IFRN abre 240 vagas em pós-graduações

Resultado de imagem para ifrn natal

A Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do IFRN divulgou hoje (12) três editais para Pós-Graduações lato sensu em nível de Especialização, presenciais e à distância. Ao todo são 240 vagas, distribuídas entre os campi Apodi, Canguaretama, Currais Novos, Natal-Cidade Alta e Parnamirim.

As inscrições para os três processos seletivos, referentes aos editais n° 15/201916/2019 e 17/2019 têm início no dia 15 de abril e seguem até 6 de maio, via Portal do Candidato.

Oportunidades

Nos campi Apodi, Currais Novos e Parnamirim estão sendo disponibilizadas 120 vagas para o curso de Especialização ‘Ensino de Ciências Naturais e Matemática’, conforme o edital nº 15/2019. Podem se inscrever portadores de diploma de graduação em Física, Química, Biologia ou Matemática, e professores das áreas de Ciências Naturais (Física, Química ou Biologia) e Matemática, desde que sejam portadores de diploma de curso superior, tendo prioridade os com diploma de licenciatura, e que estejam atuando em sala de aula nas áreas de formação do curso. As aulas serão nas terças e quintas-feiras, no turno da noite.

Leia maisIFRN abre 240 vagas em pós-graduações

Prefeito Gustavo Soares deixa o Assu na escuridão

O prefeito do Assú Gustavo Soares deixou a cidade ma escuridão. Um popular ACABOU DE enviou para o Blog do VT o flagrante dessa irresponsabilidade do filho do Jacaré e irmão do deputado George Soares, que não tomou nenhuma medida para mandar consertar as lampadas dos postes da rua Ulisses Caldas no centro comercial da cidade.

O descaso do prefeito Gustavo Soares, é irritante e ainda, a população tem de ouvir propaganda enganosa da Princesa e do seu repórter Jarbas Rocha que se aliou ao diretor Lucilio Filho para enganar o povo do Assu. Os dois lacaios dos irmãos Soares, não dizem um pio com medo de perderem a boa bolada no final do mês. VEJA O VIDEIO ABAIXO

Alunos da Escola JK em Assu temem tragédia igual a Suzano mas diretor tranquiliza

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Após a tragédia do massacre que deixou dez jovens mortos num colégio estadual de Suzano, na Grande São Paulo, os alunos da rede estadual de ensino começaram a ficar assustados com a notícia de que a Escola Estadual J. K, em Assú, corra o risco de ser palco também de uma tragédia, mas o diretor da escola Valderedo de Melo Silva descartou essa possibilidade, classificando como Fake News, as conversas que tem circulado em vários grupos do WhatsApp entre centenas de alunos.

O professor Valderedo Melo nega veementemente a possibilidade de risco de massacre no J.K. em Assú, alegando que tudo começou após um estudante que não aceitava o fim do relacionamento que tinha com uma jovem que também estudava na própria unidade escolar e chegou a dizer algumas coisas sobre a ex-namorada e não direcionadas a comunidade escolar. O diretor pede calma e diz ter tomado todas as providências para resolver a situação, tranquilizando os pais de milhares de alunos do JK.

A população escolar do Assu ainda lembra muito bem tragégia de Suzano em que dois atiradores invadiram a Escola Estadual Raul Brasil , no Jardim Imperador, e abriram fogo a esmo no horário do intervalo. No colégio, eles mataram cinco estudantes, duas funcionárias do colégio e, logo em seguida, se mataram. O Ministério Público do Assú e o Conselho Tutelar também precisam participar dessa investigação e saber realmente quais foram providências adotadas e se envolvidos são maiores ou menores de idade.

Criminosos matam estudante dentro de ônibus escolar em Monte Alegre

Mateus Gomes da Silva, de 19 anos, foi morto a tiros dentro de ônibus escolar na região metropolitana de Natal  — Foto: Reprodução
Mateus Gomes da Silva, de 19 anos, foi morto a tiros dentro de ônibus escolar na região metropolitana de Natal — Foto: Reprodução

Apesar da badalado anúncio da governadora Fátima Bezerra, do PT, de uma suposta redução da violência e da criminalidade no RN, um garoto de 19 anos foi morto a tiros quando voltava da escola para casa em um ônibus lotado de estudantes, por volta das 22h desta quinta-feira (11) em Monte Alegre, na região metropolitana de Natal.

A Polícia Civil ainda investiga se houve uma execução ou se ele foi atingido por ter tentado reagir a um assalto.

O caso aconteceu na RN 002, próximo a uma fábrica de fraldas. A vítima identificada como Mateus Gomes da Silva, de 19 anos, estava com outros estudantes em um ônibus escolar da prefeitura do município, que leva os alunos das comunidades rurais para as escolas no centro de município e o caminho inverso, diariamente.

O veículo seguia para a comunidade de Timbaúba e teria parado em um dos seus pontos habituais, quando três pessoas saíram do matagal às margens da estrada de terra e entraram no ônibus. Durante a ação, o rapaz foi baleado na cabeça.

Avianca poderá perder ao menos 18 aviões nos próximos dias

Avianca Brasil

A Avianca Brasil, em recuperação judicial, poderá perder ao menos 18 de suas aeronaves e três motores nos próximos dias em decorrência de disputas judiciais com empresas de leasing.

Procurada, a companhia afirma que tem hoje 35 aviões em sua frota e que deverá entregar nove deles.

Os arrendadores dos equipamentos têm tentado reavê-lospor conta da inadimplência da companhia aérea, que não realiza os pagamentos desde 2018. Foram as primeiras ações judiciais que pediam reintegração de posse dos aviões que levaram a empresa a pedir a recuperação judicial, em dezembro.

A companhia havia conseguido impedir na Justiça que os pedidos de reintegração de posse prosperassem até a assembleia geral de credores, realizada na última sexta-feira (5). A reunião aprovou o plano de recuperação judicial, que não incluiu os débitos da marca com as empresas de leasing.

Os valores não pagos aos arrendadores superam R$ 1 bilhão, segundo pessoas familiarizadas com a situação da Avianca.   Ivan Martínez-Vargas – Folha de São Paulo

Leia maisAvianca poderá perder ao menos 18 aviões nos próximos dias

Bolsonaro suspende alta do diesel da Petrobras

Em dez fotos, os primeiros cem dias do governo Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que não é intervencionista, nem quer fazer “as políticas que fizeram no passado”, mas ligou para o presidente da Petrobras pedindo explicações sobre a proposta de reajuste de 5,7% sobre o preço do diesel e pedindo que recuasse da decisão.

A fala aconteceu após a inauguração do novo aeroporto de Macapá, nesta sexta-feira (12). Essa foi a primeira visita do presidente ao Amapá, o único estado que não visitou durante a campanha eleitoral, segundo ele.

Bolsonaro disse que convocou funcionários da petroleira para conversar na próxima terça-feira (16), para esclarecer a política de preços adotada. Bolsonaro questiona o porquê de o aumento ficar acima da inflação, projetada para 3,90% em 2019 (segundo o Boletim Focus do BC). Citou  também os caminhoneiros para justificar a decisão.

A categoria chegou a ameaçar uma nova greve este ano. Em entrevista à Folha, na quinta, o líder dos caminhoneiros, Wallace Landim, o Chorão, agradeceu a Bolsonaro pela decisão.  Fernanda Canofre – Folha de São Paulo

Gustavo Soares diz que Ministério Público não manda na Prefeitura do Assu

Após desobedecer a recomendação do Ministério Público para que realizasse a licitação para a contratação de empresa da coleta de lixo urbana, o prefeito Gustavo Soares, está se achando o dono do mundo e confidenciou a amigos que não cumprir a lei e que o Ministério Público do RN não manda na Prefeitura do Assu para obrigá-lo a a fazer o que não fazer.

Não tem jeito, não tenho medo de promotores de Justiça”, teria dito o prefeito durante uma conversa com algumas pessoas que foram lhe orientar a obedecer o MP e abrir imediatamente o processo de licitação.

Desde de janeiro de 2017, quando assumiu a Prefeitura do Assú, o prefeito Gustavo Soares contratou sem licitação a empresa do cunhado do presidente do diretório do PT do Assu Vouclene Bezerra que já embolsou mais de R$ 7 milhões dos cofres públicos e até final do ano, vai faturar mais de R$ 11 milhões do bolo milionário do lixo, por puro capricho do chefe do executivo que teima em não cumprir a legislação.

Hoje, o prefeito conta com o apoio do presidente da Câmara de Vereadores do Assu Francisco de Assis, vulgo Tê, que com o apoio dos outros 14 vereadores resistem e rejeitam a fiscalizar os atos administrativos do deputado George Soares que diz ter apoio da governadora Fátima Bezerra, do senador do PT Jean Paul Prates e da deputada federal Natália Bonavides, assim como da senadora do Pros Zenaide Maia e do seu irmão, o deputado João Maia, apontado como futuro candidato a governador do RN, já que a petista não disputará a reeleição.

Nélter ‘quebra os dentes’ do Jacaré com a demissão de Liduina do hospital do Assu

Resultado de imagem para nuilson e ronaldo soares

Literalmente, o deputado estadual do MDB Nélter Queiroz, aliado político da governadora Fátima Bezerra, do PT, quebrou os dentes do ex-prefeito Ronaldo Soares, o Jacaré, com a publicação da portaria assinada pela governadora e o secretário estadual de Saúde Cipriano Maia, exonerando a diretora geral do Hospital Regional do Assu Liduina Melo da função.

Liduina foi demitida após baixaria dela com o atual diretor administrativo da unidade Andriério Lopes Pereira Sobrinho. indicado por Nélter e o PT do Assú, quando ela gritou impropérios e só não chamou o rapaz de carne assada, que assistiu tudo calado.

Em Assu, conta-se que Liduina Melo estava confiante de que não sairia humilhada e derrotada desse episódio e o secretário Nuilson Pinto, o Pavão, teria dito que o Jacaré tinha falado até com o seu primo e vice-governador Antenor Roberto Soares de Medeiros, que garantiu a sua permanência no cargo, mas a governadora e o secretário de saúde Cipriano Maia, determinou a demissão.

Como consolo, a governadora do RN e o secretário de Saúde ainda colocaram que foi a pedido, uma referência que só traz mais humilhação a quem foi banida da administração hospitalar da unidade. O diretor administrativo da unidade Andriério Lopes Pereira Sobrinho que já foi diretor do hospital de Jucurutu na época da gestão do filho de Nélter e ex-prefeito George Queiroz, ficou calado e assiste a tudo de camarote.

 

Pavão não tem força política para segurar Liduina no hospital do Assu

Resultado de imagem para nuilson e liduina blog do vt

A fama de todo poderoso e homem de confiança da patota do semi deus e ex-prefeito Ronaldo Soares, o maquiavélico e velho Jacaré, o super secretário da Prefeitura do Assu Nuilson Pinto, o Pavão, apontado como eventual candidato a prefeito do Assu substituto no lugar do desmoralizado prefeito Gustavo Soares que abandonou a cidade – não teve mais força política suficiente para salvar a sua protegida e ex-diretora do hospital regional do Assu Liduina Melo.

Resultado de imagem para marly e nuilson

A esposa de Nuilson, o Pavão, Marly Medeiros, atual assessora do deputado estadual George Soares, vibrou com a notícia da exoneração de Liduina. A secretária municipal de Saúde Viviane Lima, está comemorou discretamente a saida humilhante da enfermeira do cargo de diretora geral do hospital. No entanto, quem está feliz mesmo, são os servidores como ASG, auxiliares administrativos, e profissionais médicos, enfermeiros e outros da unidade estadual de saúde no Vale do Açu.

A ordem para demitir sumariamente aconteceu após uma visita do secretário estadual de Saúde Cipriano Maia e a governadora Fátima Bezerra, não atendeu mais aos apelos do seu líder e deputado George Soares, que sem moral quis estrebuchar mas acabou igual a um cordeiro indo para o matadouro, cabisbaixo e triste. George Soares apoiava toda baixaria de Liduina e perdeu a queda de braço.

Toffoli é o “amigo do amigo do meu pai”, diz Marcelo Odebrecht à PF

O empreiteiro Marcelo Odebrecht entregou à Polícia Federal um documento em que explica a identidade de alguns codinomes citados em e-mails apreendidos em seu computador. No material enviado à Lava Jato, em Curitiba ele diz que “amigo do amigo do meu pai” refere-se ao ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O codinome foi citado em um e-mail de 13 de julho de 2007 enviado por Marcelo aos executivos Adriano Maia e Irineu Meireles. À época Toffoli era Advogado-Geral da União (AGU) no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. VEJA AQUI DOCUMENTO COMPLETO

“Refere-se a tratativas que Adriano Maia tinha com a AGU sobre temas envolvendo as hidrelétricas do Rio Madeira. “Amigo do amigo de meu pai” se refere a José Antônio Dias Toffoli. A natureza e o conteúdo dessas tratativas, porém, só podem ser devidamente esclarecidos por Adriano Maia, que as conduziu”, diz o documento enviado por Marcelo.

Procurado, o ministro não se manifestou.  Luiz Vassallo – O Estado de São Paulo

Cai Líduina da direção do hospital e regime de terror e perseguição na saúde

Liduina, a protegida do Pavão, o terror do hospital cai. Ela conseguiu ser a mais odiada até hoje pelos servidores da saúde nesse curto tempo

Após diversas denúncias de assédio moral, comportamento mesquinho e perseguidor da enfermeira Liduina Melo como diretora geral do Hospital Regional do Assú, a governadora Fátima Bezerra, acabou exonerando a protegida especial do secretário Nuilson Pinto, o Pavão e do deputado estadual George Soares, por não suportar mais as reclamações e queixas dos servidores e outros profissionais que trabalham na unidade estadual de saúde Dr Nelson Inácio.

O Sindicato dos Servidores em Saude do Estado do Rio Grande do Norte – Sindsaude/RN, ficou de vir e apurar na próxima semana, denúncia de assédio moral dela contra os servidores do hospital Dr Nelson Inácio, perseguição a servidores que não votaram no deputado George Soares, corte na alimentação dos plantonistas e distribuição de comida de péssima qualidade aos profissionais que trabalham na unidade estadual de saúde que atende toda a região do Vale do Açu.

Gilmar Mendes libera para julgamento ação que pode causar rombo de R$ 40,8 bilhões

Movimento de Dodge para enterrar a fundação também seria um afago ao STF, em especial, o ministro Gilmar Mendes. Foto: Jorge William / Agência O Globo

O ministro Gilmar Mendes , do Supremo Tribunal Federal ( STF ), liberou para julgamento a ação sobre correção monetária de precatórios antigos – ou seja, títulos de dívidas do poder público reconhecidas pela Justiça. A ação pode provocar impacto bilionário nas contas públicas. Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU), o rombo pode chegar a R$ 40,8 bilhões apenas na Justiça Federal, em relação a precatórios e outros créditos devidos pela Fazenda Pública Federal.

No mês passado, o STF começou a julgar a ação, que questiona a correção de precatórios antigos. Governos federal, estaduais e municipais querem pagar pela Taxa Referencial (TR), o índice de correção da poupança. Mas quem tem créditos a receber prefere a correção pelo índice inflacionário, que é mais alto. A maioria dos ministros votou a favor da correção pela inflação, mas o julgamento foi suspenso com pedido de vista de Gilmar Mendes.

Até agora, seis dos onze ministros do STF votaram pela aplicação imediata do IPCA-E. Outros dois ministros defendem que os débitos sejam corrigidos pelo IPCA-E a partir de 25 de março de 2015. Agora, caberá ao presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli, marcar data para retomada do julgamento.

PF indica repasses da Odebrecht a Rodrigo Maia e seu pai

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ)

Perícia da Polícia Federal encontrou nos sistemas de comunicação e contabilidade da Odebrecht registros de pagamentos de R$ 1,5 milhão para codinomes associados ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao pai dele, o ex-prefeito do Rio e vereador César Maia (DEM). Parte dos pagamentos está relacionada nas planilhas a obras da empreiteira.

O relatório da PF, de janeiro deste ano, foi enviado ao Supremo Tribunal Federal nesta semana junto com um pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para prorrogar um inquérito sobre Rodrigo e César Maia —o prazo concedido anteriormente terminou. O relator é o ministro Edson Fachin.

O inquérito, aberto após a delação da Odebrecht, apura supostos pagamentos ilícitos aos políticos entre 2003 e 2013. Também são investigadas doações eleitorais oficiais feitas por empresas parceiras a mando da Odebrecht —prática batizada de caixa três.

Dodge afirma na petição ao STF que o inquérito encontrou indícios de corrupção e lavagem de dinheiro. A assessoria de Rodrigo Maia informou que, por ora, ele não vai se manifestar.

Reynaldo Turollo Jr. – Folha de São Paulo

Leia maisPF indica repasses da Odebrecht a Rodrigo Maia e seu pai

Vou para o enfrentamento público, e crime de amizade não existe, diz Temer

O ex-presidente Michel Temer (MDB) durante entrevista exclusiva à Folha

Depois de ficar quatro dias preso em março e de se tornar réu quatro vezes nas últimas semanas, o ex-presidente Michel Temer (MDB) diz à Folha que decidiu “ir para o enfrentamento, inclusive público” contra seus acusadores.

Fora do Planalto há pouco mais de três meses, afirma ser alvo de um “núcleo punitivista” do Ministério Público e que o considera um troféu da operação.

É irônico ao falar das acusações, como quando afirma que corre o risco de ser considerado dono de concessionárias, frigoríficos e construtoras por ter editado medidas a favor desses setores. Disse que só aceitou dar entrevista porque quer “preservar a honra após ser vilipendiado”.

Afirma ainda que querem imputar a ele um “crime de amizade”, em referência ao coronel reformado da PM paulista João Baptista Lima Filho, dono da empresa Argeplan, suspeita de receber repasses de propina a seu favor.

Também reserva seu estoque de críticas para a acusação de lavagem de dinheiro envolvendo a reforma da casa da filha Maristela. Segundo o Ministério Público Federal, eles usaram dinheiro de propina na obra do imóvel.

Sobre o seu sucessor, Jair Bolsonaro (PSL), é econômico nos comentários e evita fazer reparos, por exemplo, à relação conflituosa entre Executivo e Congresso atualmente. Felipe BächtoldJosé Marques – Folha de São Paulo

Leia maisVou para o enfrentamento público, e crime de amizade não existe, diz Temer

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: