso de cloroquina, hidroxicloroquina e azitromicina piorem quadros.

De acordo com o médico, na ciência, o ônus da prova é de quem diz que algo funciona, e não o contrário. Segundo ele, não existe um estudo para mostrar que um remédio não funciona. Por isso, o médico disse que a recomendação é que não seja massificado o uso de remédios sem comprovação científica de eficácia, sob pena de haver má utilização dos recursos públicos e nenhum retorno à sociedade.

“Distribuir medicamentos é bom, é uma medida positiva, desde que os medicamentos tenham efeito. Distribuir remédio de pressão alta, verme, é excelente iniciativa. Distribuir remédio que não funciona é mais complicado”, disse.

Leia maisComissão da Assembleia discute uso de medicamentos no combate à Covid-19

ENGANAÇÃO: Prefeitura do Assú recebeu quase R$ 8 milhões em Junho/20 e mente para a população

A Prefeitura do Assú a cada dia se supera com suas atrapalhadas, que resulta em informações desencontradas. Pois, eles postaram recentemente em site institucional e nas redes sociais, que teriam recebido em Junho-2020, a quantia de R$ 5,9 milhões, mas quando acessamos o portal da transparência, eles informam que foram recebidos quase R$8 milhões de reais.

Independente que algumas receitas que existiam em 2019 tiveram redução, novas receitas foram criadas em 2020, que de alguma maneira compensou a perda, e isso era para estar no banner da Prefeitura do Assú, já que eles estão omitindo e mentido pra população.

A Prefeitura reclama de bucho cheio, e não conta que manteve a mesma receita e com menos despesas, já que não fez São João, e não está executando as ações de combate ao novo corona vírus, pois o índice de infectados só aumenta.

O prefeito ausente do Assú deveria era ter vergonha na cara, e deixar de mentir pro povo, que o elegeu acreditando em suas promessas mirabolantes e depois de eleito, mostrou sua verdadeira face, de mentiroso e enganador.

Deputado busca assegurar entrada de acompanhantes específicos em estabelecimentos comerciais

Em razão das regras estabelecidas durante a pandemia do novo coronavírus, que estabelecem a permissão de entrada de apenas uma pessoa por família em estabelecimentos comerciais do Estado, como forma de evitar aglomerações, o deputado Kleber Rodrigues (PL) apresentou Projeto de Lei propondo que a permissão seja ampliada aos acompanhantes de pessoas com deficiência e idosos, que de acordo com o parlamentar, “muitas vezes precisam de ajuda para realizarem suas compras”.

“É necessário permitir que as pessoas com deficiência e os idosos tenham o direito de estarem acompanhadas em estabelecimentos comerciais, visando sua segurança e o cumprimento de seu pleno direito”, justifica Kleber.

O deputado tem como base a Lei Federal Nº 13.146, que considera pessoa com deficiência “aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualde de condições com as demais pessoas”. Já em relação ao idoso, o projeto é embasado pelo Estatuto do Idoso (Lei Nº 10.741), que considera idosas as pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos.

Ubaldo solicita recuperação de rodovias que somam 89 km de malha viária

O deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL) solicitou, por meio de requerimento apresentado na Assembleia Legislativa, a recuperação de diversas vias pelo interior do Rio Grande do Norte. Somados, os trechos correspondem a 89 km de malha viária que, de acordo com o parlamentar, precisa de manutenção por meio da operação “tapa buracos”.

“A realização de tais obras são de suma importância, pois visam potencializar o desenvolvimento e escoamento da produção agrícola, melhorando as condições de trânsito, contribuindo para a prevenção de acidentes, além de melhorar o acesso e a qualidade de vida das pessoas que residem na região”, justifica.

O requerimento apresentado por Ubaldo Fernandes contempla a recuperação da RN-023, em trecho de aproximadamente 30 km que liga o município de Santa Cruz a Coronel Ezequiel. A RN-091, em trecho de 15 km que liga os municípios de Santa Cruz e São Bento do Trairi, é o segundo destacado pelo parlamentar.

Ainda em seus requerimentos, o deputado solicitou que sejam tapados os buracos da RN-093, no entroncamento da BR-226 em aproximadamente 17 km de via que dá acesso ao município de Sítio Novo. Além desse trecho, Ubaldo pede que seja realizada operação tapa buracos em aproximadamente 27 km na RN-092, que liga Japi à BR-226.

Nelter: ‘Deputados da base do Governo querem sacrificar os servidores mais simples’

*Por Maricelio Almeida – Repórter do JORNAL DE FATO

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que altera o sistema de Previdência no Rio Grande do Norte dominou o debate na Assembleia Legislativa na semana que passou. Havia a expectativa da matéria ser votada durante as últimas sessões, o que acabou não ocorrendo. Ao mesmo tempo em que rejeitaram requerimento do deputado Kelps Lima (Solidariedade) para que o projeto só fosse votado presencialmente, os parlamentares que integram a base de apoio à governadora Fátima Bezerra (PT) esvaziaram as sessões seguintes para que não houvesse quórum e a PEC não fosse colocada em pauta. O motivo? O Governo não tem votos suficientes para aprovar o polêmico texto.

Um dos principais críticos da reforma, o deputado Nelter Queiroz (MDB) é o entrevistado da semana da seção “Cafezinho com César Santos”. Na conversa a seguir, Nelter explica os motivos de sua posição contrária à PEC do Governo Fátima e é categórico: “Quem votar essa matéria, a tendência forte é de ser derrotado nas próximas eleições se forem candidatos”. O deputado também acredita que a gestão estadual não conseguirá conquistar os dois votos a mais que precisa para aprovar a reforma.

Nelter Queiroz também faz duras críticas ao Consórcio Nordeste, mencionando o escândalo dos respiradores que nunca foram entregues aos estados da região, um prejuízo de quase R$ 50 milhões, sendo R$ 4,8 milhões apenas para o Rio Grande do Norte. “Esse consórcio é pura roubalheira”, dispara o parlamentar, revelando ainda ser favorável à instalação de uma CPI para investigar o caso no âmbito da Assembleia Legislativa. Por fim, Nelter fala ainda sobre eleições 2020 e a sua atuação na região de Jucuturu.

Qual a posição do senhor em relação à Proposta de Emenda à Constituição que altera o sistema previdenciário potiguar?

A minha posição nessa PEC sempre foi contrária. O Governo fez uma proposta, sentou com os Poderes, Tribunal de Justiça, Poder Judiciário, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas, Ministério Público, e ia taxar, aumentar a alíquota de quem ganha muito em 20%, aí os representes dos Poderes fizeram uma pressão, não aceitaram, e o Governo baixou a alíquota para 16%. E aí o governo quer taxar os aposentados, que ganham pouco, aumentando, no geral, para 12%. O aposentado que não paga também quer taxar, então sou contra, é um absurdo, é a verdadeira PEC da morte.

A votação da proposta deveria ter ocorrido na semana que passou, mas a bancada de situação esvaziou as sessões. Como o senhor avalia essa estratégia dos deputados que integram a base da governadora na ALRN?

A bancada do Governo tem 14 deputados, mas no momento tem 13, porque Sandro Pimentel está contra nessa matéria, então na verdade o Governo não tem votos suficientes. Para aprovar tem que ter 15 votos a favor e 15 votos presentes, e não está tendo. Os deputados do Governo estão mergulhando para ver se o Governo coopta e faz um “tratorzão” para ver se consegue tirar alguns deputados, dois deputados que hoje são contra, que eu acho difícil tirar. É lamentável que os deputados da base do Governo queiram sacrificar os servidores mais simples, mais humildes; e não estão conseguindo.

O Governo terá sucesso nessa articulação, de alcançar os votos que faltam?

Eu não acredito que o Governo consiga cooptar dois deputados dos 10, não acredito. Quem votar essa matéria, você não esqueça e anota aí: a tendência forte é de ser derrotado nas próximas eleições se forem candidatos, essa é minha opinião; e respeito à posição de qualquer um, mas penalizar o povo simples, jamais. A própria Fátima, senadora da República, dizia claramente que era a PEC da morte, então ela deve assumir, soltar um vídeo, pedir desculpa à população, dizer que a reforma é importante, mas não penalizar o mais simples. Ela está sem coragem, porque ela rasgou a sua biografia, a sua história, ela não pertence mais àquela bandeira de origem popular, ela é ex-origem popular, acabou-se, não existe.

O senhor defende que a proposta seja votada só de forma presencial?

Leia maisNelter: ‘Deputados da base do Governo querem sacrificar os servidores mais simples’

Lei de iniciativa parlamentar garante pagamento de conta de água através de cartões

Buscando oferecer maior comodidade e segurança aos potiguares, a deputada Eudiane Macedo (Republicanos) é autora da nova lei que assegura o pagamento das contas de água da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) através dos cartões de crédito ou débito. A possibilidade foi garantida através do projeto de iniciativa parlamentar aprovado na Casa Legislativa e recém sancionado pelo Executivo Estadual.

“Os rotineiros ataques às agências bancárias no Rio Grande do Norte causam prejuízos não somente às empresas, mas também à população. Quando o alvo é justamente o único banco de uma cidade, os moradores passam a ter dificuldades para fazer operações simples, como sacar dinheiro e pagar uma conta de água, uma vez que, após os assaltos, as agências bancárias suspendem as atividades por longos períodos”, justifica Eudiane Macedo.

Pela nova norma, a Caern deverá ofertar a opção de pagamento da conta de consumo de água e de esgotos e de seus serviços prestados via cartão de crédito e de débito, que poderá ser realizado de forma online, ou por meio do site da própria companhia, sem prejuízo do pagamento presencial. Além disso, também ficou garantida a disponibilização de espaços físicos para o atendimento ao consumidor e às demais formas de pagamento existentes.

Presidente do STF sofre acidente doméstico e vai a hospital de SP

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, se acidentou em sua residência em São Paulo e foi na tarde deste domingo (19) ao hospital Vila Nova Star, na capital paulista, para fazer um raio-x.

De acordo com nota divulgada pelo hospital, Toffoli sofreu um pequeno ferimento na face e realizou sutura, mas passa bem e deve ter alta hoje.

Os médicos responsáveis são a cardiologista Ludhmilla Hajjar, Paulo Hoff, diretor clínico,  e  Antônio Antonietto, diretor médico.

Desde quando começou a pandemia do coronavírus em março,  os trabalhos do Supremo funcionam por meio do sistema do plenário virtual. Neste mês de julho, a Suprema Corte está em recesso. Toffoli e o ministro Luiz Fux, que vai sucedê-lo na presidência do STF, se revezam como plantonistas.

Congresso em foco

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: