Leonardo Oliveira poderá indicar sua esposa para disputar a Prefeitura de Ipanguaçu em 2020

A maior liderança política de Ipanguaçu, o ex prefeito Leonardo Oliveira(PT), tem guardado a sete chaves o seu posicionamento político para 2020, mas circula nos bastidores da política que o ex prefeito deverá indica sua esposa, Cristina Oliveira do PT, para disputar as eleições municipais desse ano.

Cristina é funcionária pública e se destacou enquanto foi secretaria de Assistência social do município durante 8 anos, e como Leonardo lidera o grupo da oposição e hoje é considerado o favorito para vencer as eleições, já que aparece em primeiro lugar em todas as pesquisas de opinião já realizadas, e por isso, tem o respaldo para indicar alguém que considere apto a governar a cidade de Ipanguaçu.

A ilha grande é administrada hoje pelo prefeito Valderedo Bertoldo que tem uma rejeição que deve passar dos 70%, não tendo decidido ainda se será candidato a reeleição, e com essa incerteza, nomes como o de Cristina vão se fortalecendo.

Segundo a fonte do blog, a ex primeira dama é a única candidata capaz de reunir a oposição e agregar apoios do grupo situacionista.

Agora, vamos aguardar o desfecho dessa história, até porque ainda tem alguns pré candidatos que sonham em administrar a cidade, como o atual vice prefeito Tales Marinho, o empresário Silvio Nobre, o Ex prefeito Geraldo Paulino, o vereador Berguinho e a ex secretaria de Educação Jeane Dantas.

Leonardo ainda conta com o apoio da Governadora Fátima Bezerra, do deputado Federal Benes Leocádio, do Deputado estadual Nelter Queiroz e do ex-prefeito Ivan Júnior, e não terá dificuldades em manter todos esses apoios caso opte em indicar sua esposa.

Trinta cidades do RN ficam sem abastecimento de água até sábado (23), diz Caern

30 cidades ficaram sem abastecimento de água após queda de energia  — Foto: Igor Jácome

Trinta cidades da região Agreste potiguar ficaram sem abastecimento de água após duas paradas de energia registradas nesta quinta-feira (21) afetaram o sistema adutor Monsenhor Expedito, segundo informou a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte. O abastecimento deve ser retomado neste sábado (23).

“A retomada do fornecimento elétrico apresentou oscilações, afetando o bombeamento inicial da água e causando uma variação de vazão. Esse processo causou um golpe na tubulação, provocando um vazamento. A Caern deve concluir o serviço no final da tarde desta sexta-feira (22), pois o vazamento ocorreu na tubulação que passa sob uma ponte construída sobre o Rio Trairi, tornando a execução do trabalho mais difícil”, informou a empresa.

Às 17h da quinta (21), também foi registrada outra interrupção no fornecimento de energia, desta vez na Estação de Bombeamento localizada no município de Boa Saúde, a EB-3. O sistema só poderá ser religado após a conclusão do serviço em Monte Alegre, que está previsto para às 18h desta sexta (22).

“O abastecimento deverá ser totalmente normalizado na manhã de domingo (24), quando a rede estará completamente pressurizada”, apontou a companhia.

Lista dos municípios afetados com a parada:

  1. Lagoa de Pedras,
  2. Lagoa Salgada,
  3. Boa Saúde,
  4. Serrinha,
  5. São José de Campestre,
  6. Lagoa D’Anta,
  7. Passa e Fica,
  8. Serra Caiada,
  9. Senador Elói de Souza,
  10. Tangará,
  11. Santa Cruz,
  12. Bom Jesus,
  13. São Pedro do Potengi,
  14. Ielmo Marinho,
  15. São Paulo do Potengi,
  16. Santa Maria,
  17. Lagoa de Velhos,
  18. Barcelona,
  19. Rui Barbosa,
  20. São Tomé,
  21. Sítio Novo,
  22. Lajes Pintada,
  23. Serra de São Bento,
  24. Monte das Gameleiras,
  25. São Bento do Trairi,
  26. Coronel Ezequiel,
  27. Japi,
  28. Campo Redondo,
  29. Monte Alegre
  30. Jaçanã.

Atendimento remoto do INSS é prorrogado até o dia 19 de junho

O atendimento remoto nas agências da Previdência Social aos segurados e beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi prorrogado até o dia 19 de junho. A decisão foi publicada hoje (22) no Diário Oficial da União (DOU), por meio da Portaria Conjunta 17.

No dia 20 de março, outra portaria definia o atendimento remoto até o dia 30 de abril.

Segundo a Secretaria de Previdência do Ministério da Economia, a medida “visa a proteção da coletividade durante o período de enfrentamento da emergência em saúde pública decorrente da pandemia do novo coronavírus (covid-19)”.

Durante esse período, os casos que dependem de perícia médica serão analisados sem atendimento presencial. O segurado terá que anexar atestado médico pelo portal ou aplicativo. O instituto vai antecipar parte do valor do benefício devido ao segurado.
Meu INSS

Para acessar o Meu INSS é preciso digitar o endereço no seu computador ou instalar o aplicativo no celular gratuitamente. Estão disponíveis mais de 90 serviços.

Segundo a Secretaria da Previdência, para saber como gerar a senha, além de aprender a solicitar serviços e benefícios, basta acessar o site.

Nelter apresenta projetos e requerimentos que contribuem no combate ao coronavírus

Preocupado com o crescimento no número de casos da Covid-19 no Rio Grande do Norte, o deputado Nelter Queiroz (MDB) tem apresentado Projetos de Lei e requerimentos na Assembleia Legislativa, que beneficiam diretamente a população potiguar. Um desses projetos dispõe sobre a obrigatoriedade de higienização periódica de portas, maçanetas, corrimãos, puxadores, interfones e elevadores para todos os edifícios ou condomínios do Estado, uma vez que estes espaços são muito tocados pelas mãos das pessoas, onde também o vírus tem sua maior capacidade de permanecer.

De acordo com o deputado, a higienização em edifícios e condomínios deve ser realizada em intervalos de 2 horas, entre 6 horas e 22 horas, com álcool 70% ou com material análogo capaz de exterminar o novo coronavírus. “O descumprimento desta lei acarretará ao infrator multa de R$ 2 mil por infração, dobrada no caso de reincidência. Esta Lei possuirá vigência temporária, pelo período de seis meses, podendo ser renovada por igual período enquanto perdurar a proliferação da Covid-19”, concluiu.

Em relação às providências de combate e convívio com a Covid-19, Nelter Queiroz também já propôs: remanejamento de recursos do fundo eleitoral para o Ministério da Saúde, medidas para amenizar o colapso econômico na vida do homem do campo, suspensão de tributos estaduais relativos ao emplacamento de veículos, suspensão da cobrança do ICMS dos estabelecimentos considerados “não essenciais”, ampliação da validade de concursos públicos enquanto durar a pandemia e o regramento para reabertura de academias de ginástica.

Além dessas sugestões, o parlamentar também já remanejou R$ 500 mil em emendas para o combate da doença no Rio Grande do Norte, solicitou a entrega de merenda e kits escolares a alunos da rede pública através de mototaxistas, requereu a realização de testes para detectar a doença em funcionários das obras da barragem de Oiticica em Jucurutu, sugeriu a criação de pensão especial para funcionários do SUS estadual que perderem suas vidas por causa da Covid-19 e o uso do oxímetro de pulso para detecção precoce da doença na rede hospitalar estadual.

Oiticica

Outra demanda apontada quase que diariamente pelo parlamentar era a retomada das obras da Barragem de Oiticica, localizada no município de Jucurutu. Segundo o deputado, uma vitória para o RN, por se tratar de uma obra importante e que, quando concluída, irá garantir a segurança hídrica da região do Seridó e para Jucurutu, que voltará a ter arrecadação incidida sobre o ISS (Imposto Sobre Serviços), recursos na ordem dos R$ 200 mil mensais. “Estou muito feliz com esta notícia, principalmente por ter levantado a bandeira pela retomada das obras da Oiticica e pela manutenção de mais de 300 empregos no local. Agora é correr contra o tempo e assegurar a saúde dos trabalhadores durante a pandemia de Covid-19 pra que o calendário de conclusão de nossa barragem seja mantido e a maior obra em andamento no RN fique pronta no final deste ano”, disse Nelter.

Oposição entrega pedido impeachment de Bolsonaro à Câmara de Deputados

Partidos da oposição protocolaram na manhã de hoje um pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à Câmara dos Deputados.

Esse é o primeiro pedido de impeachment no qual partidos se juntam —outros foram entregues, mas por iniciativas individuais de parlamentares— para exigir a saída de Bolsonaro.

PT, PCdoB, PSOL, PCB, PCO, PSTU e UP e mais de 400 entidades e movimentos sociais, como o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil assinam o pedido de impedimento do presidente.

Procurada pelo UOL, a Secretaria de Comunicação afirmou que o Planalto não comentará sobre o pedido de impeachment protocolado.

O documento entregue à Câmara acusa Bolsonaro de cometer crimes de responsabilidade, atentar contra a saúde pública e arriscar a vida da população pelo comportamento à frente da pandemia do coronavírus, dentre outros crimes.

A oposição argumenta que o presidente cometeu crime de responsabilidade ao discursar contra o STF (Supremo Tribunal Federal), ao convocar empresários para a “guerra contra governadores” à frente da pandemia do coronavírus e incitar a sublevação das Forças Armadas contra a democracia, além de pronunciamentos e atos durante a pandemia que configuram crimes contra a saúde pública.

Leia maisOposição entrega pedido impeachment de Bolsonaro à Câmara de Deputados

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: