ABANDONO: Prefeitura do Assú tem três consultórios odontológicos interditados pela fiscalização do Conselho

A população está sofrendo com o descaso e total abandono da Prefeitura do Assú, que é administrada pelo pior prefeito da história da cidade, Gustavo Soares, que não quer saber de trabalhar para solucionar os problemas que afligem a população que o elegeu prefeito em 2016.

Hoje, mais uma prova desse descaso e abandono vem à tona, com a fiscalização exemplar do Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Norte, que interditou três consultórios da Prefeitura do Assú, nos bairros Bela Vista, Dom Elizeu e Lagoa do Ferreiro, onde foram constatadas irregularidades, com problemas graves, como rachaduras nos tetos, e que por representarem risco aos pacientes, foram obrigados a fecharem as portas.

Provavelmente o Conselho Regional informará ao Ministério Público do RN sobre as irregularidades encontradas, e a Prefeitura terá que se pronunciar sobre as reformas e/ou melhorias que terão que ser feitas, para que as unidades possam ser reabertas no município.

O prefeito que é turista em Assú, não está nem aí para cumprir as regras de condições básicas para funcionamento dos consultórios, e quando soube por terceiros que nervosos, falaram da interdição, já foi logo informando que estava em Natal, e só retornaria na próxima semana, deixando claro, a realidade de abandono em que a cidade vive.

Sul da Califórnia é atingido por maior terremoto na região em duas décadas

Resultado de imagem para Sul da Califórnia é atingido por maior terremoto na região em duas décadas

Um terremoto de magnitude 6,4, considerado forte e capaz de causar danos graves, atingiu nesta quinta-feira (4) o sul da Califórnia, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).

O corpo de bombeiros do condado de Kern publicou em uma rede social que está atendendo a “quase duas dezenas de incidentes que vão de assistência médica a incêndios ao redor de Ridgecrest”, cidade a cerca de 250 quilômetros a nordeste de Los Angeles.

A prefeita de Ridgecrest, Peggy Breedon, disse à rede de notícias CNN que objetos caíram de prédios, atingindo pessoas. Ela também mencionou incêndios e linhas de gás quebradas. As primeiras informações disponíveis não mencionam vítimas.

“Estamos acostumados a terremotos, mas não dessa dimensão”, disse. O governo da cidade pediu aos moradores que ofereçam ajuda uns aos outros, especialmente a idosos, grande parte das 27,6 mil pessoas que formam a população local.

Leia maisSul da Califórnia é atingido por maior terremoto na região em duas décadas

Bolsonaro escolhe Carlos Velloso Filho para vaga de ministro-substituto do TSE

Resultado de imagem para bolsonaro

A nomeação deve ser publicada na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro decidiu escolher o advogado Carlos Velloso Filho para a vaga de ministro-substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo apurou o Estadão/Broadcast. A nomeação deve ser publicada na edição desta sexta-feira do “Diário Oficial da União”.

Na última segunda-feira, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, entregou pessoalmente a lista tríplice a Bolsonaro. Conforme antecipou o Estadão/Broadcast, Velloso Filho era considerado o favorito para a vaga. Ele é filho do ex-presidente do STF Carlos Velloso.

A nomeação de Carlos Velloso Filho ocorre em meio à controvérsia com a lista tríplice do TSE, encabeçada pela advogada Daniela Teixeira, que já defendeu publicamente a condenação de Jair Bolsonaro no caso em que ele é réu por incitação ao crime de estupro.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, ironizou na semana passada o nome de Daniela.

Leia maisBolsonaro escolhe Carlos Velloso Filho para vaga de ministro-substituto do TSE

Agreste: PSDB de Pedro Velho fará Convenção neste sábado à noite com a presença do presidente Ezequiel Ferreira

Partido vem recebendo novas filiações em todas as regiões do Estado e se prepara para as Eleições 2020

O PSDB potiguar vem se fortalecendo para as Eleições Municipais de 2020. Neste sábado (6), a partir das 19h, no Centro de Idosos do município de Pedro Velho, acontece a Convenção Municipal da sigla, que elegerá o jovem médico Dr. Targininho, como presidente do Diretório Municipal. O presidente regional do PSDB, deputado Ezequiel Ferreira de Souza estará presente ao ato partidário.

Pedro Velho é um município importante do Agreste Potiguar, onde tem hoje cerca de 15 mil habitantes. O PSDB na cidade ganhará novos filiados e vai ter candidatura própria em 2020 e uma nominata forte para a Câmara Municipal. Dr. Targininho é neto dos ex-prefeitos Lilita e Dr. Gilberto Targino.

No Rio Grande do Norte, o PSDB tem hoje mais de 30 prefeitos e vice-prefeitos, 108 vereadores em todas as regiões do Estado e conta com a maior bancada na Assembleia Legislativa: Gustavo Carvalho, Tomba Farias, José Dias, Raimundo Fernandes e Ezequiel Ferreira, que preside o Poder Legislativo. Essa semana o PSDB está fazendo suas convenções municipais no Agreste, Alto, Médio e Oeste Potiguar, Vale do Açu, Seridó, Mato Grande, Potengi e Trairi e construindo nomes fortes para disputar as próximas eleições.

Declarada inconstitucionalidade de lei que reajusta salário de servidores de Galinhos

Os desembargadores que integram o Pleno do Tribunal de Justiça do RN declararam a inconstitucionalidade das emendas acrescidas ao projeto de Lei nº 398/2017, do Município de Galinhos, que dispõe sobre o reajuste salarial dos servidores, por afronta aos artigos 46 e 47, da Constituição Estadual. O julgamento se relaciona a uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, sob a relatoria do desembargador Ibanez Monteiro, o qual definiu efeitos “ex tunc”, que anulam a legislação desde o momento em que foi publicada pela Câmara Municipal.

Na ação, a Prefeitura destacou que durante o processo legislativo, foram apresentadas três emendas verbais: a primeira estabeleceu aumento do percentual de reajuste proposto no projeto de lei; a outra acrescentou duas categorias a serem contempladas pelo reajuste salarial e, por fim, antecipou a data de início do incremento remuneratório.

O prefeito vetou as alterações inseridas pela Casa Legislativa, porém, o veto foi derrubado pela Câmara Municipal. Diante disso, sustentou que tal lei recai em vício de inconstitucionalidade, pois o Poder Legislativo municipal apresentou emendas em matéria de iniciativa exclusiva do chefe do Poder Executivo.

Leia maisDeclarada inconstitucionalidade de lei que reajusta salário de servidores de Galinhos

Não menti nem fui coagido a incriminar Lula, diz empreiteiro da OAS

Em carta enviada com exclusividade à Folha, a testemunha-chave para a condenação do ex-presidente Lula no caso do tríplex de Guarujá (SP) reafirma as acusações que fez contra o petista, diz que todas foram endossadas por provas e rechaça a possibilidade de ter adaptado suas declarações para que seu acordo de delação premiada fosse aceito pela Lava Jato.

“Afirmo categoricamente que nunca mudei ou criei versão, e nunca fui ameaçado ou pressionado pela Polícia Federal ou Ministério Público Federal”, diz.

“A minha opção pela colaboração premiada se deu em meados de 2016, quando estava em liberdade e não preso pela Operação Lava Jato. Assim, não optei pela delação por pressão das autoridades, mas sim como uma forma de passar a limpo erros”, completa o ex-executivo da OAS.
Léo Pinheiro diz ainda que seu “compromisso com a verdade é irrestrito e total”. Por isso, a elucidação de “fatos ilícitos que eu pratiquei ou que tenha tomado conhecimento é sempre respaldada com provas suficientes e firmes dos acontecimentos. Trata-se de um caminho sem volta”.

“Não sou mentiroso nem vítima de coação alguma”, afirma. “A credibilidade do meu relato deve ser avaliada no contexto de testemunhos e documentos.”

O ex-presidente da OAS decidiu enviar a carta depois de reportagem da Folha, no último domingo (30), produzida a partir de análise de mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil, ter mostrado que o empreiteiro foi tratado com desconfiança pelos procuradores da Lava Jato durante quase todo o tempo em que se dispôs a colaborar com as investigações.

Leia maisNão menti nem fui coagido a incriminar Lula, diz empreiteiro da OAS

Fátima enfrenta protesto, críticas e ameaça de greve de servidores

O Fórum dos Servidores Estaduais, formado por todas as categorias de trabalhadores, protocolou no governo um documento oficializando a insatisfação das categorias com o calendário anunciado na semana passada. Em reunião com o Fórum dos Servidores na quinta-feira (27/06), o governo havia adiantado que o pagamento das folhas salariais do funcionalismo continuaria ocorrendo dentro do mês, nos dias 15 e 30 de julho, 15 e 30 de agosto e nos dias 16 e 30 de setembro. Servidores sinalizam com greve a partir do dia 5.

Mesmo com os protestos promovidos pelos servidores estaduais, o Governo do RN pretende manter a proposta de calendário de pagamento comunicada na semana passada. A informação é do chefe do gabinete civil, Raimundo Alves. “O governo vai cumprir, só tem uma rejeição e não tem uma proposta diferente. O Governo mantém a proposta, a única coisa a se fazer é manter a proposta, não tem nem outra”, afirmou Raimundo Alves à TRIBUNA DO NORTE. “A ideia do Governo é manter, até que se tenha outra posição, a ideia é manter o calendário”, concluiu.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado (Sinsp-RN), Janeayre Souto, informou que o Fórum não concordou com a mudança de faixa salarial, pois no meio de cada mês, os salários vinham sendo pagos pelo bruto, pra quem ganhava até R$ 5 mil. A nova proposta limitou o pagamento pela remuneração líquida e até quem ganha R$ 3 mil e para 30% de quem ganha acima desse valor.

Janeyre Souto disse que o Fórum não tem nenhuma contraproposta a apresentar ao governo, até porque o que foi apresentado no dia 27 de junho não foi objeto de diálogo por parte do governo, o que houve foi uma “imposição” por parte da governadora Fátima Bezerra (PT), segundo a representante sindical.

O clima de insatisfação dos servidores em relação à falta de proposta do Governo do Estado para reajuste de salários e pagamento dos salários atrasados pode levar o funcionalismo da administração indireta, autarquias e fundações, a entrarem em greve a partir da próxima sexta-feira, 5, disse o coordenador-secretário do Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do RN (Sinai), Santino Arruda.

Segundo Santino Arruda, os servidores da administração direta e indireta, através do Fórum Estadual, reivindicam reajuste de 16,38%, o mesmo concedido aos procuradores estaduais pela governadora Fátima Bezerra. “Queremos o mesmo reajuste concedido aos procuradores”, afirmou. Segundo ele, o Sinai disponibilizou sua assessoria jurídica para demonstrar que o Governo não é obrigado a dar o reajuste de 16,38% aos procuradores. “Se o governo insistir em não dar aumento vai ter greve, sim”, anunciou o sindicalista. A proposta será discutida na sexta-feira.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: