Em clima de forte violência no RN, ônibus intermunicipal é assaltado e passageiro baleado

Imagem

Enquanto a governadora Fátima Bezerra, do PT, gasta milhões em propaganda com emissora de TV e portais de notícias do RN, querendo forçar a população a acreditar numa suposta redução da violência, um ônibus de passageiros intermunicipal, que faz linha Grossos/ Mossoró, foi assaltado no início da noite desta quarta feira, 17 de abril, na RN 012 próximo a Comunidade rural de Caenga, zona rural de Grossos.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar ao blog Fim da Linha, o ônibus trafegava pela rodovia quando foi interceptado por três bandidos que saíram do mato e já efetuando disparos de arma de fogo forçando o motorista a parar o veículo.

Durante os disparos, um taxista identificado como, Aldriano José, que vinha como passageiro, acabou sendo baleado no torax e socorrido para o hospital de Grossos e depois transaferido para o Hospital Tarcísio Maia em Mossoró RN. Percebendo que havia passageiro ferido, o motorista parou o ônibus na estrada.

Os criminosos entraram no veículo e promoveram um verdaeiro arrastão, levando pertences das vítimas. Após a ação criminosa, o bando fugiu e até o momento não foi localizado. Uma guarnição da Polícia Militar, foi ao local e orientou as vítimas que compareçam nesta quinta feira à Delegacia de Polícia Civil da Cidade para registrar boletim de ocorrência (BO). Ainda não há informações sobre o estado de saúde do passageiro baleado.

Em Upanema, agricultor é assassinado na terra da governadora Fátima Bezerra

Fátima quer convencer a população que existe redução da violência e tem investido milhões em propaganda

Na data em que a governadora Fátima Bezerra, do PT, festejou uma suposta redução da violência no RN,  um agricultor foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (18) no Projeto de Assentamento São Geraldo, em Upanema/RN, Francisco José da Silva, 44 anos. Segundo O Câmera, ele foi atingido por várias pauladas em sua residência, Francisco ainda chegou a ser socorrido para o hospital de Upanema, mas já chegou sem vida.

Segundo a polícia, Francisco não tinha nenhum envolvimento com ilícitos. O corpo do agricultor será encaminhado para a sede do ITEP na cidade de Mossoró, onde passará por necropsia.

Esse foi o 3º homicídio do ano de 2019 em Upanema, a polícia ainda não sabe o que levou a motivação desse crime que será investigado pela Policia Civil.

Mais um é morto a tiros após divulgação da suposta redução da violência

Imagem

O preso em liberdade monitorada por tornozeleira eletrônica, Marcos Emanuel Moreira de Almeida de 28 anos, foi morto a tiros nos Pintos em Mossoró, na tarde de hoje, 18 de abril na Rua Antônio Mendes da Silva, próximo ao Supermercado Cristal no bairro Costa e Silva “Pintos”, dia em que a governadora do PT Fátima Bezerra, comemora uma suposta redução da violência divulgada pelo portal de notícias G1 RN ligado a Inter TV Cabugi.

Segundo informações, fazia apenas dois dias que o mesmo havia deixado a prisão. Na tarde de hoje, criminosos usando capacete, chegaram na residência da família procurando por ele, que se encontrava na casa da vizinha. Quando “Marquinhos” retornava para ver quem era, foi morto na calçada de casa. Populares informaram a polícia terem ouvidos estampidos de tiros, mas ninguém viu nada.

Afinal, quem diabo acredita nessa badalada redução informada pela TV e a governadora ?

Assaltante morre na troca de tiros com a PM e governadora comemora redução da violência

O Rio Grande do Norte foi o segundo estado com a maior redução no número de homicídios no 1º bimestre deste ano, segundo  o Monitor da Violência do G1, portal de noticia ligado a Inter TV Cabugi, e para comemorar a façanha da governadora Fátima Bezerra,  um assaltante morreu após trocar tiros com policiais militares na manhã desta quinta-feira (18) no conjunto Cidade Satélite, na Zona Sul de Natal.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito, que estava armado com um revólver, chegou em uma moto a uma academia na Avenida Xavantes, quando o proprietário abria o estabelecimento.

Porém, ao perceber a situação, o dono da academia saiu correndo. A ação foi percebida por outras pessoas, que acionaram a PM.

Viaturas foram ao local e fizeram um cerco, pelas ruas do bairro. Havia a suspeita de que o assaltante tinha feito uma refém dentro de uma casa.

No entanto, segundo a polícia, o homem se deparou com os policiais no meio da rua e começou a atirar. Os policiais revidaram.

Ferido, o homem ainda foi encaminhado ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, na Zona Leste, mas não resistiu e morreu.

Com ele, foi apreendido um revólver com quatro munições, sendo três deflagradas.

Jarbas diz que não foi dito nome de ninguém sobre a máfia dos sem nomes do hospital do Assu

A imagem pode conter: 3 pessoas
Jarbas a serviço dos Soares, deixa Liduina jogar lama podre na vida de médicos e enfermeiros, envergonhando seus familiares e amigos

O radialista Jarbas Rocha que contou com o apoio do diretor da Princesa FM Lucílio Filho, para convidar a ex-diretora do hospital regional Dr Nelson Inácio Liduina Melo, para obedecer as ordens do deputado estadual George Soares, saiu hoje em defesa da protegida e amiga especial do secretário Nuilson Pinto, o Pavão, durante o programa Caderno do Ocorrências, alegando que ela não tinha dito nome de ninguém.

Na avaliação de Jarbas, que não teve o cuidado e a responsabilidade de filtrar as acusações graves e sérias de Liduina que atingem a todos, a comunidade com mais de 230 pessoas que trabalham no hospital e de uma hora para outra, foram acusadas de integrar uma máfia que pratica a compra e venda de plantões.

Para Jarbas, uma acusação de venda de cirurgias do SUS e da realização exames de ultrasonografia ás escondidas por politicagem e outras acusações que colocam dúvida sobre todos os servidores e funcionários do hospital, não é nada demais e ele pode impunemente deixar a protegida e aliada política do seu patrão e deputado George Soares, fazer uma baixaria desse porte.

Agora fica uma pergunta: O leitor imagine ai se alguém diz que na Princesa FM tem funcionário ou funcionária fazendo algo que caracteriza crime sem citar nomes, como é o caso da denúncia de Liduina sobre médicos e enfermeiros do hospital,  o diretor Lucílio Filho, ia gostar disso?

Um velho ditado diz que pimenta na boca dos outros é refresco !!!

Sindsaúde e diretor repudiam acusações de ex-diretora do hospital do Assú

O atual diretor geral do Hospital Regional Dr. Nelson Inácio em Assú Andrierio Lopes, esteve hoje no programa Caderno de Ocorrência par reagiu firmemente sobre a acusação da ex-diretora, Liduína Melo,  em que sem provas fez graves acusações contra profissionais do hospital de Assú de “formar quadrilha” e médicos de “vender cirurgias do SUS”.

Ele disse repudiar veementemente as informações da ex-diretora contra uma coletividade de profissionais da saúde – de diferentes categorias – do cometimento de crimes no interior da unidade hospitalar, tais como: de que os profissionais estariam formando “uma quadrilha”; de que haveria uma “máfia” de compra e venda de plantões na enfermagem; de que médicos estariam vendendo cirurgias do SUS em troca de dinheiro; entre outras acusações.

Segundo direção do Sindsaúde Mossoró, as acusações de Liduina são gravíssimas que se levantam contra trabalhadoras e trabalhadores do hospital como um todo. Todavia, Liduina, em nenhum momento, apresenta nomes ou cita provas do que alega – portanto faz uma delação de crimes, levantando o clima de desconfiança e denegrir a imagem dos profissionais Hospital Nelson Inácio dos Santos.

NOTA

Nós do Sindsaúde Mossoró nos opomos a quaisquer práticas ilegais ocorridas no exercício da profissão de enfermagem e de todas as outras carreiras da saúde, todavia percebemos como crime a prática de calúnia, ou seja, imputar a alguém falsamente fato entendido como crime (artigo 138 do Código Penal).

Portanto, repudiamos a atitude de disseminar a desconfiança e difamar a imagem de profissionais da saúde – praticada pela ex-diretora Liduina Melo – e acusar uma coletividade da prática de crimes, sem apresentar provas contundentes que sustentem a seriedade das acusações”, diz uma nota.

Médicas do Assu fazem ultrassonografia as escondidas, acusa ex-diretora de hospital

Com o apoio total e irrestrito do apresentador Jarbas Rocha, e do seu chefe e diretor da Princesa FM Lucílio Filho, obedecendo a orientação do deputado George Soares, convidou  ontem a ex-diretora Liduina Melo, para sem prova e sem citar nomes, usar microfones do programa Caderno de Ocorrência, enlamear e enxovalhar a honra de todos os médicos, enfermeiros e outros profissionais do hospital regional Dr Nelson Inácio em Assu, já que a acusação dela, não cita os nomes dos envolvidos de integrarem a máfia que pratica a compra e venda de plantões no hospital.

Resultado de imagem para jarbas rocha e george soares

No programa, a ex-diretora Liduina Melo acusou sem citar nomes, duas médicas que trabalham para o hospital regional Dr Nelson Inácio com exames de ultrassonografia, técnica que permite visualizar certos órgãos internos ou um feto, graças ao emprego do ultrassom; ecografia e ultrassom, de realizarem esse procedimento as escondidas, sem que quase ninguém saiba da sua realização gratuita. Ela citou que até mesmo prefeitos e secretários de saúde de outros municípios, não tem conhecimento que esses exames são feitos gratuitamente. ESCUTE TRECHO DA ENTREVISTA DE LIDUINA ABAIXO

Médicos são acusados de enriquecimento ilícito em Angicos pelo MP

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, pela Promotoria de Justiça de Angicos determinou a abertura de inquérito civil para investigar suposto enriquecimento ilícito, causado pela ausência ao trabalho de 02 (dois) médicos do Hospital Regional de Angicos, de 2014 a 2017.

Os dois suspeitos segundo a denúncia do MP são Carlos Magalhães França e Marcos Guimarães Klemig.

Prefeito de Felipe Guerra é suspeito de malversação no gerenciamento do Fundo de Previdência

Prefeito: Haroldo Ferreira de Morais

O prefeito de Felipe Guerra  Haroldo Ferreira Morais e o presidente do Fundo de Previdência do município de Felipe Guerra FGPREV Alcimar Alves de Morais, foram intimados pelo Ministério Público a comparecer na Promotoria de Justiça do municipio , no dia 25 de abril de 2019, às 14:00h, acompanhados por seus respectivos advogados, a fim de prestarem esclarecimentos sobre suposta malversação no gerenciamento do Fundo de Previdência Municipal de Felipe Guerra/RN.

O Ministério Público com a viabilidade da continuação das investigações para averiguar o objeto do procedimento e, posteriormente, eventual proposição de Ação Civil Pública, Denúncia e/ou Arquivamento, instaurou Inquérito Civil para apurar a denúncia de malversação e os dois o prefeito e o presidente foram intimados a se fazer presente no dia 25,

Ex-diretora Líduina é acusada de falcatruas nos plantões de hospital em Mossoró

Ex-diretora Liduina, a protegida do deputado George Soares e do secretário Nuilson, o Pavão, é acusada de falcatruas em Mossoro

Enquanto o apresentador do programa Caderno de Ocorrências Jarbas Rocha, da Princesa FM, com o aval do diretor Lucílio Filho, levou a ex-diretora do Hospital Regional Dr Nelson Inácio em Assu Liduína Maria Dantas e Melo, a pedido do deputado estadual e líder do governo na Assembléia, George Soares, a enxovalhar e a enlamear a  honra de ex-diretores, médicos, enfermeiros e demais servidores com a acusação de máfia existente no hospital que pratica a compra e a venda de plantões, a 11a PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MOSSORÓ, aravés da Promotor de Justiça Micaele Fortes Caddah  acusa a ex-diretora de ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública.

Segundo a promotora de Justiça, nos autos do Inquérito Civil n. 06.2015.000006376-5, foram remetidos documentos, por meio do ofício n.404/2017-llaPmJM, para a Exma. Prefeita de Mossoró a fim de ser instaurado procedimento administrativo disciplinar para apurar falta funcional da servidora pública Liduína Maria Dantas e Melo diante do confronto de plantões registrados em 05 de junho de 2014, porém nenhuma providência foi tomada pela administração pública municipal.

Resultado de imagem para Unidade de Pronto-Atendimento Conchecita Ciarlini

Segundo o MP, em 12 de março de 2014, a servidora pública referida apresentou atestado médico perante a Unidade de Pronto-Atendimento Conchecita Ciarlini e, na mesma data, compareceu ao plantão na cidade de Lajes conforme documento de fl. 247 dos autos citados. E continua ainda, que a servidora pública mencionada possui carga horária de vinte horas semanais no município de Mossoró e chegou a dar trinta e quatro plantões em um único mês em afronta, portanto, ao Plano de Cargos Carreiras e Remunerações – PCCR – do Município de Mossoró – Lei Complementar n. 20/2007.

Segundo a promotora de Justiça,o órgão ministerial tem verificado a falta de controle do município de Mossoró, em especial da Secretaria de Saúde em relação ao número de plantões por servidor público, inclusive por não observar eventual carga horária decorrente de acúmulo de cargos públicos. A promotora Micaele Fortes Caddah pede a prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlin que regularize a situação da servidora pública Liduína Maria Dantas e Melo a fim de que não mais realize plantões eventuais. VEJA DOCUMENTO COMPLETO AQUI

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: