fbpx

Flávio Rocha no jantar de amigos com R$ 1 trilhão de patrimônio

Resultado de imagem para flavio rocha e o vice presidente mourão
O empresário do RN Flávio Rocha é cotado para disputar o Governo do Estado em 2022

O presidente do Google no Brasil),  Fábio Coelho, com seus amigos André Gerdau, Vitório Demarchi (Ambev), Pedro Parente (BRF), Marcelo Melchior (Nestlé) e Flávio Rocha (Riachuelo), tem encontro marcado para jantar com o vice-presidente Hamilton Mourão.

A crise política ampliou o interesse do empresariado no jantar com Mourão na casa do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, na terça (26). Gente que ficou de fora fez contatos no fim de semana para ser incluída. A lista de convidados soma R$ 1 trilhão de patrimônio, segundo a Folha de São Paulo.

Bolsonaro determinou comemorações a 31 de março de 1964, diz porta voz

Os primeiros passos do governo Bolsonaro

O porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira (25) que o presidente Jair Bolsonaro determinou ao Ministério da Defesa que sejam feitas comemorações em unidades militares em referência a 31 de março de 1964, segundo a Folha de São Paulo.

Rêgo Barros disse que será feita uma celebração devida seguindo a ordem de Bolsonaro, mas a orientação será de que ela seja feita intramuros, ou seja, dentro de quartéis e batalhões, com a leitura da ordem do dia, realização de formaturas e palestras sobre o tema.

“Nosso presidente já determinou ao Ministério da Defesa que faça as comemorações devidas com relação ao 31 de março de 1964 incluindo a ordem do dia, patrocinada pelo Ministério da Defesa, que já foi aprovada pelo nosso presidente”, afirmou.

O presidente foi convencido pela cúpula militar sobre a necessidade de que as celebrações sejam feitas de maneira discreta, sem manifestações públicas, como era costume antes do início dos governos petistas. No primeiro mandato de Dilma Rousseff, a data foi retirada do calendário oficial de comemorações do Exército.

Polícia Civil prende foragidos da justiça em São José do Campestre

Policias civis da Delegacia Municipal de São José do Campestre e do 2º Distrito Policial de Natal deram cumprimento, na manhã desta segunda-feira (25), a dois mandados de prisão em desfavor de Francisco Nascimento da Silva, conhecido como “Francisquinho ou Chesca”, e de sua companheira, Edivânia Januário de Lucas, ambos foragidos da justiça. A prisão aconteceu na residência do casal, no bairro das Rocas, em Natal.

Os mandados de prisão se referem à Operação Chave de Ouro, realizada no ano de 2017, no município de Caiçara, São Bento do Norte e Galinhos. Segundo as investigações, Francisco Nascimento, “Francisquinho”, é apontado como sendo o principal traficante de drogas da cidade na época da operação. Ele encontrava-se foragido há anos. Além do mandado de prisão em aberto da Operação Chave de Ouro, o suspeito possui outro mandado de prisão em seu desfavor referente ao homicídio de um homem na cidade de Caiçara do Norte em 2016.

O mandado de prisão em desfavor de Edivânia  Januário de Lucas se refere aos crimes de associação ao tráfico de drogas e organização criminosa.  Ainda no decorrer das prisões, a irmã de Edivânia, Edilene Januário de Lucas, respondeu a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desacato.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: