Bolsonaro diz que fala de Maia é irresponsabilidade e que não há brincadeira

O presidente Jair Bolsonaro disse ser uma irresponsabilidade a afirmação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, de que ele estaria “brincando de presidir o país”.

“Se foi isso mesmo eu lamento, porque não é uma palavra de alguém que conduz uma Casa. É uma irresponsabilidade. A nossa forma de governar é respeitando todo mundo e o povo brasileiro. Não existe brincadeira da minha parte muito pelo contrário. Até quero acreditar que ele não tenha falado isso”, disse o presidente.

Maia fez a declaração nesta quarta (27), ao ser questionado sobre a fala de Bolsonaro de que estaria abalado por questões pessoais —uma referência à recente prisão de seu sogro, o ex-ministro Moreira Franco.

Bolsonaro esteve no fim de tarde desta quarta com empresários em São Paulo.

O encontro, que estava lotado, durou cerca de 40 minutos. Segundo pessoas presentes, ele não discursou aos convidados sobre medidas de seu governo, mas deu uma entrevista coletiva às redes autorizadas a participar do evento.

Apenas Bandeirantes, SBT, NBR, Record, Rede TV e TV Cultura foram autorizadas. Ficaram de fora a Folha, o UOL, o Estado de São Paulo, o jornal O Globo, a CBN e a Globo News.

Leia maisBolsonaro diz que fala de Maia é irresponsabilidade e que não há brincadeira

Delegado autua mãe de bebê encontrada morta em quintal por infanticídio e ocultação de cadáver

Corpo da bebê foi encontrado na manhã desta quarta-feira (27) no quintal de uma casa no bairro Rosa dos Ventos, em Parnamirim — Foto: Alan Cléber/Inter TV Cabugi

O delegado DA Polícia Civil Luiz Lucena, autuou por infanticídio e ocultação de cadáver ovem de 20 anos que mora na casa em que uma bebê foi encontrada enterrada, na Grande Natal, nesta quarta-feira (27). Ela que é a mãe da criança, confessou à polícia que  a enterrou no quintal depois do nascimento. Após isso, a mulher disse que também enterrou a placenta.

O caso aconteceu na cidade de Parnamirim, em uma residência no bairro Rosa dos Ventos. A dona da casa, mãe da jovem, contou que ouviu os cachorros latindo ainda na madrugada, mas que só levantou para ver o motivo da barulheira quando amanheceu.  Ela disse também que, ao chegar ao quintal, encontrou o corpo dentro de uma sacola e que a bebê não estava vestida. Foi aí que a polícia foi acionada.

De acordo com o delegado Lucena, após a autuação ela ficou detida e será encaminhada à Audiência de Custódia, quando a Justiça decidirá se permanecerá presa. As informações são do G1 RN

General que duvidou de tortura a Dilma é indicado para Comissão de Anistia

O general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva fará parte da Comissão de Anistia Foto: Reprodução TV Globo / Reprodução TV Globo

Entre os novos integrantes daComissão de Anistia , a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves , indicou para o grupo o general da reserva do Exército Luiz Eduardo Rocha Paiva. Ele foi comandante da Escola de Comando do Estado Maior do Exército e também secretário-geral do Comando do Exército.

Ao passar para a reserva, se tornou um dos maiores opositores públicos da ala militar à Comissão Nacional da Verdade. Em 2012, disse em entrevista à colunista do GLOBO Miriam Leitão que duvidava que a ex-presidente Dilma Rousseff tivesse sido torturada . Na ocasião, ao ser indagado sobre se a tortura era justificável, ele questionou:

— Sim, ela (Dilma) diz que foi submetida a torturas. A senhora tem certeza? — afirmou o general Rocha Paiva. — Eu não sei. A senhora quer ver uma coisa? Veja bem: quero um exemplo histórico de uma guerrilha revolucionária marxista, leninista, maoísta que não tenha usado violência, atentados terroristas e violado direitos humanos. Eu quero que me mostre um caso histórico de uma reação a essa esquerda revolucionária que tenha tido um desfecho tão pouco traumático como no Brasil. Porque na realidade, no Brasil, o governo e a oposição legal queriam a redemocratização do país. Então, no governo e na Arena era a redemocratização gradual e segura — disse ele, à época.

Para o general, o torturador é um criminoso que causa mal a “um inimigo em seus ideais”.

— Eu não estou justificando a tortura. Tortura é crime como o terrorismo é crime. Sou contra endeusar terrorista, sequestrador porque estavam combatendo pela liberdade, porque não estavam. E satanizar o torturador. O torturador é um criminoso que vê a pessoa a quem ele está fazendo mal e ele causa mal a essa pessoa que é inimiga dele, em seus ideais. O terrorista bota bomba no cinema, no saguão do aeroporto e mata mulheres, crianças e até mulheres grávidas.  O Globo

Leia maisGeneral que duvidou de tortura a Dilma é indicado para Comissão de Anistia

Governadora Fátima entrega o RN nas mãos do poder político do triunvirato Maia e Calado

Resultado de imagem para joão maia , zenaide e jaime calado

O clã Maia e Calado sob o comando da ‘santíssima trindade” política do triunvirato potiguar João Maia, Zenaide Maia e Jaime Calado, ganham a cada dia mais força no governo da professora Fátima Bezerra, do PT para montar uma base sólida para disputar o governo do Rio Grande do Norte nas eleições de 2022, já que a velha petista cansada de guerra prefere entregar o bastão do poder ao presidente estadual do PR ou ao ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante e atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Governo do RN.

Com a nomeação da governadora do PT para o primeiro suplente de deputado estadual, Jacó Jácome(PSD), foi aberta uma enorme janela para a primeira dama do município, Terezinha Maia, assumir uma cadeira na Assembléia Legislativa. No caso especíco, Terezinha passa da segunda para a primeira suplência.

Ja a nomeação de peso: Ciro Jaime, flho do ex-prefeito Jaime Calado(PMB) – atual secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico – para ser o secretário Municipal Extraordinário. Os adversários ja apontam que o prefeito Paulo Emídio (PR)  sabe que o seu projeto de reeleição está nas mãos de Jaime Calado e da
senadora Zenaide Maia Calado. .

No clã de São Gonçalo do Amarante, todos recebem salários acima de 10 mil reais, beirando os 14, segundo o jornalista Alexandre Cavalcanti.

Equipe econômica vê como certa aprovação no Senado de PEC que retira poder sobre Orçamento

A equipe econômica conta como certa a aprovação no Senado de proposta de emenda constitucional que retira do governo poder sobre o Orçamento.

A aprovação na Câmara, na noite de terça (26), se deu à revelia de uma ação do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). Na terça, eles passaram o dia em reunião com lideranças da Câmara para tentar apaziguar os ânimos na frágil relação entre o governo Bolsonaro e o Legislativo.

A proposta foi colocada em votação após um acordo de líderes dos partidos da Câmara, incluindo o PSL, partido do presidente.

O texto passou em votação relâmpago na Câmara, já em dois turnos, e agora será submetido ao crivo dos senadores. Folha de São Paulo

Leia maisEquipe econômica vê como certa aprovação no Senado de PEC que retira poder sobre Orçamento

‘Não vou jogar dominó com Lula e Temer no xadrez’, diz Bolsonaro sobre articulação

Entenda crise entre o Congresso e o governo Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na terça (26) a empresários que o visitaram em Brasília que não pretende alterar seu comportamento em relação à articulação política com o Congresso.

Ele voltou a reafirmar que não negociará cargos com os deputados e senadores nos moldes tradicionais.

E disse mais: “Não vou jogar dominó com o Lula e o Temer no xadrez”.

Bolsonaro credita o infortúnio por que passam os dois ex-presidentes a negociações pouco republicanas durante seus respectivos governos. Lula foi condenado e preso. Michel Temer foi detido na semana passada e libertado na segunda (25).

Na semana passada, no Chile, Bolsonaro disse aos jornalistas, que o questionavam sobre a crise com a Câmara dos Deputados: “O que é articulação? O que está faltando eu fazer? O que foi feito no passado? Eu não seguirei o mesmo destino de ex-presidentes, pode ter certeza disso”.

Na conversa com os empresários, que integram o grupo Brasil 200 e entregaram ao presidente uma carta em apoio à reforma da Previdência, Bolsonaro disse ainda que as propostas não foram feitas para o bem dele, Bolsonaro –e sim para todo o país.

Mônica Bergamo – Jornalista e colunista – Folha de São Paulo.

Com quase 70 anos em 2022, Fátima desistirá da reeleição de governadora

A governadora Fátima Bezerra, já desistiu do seu direito de reeleição, segundo conversa que corre solta entre petistas de alto coturnos nos corredores das secretarias estaduais.  A petista que completará 67 anos em 2022 está cansada da batalha política e alega aos mais próximos que não tem mais pique com quase 70 anos para voltar a disputar o governo do RN.

A professora confessou que o seu candidato preferencial hoje é o presidente do PR e deputado federal João Maia, irmão da senadora Zenaide Maia, que demonstra um apetite voraz para ser candidato a governador do RN. Ela destacou na conversa com amigos que já tem assegurado uma boa aposentadoria para viver e que não tem mais tesão nesse jogo.

O ex-prefeito Jaime Calado, de São Gonçalo do Amarante, marido da senador Zenaide Maia, é o substituo eventual do seu cunhado, já empregou a família toda. O filho, Ciro, está em São Gonçalo, na Prefeitura, e a fllha, Mada Cecília Calado, filiada ao PT, ganhou um senhor cargo na Assembléia Legislativa.

Agora, a família está toda acomodada: Zenaide, senadora; Jaime, secretário Estadual de Desenvolvimento; Mada, na
Assembléia, e Ciro, na Prefeitura. João está de olho no governo do Estado e o deputado George Soares, é seu afilhado mais querido.

Vereador Stélio não faz oposição e só quer água fresca e sombra em Assú

Vereador Stélio só quer moleza e pode desistir da reeleição

O vereador Stélio Márcio de Sá Leitão, cotado para disputar a vaga de vice-prefeito na chapa encabeçada pelo prefeito Gustavo Soares, que disputará a reeleição após a juíza eleitoral do Assú Suzana Paula de A. Dantas Corrêa inocenta-lo da acusação de recebimento de doação ilegal de empresa ou indicará o secretário Nuilson Pinto, vulgo Pavão, como candidato a prefeito da patota do Jacaré, por indicação debaixo dos panos do pastor da Assembléia de Deus Alfredo Melo, não fiscaliza mais nada do governo e só quer água fresca e sombra.

O vereador que se elegeu com o apoio do empresário Patrício Júnior e após a derrota dele para o atual prefeito Gustavo Soares na campanha eleitoral de 2016, aderiu logo ao governo municipal no começo da gestão do filho do Jacaré e depois foi expulso igual a sapo a pontapés pelo deputado George Soares, agora quer voltar com a ajuda do pastor da Assembléia de Deus Alfredo Melo que exerce o papel de garoto propaganda do governo e tem uma amizade com o deputado federal João Maia e com a senadora Zenaide Maia que lutam para garantir ao seu filho e sargento da PM Elieser Melo, fora do patrulhamento e do policiamento ostensivo das ruas, para atuar nos gabinetes.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: