Benes cobra pavimentação da BR 104 ao Ministério de Infraestrutura

Deputado, que já apresentou o pleito ao Dnit, reforçou importância da obra nos trechos não pavimentados entre os municípios de Lajes e Cerro Corá

Durante reunião dos membros da bancada parlamentar do RN, com a governadora Fátima Bezerra e o ministro de Infraestrutura Tarcísio Freitas, na noite desta terça-feira (9), o deputado federal Benes Leocádio (PRB) cobrou a pavimentação da BR 104, entre os municípios de Lajes e Cerro Corá.

De acordo com o parlamentar, a obra beneficiará quatro grandes regiões no Estado, como Central, Salineira, Trairí e Seridó, garantindo melhor tráfego e deslocamento da produção econômica do RN. “Na presença da governadora Fátima Bezerra pedimos que a pavimentação do trecho seja incluída no conjunto de obras de infraestrutura rodoviária do RN. Entendemos a importância e o clamor da população que utiliza a via diariamente e enfrenta problemas em decorrência da precariedade da estrada”, destacou o deputado Benes Leocádio.

O deputado Benes Leocádio já apresentou a demanda ao Departamento de Infraestrutura Nacional de Transportes (Dnit). “Entramos nessa luta junto com os prefeitos das cidades da região e estamos buscando apoio de toda a bancada federal para concretização desse pleito”, finalizou.

Cabo da PM é punido por criticar a governadora

Absurdo! O cabo Gonçalves Júnior foi punido disciplinarmente por criticar a governadora em rede social. Tal atitude demonstra o desprezo da governadora pela Polícia Militar, há anos isso não acontecia.

Como foi uma transgressão leve, o Cabo teve uma nota de punição e seu conceito caiu de excelente para ótimo.

Já para o Blog, o conceito do Cabo Gonçalves Júnior subiu de excelente para super excelente.

Os praças do RN estão revoltados. Blog do Negreiros

Raimundo Alves está revoltado com ‘vazamento’ no governo Fátima

Resultado de imagem para raimundo alves

O todo-poderoso Raimundo Alves, irmão da ex-secretária do governo Robinson Faria, Estella Dantas, assessora especial do deputado federal e genro do dono do SBT Fábio Faria, está revoltado com o vazamento de informações para os blogs e quer um culpado a todo custo.

O blogueiro Gustavo Negreiros mandou um recado para Raimundo, chefe de gabinete civil da governadora Fátima Bezerra, e afirma: não adianta estrebuchar.

 

Governadora Fátima do PT persegue servidor do Tarcísio Maia

A governadora Fátima Bezerra, do PT, que tem o deputado do PR George Soares, irmão do prefeito do Assu Gustavo Soares, como líder do governo na Assembléia, começou a perseguir já tem uma marca, amordaçar os servidores públicos do RN.

Aldiclésio Alves Maia, lotado no Tarcísio Maia, criticou o governo nas redes sociais e agora responde a uma sindicância. É o modelo bolivariano de governança petista, segundo o Blog do Gustavo Negreiros.

Vereadores da oposição suspeitos de corrupção querem afastar prefeito de Macau

Sem justificativas plausíveis e de forma irregular, a Câmara Municipal de Macau aceitou, por maioria simples (6 x 5), apenas por questões politicas, denúncias registrada pelo vereador Cláudio Gia (PT), em sessão realizada nesta terça-feira. Ainda que elas fossem fundamentadas, a Mesa Diretora só podia receber as denúncias, de conformidade com o Regimento Interno, com o acolhimento de 2/3 dos vereadores presentes à sessão.

Para o prefeito Tulio Lemos, que se mostrou tranquilo com a decisão da maioria simples do plenario, “o que me revolta é que a oposição está querendo gerar um fato novo. Isso que ocorreu hoje já vinha sendo projetado desde o ano passado, quando da eleição irregular da nova Mesa Diretora. Alguns vereadores da oposição querem a qualquer custo impregnar a mim a pecha de praticante de irregularidades, apesar de a nossa administração nada ter de irregular”.

Enquanto  a oposição tenta gerar tumulto com denúncias vazias contra a administração municipal,  a direção da Casa não  tomou qualquer iniciativa contra o vereador Ítalo Mendonça que está denunciado no Ministério Público por conta de falcatruas cometidas contra o poder público, nem agiu contra  o vereador Emanuel Kekel, acusado de vender emprego no legislativo e nem muito menos apurou denúncias contra o vereador Cláudio Gia por manter funcionário fantasma em seu gabinete.

O prefeito Tulio Lemos diz que “Nao temos nada a temer. O ato da Câmara é uma afronta à legislação e a nós cabe a obrigação de buscarmos abrigo na justiça”. Portal MACAUENSE

STF manda soltar Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobrás

Bendine foi acusado de exigir R$ 17 milhões em propinas da Odebrecht. Em troca, teria agido em defesa dos interesses da empreiteira.

 Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) mandou soltar nesta terça-feira (8) o ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine, preso preventivamente desde julho de 2017 pela Operação Lava Jato. Em março do ano passado, o então juiz federal Sergio Moro condenou Bendine a 11 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele é acusado de receber, em 2015, R$ 3 milhões da Odebrecht em supostas propinas.

Bendine foi acusado de exigir R$ 17 milhões em propinas da Odebrecht. Segundo a investigação, ele acabou recebendo R$ 3 milhões em três parcelas de R$ 1 milhão, entre junho e julho de 2015, enquanto ocupava a Presidência da Petrobras.

O relator da Operação Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, havia negado o pedido de liberdade em setembro do ano passado. Na ocasião, o ministro destacou que a condenação de Bendine na primeira instância manteve a prisão preventiva do executivo. A defesa recorreu da decisão do ministro, o que foi julgado nesta terça-feira pela Segunda Turma. Fachin manteve sua posição, e foi acompanhado pela ministra Cármen Lúcia.

No entanto, os ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello formaram a maioria favorável a soltura. Em troca da prisão, o executivo deverá cumprir medidas cautelares, como a proibição de deixar o País e de manter contato com outros investigados.

Leia maisSTF manda soltar Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobrás

Relator da CCJ apresenta parecer pela admissibilidade da Reforma da Previdência

Reunião na CCJ foi marcada por tensão

Depois de cinco horas de discussões, marcadas por troca de provocações entre parlamentares, empurrões e até suspeita de uso de arma por deputado, o relator da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), apresentou parecer pela admissibilidade da proposta.

Ou seja, considerou que não há qualquer inconstitucionalidade no texto. Embora não tenha feito mudança de mérito, tarefa que caberá à comissão especial, o deputado promoveu alguns ajustes de redação para, segundo ele, dar mais clareza e coerência à redação.

O documento é composto de 55 páginas. As discussões sobre o parecer devem começar no próximo dia 15. O presidente do colegiado, Felipe Francischini (PSL-PR), pretende votar a reforma no dia 17., segundo Congresso Em Foco

Veja a íntegra do relatório e do voto favorável à reforma

Weintraub vai trazer ex-integrante da gestão Temer no MEC

novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, vai trocar todos os secretários do MEC, com exceção do titular da pasta de Alfabetização, Carlos Nadalim. Já é certa a volta de Silvio Cecchi para a subpasta de Regulação do Ensino Superior. Ligado ao MDB, ele ocupou o mesmo cargo na gestão Michel Temer.

Weintraub assumiu o MEC no lugar de Ricardo Vélez Rodriguez depois de uma disputa entre militares e seguidores do escritor Olavo de Carvalho, guru do bolsonarismo. A crise que valeu o cargo de Vélez aprofundou a paralisia no MEC.

Nadalim, o único dos seis secretários que permanecerá, é ex-aluno de Olavo. O novo ministro também é entusiasta do escritor.

A Seres (Secretaria de Regulação do Ensino Superior), que deve ser reassumida por Silvio Cecchi, é considerada uma das mais complexas do MEC por cuidar de toda burocracia de regulação do ensino superior particular. A posição sempre foi alvo de pressão de empresas do setor.

Cecchi é ligado ao MDB e tem trânsito com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Foi por indicação do MDB que ele chegou ao MEC em 2016 —antes de ocupar a Seres, em agosto de 2018, era um dos diretores da Secretaria de Educação Superior.

Paulo Saldaña – Folha de São Paulo

Leia maisWeintraub vai trazer ex-integrante da gestão Temer no MEC

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: