Amazonas: mais de 10 mil casos de covid-19 já receberam alta

Mais de 10 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Amazonas já se recuperaram. Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde do estado, até ontem (15) pelo menos 10.242 pacientes tinham melhorado da doença após cumprir 14 dias de quarentena e seguir as orientações médicas.

O resultado representa mais da metade dos 18.329 casos estaduais confirmados até essa sexta-feira, quando, segundo a fundação, 6.282 pessoas continuavam em isolamento social ou domiciliar. Entre os pacientes que melhoraram estão 164 policiais militares – aos quais a Polícia Militar (PM) afirma ter oferecido, entre outros tratamentos, testes rápidos e medicamentos como azitromicina, ivermectina e cloroquina, indicados por profissionais de saúde da própria corporação.

Desde que o primeiro caso da doença no estado foi confirmado, em 13 de março, 1.331 pessoas já morreram devido ao novo coronavírus. Até o início da noite de ontem, 537 pacientes, cujo diagnóstico foi confirmado, continuavam internados – 195 deles em leitos de unidades de terapia intensiva (UTI). Além desses, havia mais 691 doentes internados aguardando o resultado dos exames – 193 deles também em leitos de UTI.

Segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde no fim da tarde de ontem, dos 218.223 casos já diagnosticados em todo o país, 84.970 pacientes se recuperaram e tiveram alta hospitalar, o que representa 38,9% dos casos. O número de mortes pela doença no país chegava a 14.187 nessa sexta-feira. Um novo boletim será divulgado hoje.

No mundo, os pacientes recuperados totalizam, até o momento, 1.666.834, segundo dados do site em que especialistas da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, monitoram a evolução dos casos globais e que se tornou referência mundial.

STF destina R$ 153 milhões da Lava Jato para combater pandemia

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou hoje (15) que R$ 153 milhões recuperados pela Operação Lava-Jato sejam destinados para ações de combate ao novo coronavírus. Com a decisão do ministro, serão destinados R$ 44,2 milhões para o Maranhão, R$ 79,4 milhões para o Mato Grosso e R$ 29,6 milhões ao Tocantins. Os valores totalizam R$ 153 milhões.

Pela decisão, os estados deverão comprovar a utilização dos recursos nas ações de prevenção, contenção e combate à covid-19.

“A emergência causada pela pandemia da covid-19 exige das autoridades brasileiras, em todos os níveis de governo, a efetivação concreta da proteção à saúde pública, com a adoção de todas as medidas possíveis para o apoio e manutenção das atividades do Sistema Único de Saúde”, afirmou na decisão.

Incialmente, os recursos estavam previstos para o combate ao desmatamento e aos incêndios florestais nos três estados, no entanto, as verbas ainda não tinham sido liberadas. Dessa forma, os governos locais pediram a realocação dos recursos.

Em março, Moraes determinou que R$ 1,6 bilhão também recuperados Lava Jato fossem destinados ao Ministério da Saúde para o combate ao novo coronavírus.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: