Perdoo o Maia pela situação que ele está vivendo, diz Bolsonaro após atrito

Jair Bolsonaro

Enquanto no Brasil o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), dirige fortes críticas a Jair Bolsonaro na articulação da reforma da Previdência, o presidente disse neste sábado, 23, a empresários chilenos que atritos acontecem no País porque muitos não querem largar a “velha política”. Bolsonaro também alegou não saber por que Maia anda tão “agressivo” contra ele e declarou que perdoa o parlamentar fluminense, citando problemas pessoais do deputado — referência à prisão do ex-ministro Moreira Franco, seu sogro.

“Os atritos que acontecem no momento mesmo estando calado fora do Brasil acontecem na política lá dentro porque alguns, não são todos, não querem largar a velha política”, disse Bolsonaro durante café da manhã oferecido pela Sociedade de Fomento Fabril do Chile em Santiago. Ele não citou nomes e disse ter recebido o governo em uma crise “ética, moral e econômica”, classificou o Brasil como “campeão da corrupção”, mas com grande chance de sair do buraco desde que o país aprove as reformas, principalmente da Previdência.

Ao terminar sua primeira visita oficial ao Chile, Bolsonaro enfatizou que não vai entrar em um “campo de batalha” que não é o seu, ao se referir à cobrança de Maia para que ele assuma a liderança pela articulação da reforma da Previdência. Além disso, o presidente voltou a jogar a responsabilidade da proposta sobre Maia e o Congresso e disse não saber por que o parlamentar anda está tão “agressivo”.

Daniel Weterman e Ricardo Galhardo/Enviados especiais, O Estado de S.Paulo

Leia maisPerdoo o Maia pela situação que ele está vivendo, diz Bolsonaro após atrito

‘O mundo caiu’, disse secretário sobre tramitação da reforma da Previdência

Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho Foto: Adriana Lorete / Agência O Globo

Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, afirmou na manhã deste sábado, no Guarujá (litoral paulista), que o “mundo caiu” na sexta-feira na tramitação da reforma da previdência. Referindo-se à revolta do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), contra o governo, quando chegou a dizer que o presidente Jair Bolsonaro precisa ter convicção sobre a necessidade da reforma.

— Vim em um dia muito feliz (disse em tom irônico), pois ontem (sexta-feira) o mundo caiu e todo o processo que estávamos trabalhando deu uma degringolada, e estamos em processo de recomeçar a relação dentro do Congresso — disse Marinho em palestra no 7º Fórum Lide do Varejo.

Ele, contudo, tentou mostrar otimismo. Afirmou que tem certeza que a relação do governo com o Congresso voltará à normalidade, pois, “a reforma não é uma pauta deste governo, mas do país”.

Pela primeira vez o evento do varejo foi bastante marcado por uma pauta governamental. O debate sobre a reforma da previdência foi a tônica do começo do evento. A prisão do ex-presidente Michel Temer – que pode criar dificuldades para a obtenção de votos para a reforma -, a proposta da previdência dos militares, muito mais amena que a dos civis, e a briga pública entre o presidente da Câmara e Bolsonaro criaram um clima pesado no encontro.

— Precisamos retomar o otimismo — disse Luiz Fernando Furlan, presidente do Lide. — Sabe o que o governo poderia fazer para retomar o otimismo? O presidente e seus filhos poderiam ficar uma semana sem falar e sem usar redes sociais — afirmou o ex-ministro do Desenvolvimento, referindo-se às polêmicas da “família presidencial”, que criam embaraços políticos e impõe riscos à aprovação da reforma da previdência.

Depois de sua palestra, o secretário mostrou-se mais otimista. Em conversa com jornalistas, ele minimizou o problema: Henrique Gomes Batista – O Globo

Leia mais‘O mundo caiu’, disse secretário sobre tramitação da reforma da Previdência

Prefeito Gustavo Soares usa ‘Enchedeira’ para derrubar bar de Chico do Vale

Prefeito Gustavo Soares usou um batalhão de funcionário e uma máquina enchedeira para derrubar o Chico do Vale

O prefeito do Assu Gustavo Soares, do PR, é um sujeito autoritário e arrogante que não respeita os trâmites legais e abusa da sua autoridade para se vingar dos cidadãos que já não acreditam mais nas promessas vãs e mentirosas dele. Com ajuda maléfica do secretário Nuilson Pinto, o Pavão, que fez toda a fofoca no ouvido do arrogante e autoritário prefeito Gustavo Soares, o Assu foi palco de um espetáculo feio e deprimente de um sujeito despreparado e incompetente para governar a cidade que se acha dono dela ou propriedade do clã.

O bar de Chico do Vale apos ser derrubado foi levado para o Centro Administrativo da Prefeitura do Assu

O prefeito que age como um santo nas frente das pessoas e como o diabo por trás quando elas não vêm nada, mandou hoje empregados da Prefeitura do Assu, derrubar o bar de Chico do Vale, próximo a uma empresa de sua prima, filha de sua tia e irmão do seu pai Ronaldo Soares, casada com o empresário Karume Nascimento, sobrinho de Nuilson, só porque no bar as pessoas se reuniam para beber, se divertir e falar dos mal feitos do governo municipal.

Revoltado com a situação, o prefeito Gustavo Soares para acabar de vez com falatório sobre as irregularidades praticadas pelo seu governo que dizia cuidar de gente, mandou máquinas e funcionários da Prefeitura do Assu, derrubar o bar de Chico do Vale para evitar de que a população se junte para contestar a sua administração e revelar também os mal feitos do secretário Nuilson, o Pavão, atendendo pedido de Karume Nascimento e da dona da empresa, por pura vingança e retaliação pessoal. VEJA O VÍDEO ABAIXO

Vereadores do Assu podem deixar Ivan Júnior falando sozinho para se aliarem a Gustavo Soares

A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo Delkiza Cavalcante, pessoas sorrindo, pessoas em pé e terno

Os vereadores que votaram para eleger o atual presidente da Câmara de Vereadores do Assú Francisco de Assis, vulgo Tê, para o biênio de 2019/2020, como manda chuva da Mesa Diretora do Legislativo, e teoricamente obedecem a sua orientação política, estão se balançando para acompanhá-lo decisão de fechar o pacote político de apoio que ele pretende fechar com o prefeito do Assu Gustavo Soares, para aprovar a lei de criação de 300 cargos que serão contratados por uma cooperativa de um testa de ferro de Nuilson, o Pavão, da patota do ex-prefeito Ronaldo Soares.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Delkiza e o pastor Alfredo Melo, da Assembléia de Deus em Assu e mentor político do PR e garoto propaganda do prefeito Gustavo Soares

No pacotão de Tê, a turma de vereadores que hoje dizem apoiar Ivan Júnior, está querendo saber quais as condições e benesses de mordomias oferecidas para trair o ex-secretário apontado como candidato a prefeito do Assu nas eleições do próximo ano. Embalado com a decisão da justiça de inocentá-lo,o prefeito Gustavo Soares, quer montar uma base forte para enfrentar o ex-prefeito.

Nos bastidores comenta-se que o deputado e atual lider do governo George Soares, recebeu pedido para manter os empregos de pessoas ligadas aos vereadores nos cargos comissionados do Governo do RN, com a promessa de trair o ex-prefeito  Ivan Junior e fica com o prefeito Gustavo Soares. A força da máquina governamental começa a agir disposta a comprar tudo e todos nas eleições para prefeito do Assu no próximo ano.

Deputado do PR George Soares revela ‘podridão’ do governo Robinson Farias

Após ganhar de mão beijada um cargo de diretor da Ceasa para seu sogro Flávio Morais, pai de sua esposa Danielle Soares, das mãos da governadora do RN Fátima Bezerra, do PT, o deputado estadual do PR e líder do governo na Assembléia, George Soares, fez graves acusações na semana passada contra a lisura administrativa do ex-governador Robinson Faria, do PSD e também da sua ex-secretária de Educação do RN Claúdia Santa Rosa, de supostamente usarem dinheiro do empréstimo do Banco Mundia ao Governo do Estado, para construir duas escolas: uma sem água encanada e a outra sem rede de instalação elétrica.

O parlamentar do RN não revelou os nomes das cidades ou municípios em que foram construídas as duas escolas estaduais, mas a denúncia deverá apurada pelo Ministério Público após tomar conhecimento dessa acusação na Radio Nova 89 FM – Assú / RN na semana passada quando era entrevistado na emissora da cidade. O deputado do PR e irmão do prefeito do Assu Gustavo Soares, também do PR, não parou por ai com as acusações contra o ex-governador e a sua ex-secretaria de Educação do RN, dessa suposta aplicação irregular na construção de duas unidade educacionais do Rio Grande do Norte.

Para aumentar mais a dúvida da honradez do governo Robinson Faria, pai do deputado Fábio Faria, do PSD, o deputado George Soares, foi cruel e implacável numa outra acusação de malversão do dinheiro público dos cofres do Governo do RN, citando que na época do ex-governador Robinson um carro alugado ou contratado pela gestão, era abastecido com 30 litros diariamente nos postos de combustíveis do sistema de abastecimento da frota de veículos do Estado e como teve cortado seu abastecimento, foi abandonado próximo ao Centro Administrativo, sem ninguém saber qual é a sua identificação.

Por causa da gravidade das denúncias de um deputado estadual e vice-presidente da Assembléia George Soares, o Ministério Público do RN não ficará em silêncio para provocar o parlamentar a confirmar a acusação dita na Radio Nova 89 FM – Assú / RN, como o leitor pode ouvir abaixo:

Governo Robinson construiu duas escolas, uma sem água e a outra sem rede elétrica, acusa George Soares

Resultado de imagem para robinson e a secretaria de educação
George Soares, o ventríloquo do PT, faz denúncia grave contra o ex-governador e a sua secretária de Educação por construção construção de escolas sem as minimas condições de aprendizagem

Enquanto o genro do dono do SBT e deputado federal Fábio Faria, vivia no ano passado batendo palmas e aplaudindo, o deputado estadual George Soares, do PR, com ajuda valiosa da sua assessora pessoal Estela Dantas, irmão e homem de confiança do atual chefe de gabinete civil do governo Fátima Bezerra, o secretário Raimundo Alves – hoje, o irmão do prefeito do Assu Gustavo Soares e aliado do presidente do PR/RN e deputado João Maia, fala cobras e lagartos em Assú, usa os microfones das emissoras de rádio, para atacar o ex-governador Robinson Faria.

O filho Fábio Faria, parece não sentir nenhuma rejeição a algoz do seu pai, já tendo inclusive até dito que ia subir no palanque dele e do seu irmão para prejudicar Ivan Júnior na campanha para prefeito do Assú em 2020. Fábio Faria gosta mesmo de quem não respeita o seu pai e o trabalho dele para melhorar a cidade, mesmo com as dificuldades financeiras, mas isso é uma covardia que não tem classificação ou análise, fica a cargo pessoal do deputado federal aceitar ou não, como verdadeiras, as acusações de George Soares contra seu pai.

Com sua língua afiada de bajulador da governadora do PT, o deputado George Soares, está fazendo questão de denegrir o ex-governador Robinson Faria para agradar os xiitas do partido e do PC do B que não o engolem como líder do governo de esquerda e da centenária oligarquia dos Soares no Vale do Açu.

Segundo George, no governo de Robinson com dinheiro do Banco Mundial, foram construída duas escolas. Uma sem água potavel encanada e a outra sem instalação elétrica. E fez uma denuncia grave: o governo Robinson Faria contratou e alugou um carro que era abastecido diariamente com 30 litros nos postos de gasolinas, sem que ninguém soubesse que era pessoa contratada e que o veículo foi abandonado próximo ao Centro Administrativo.

Igreja Assembléia de Deus em Assú vira filial do PR do RN

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, multidão
Pastor Alfredo monta projeto de poder da Assembléia de Deus como braço político do PR de João Maia

A igreja evangélica Assembléia de Deus em Assú comandada pelo pastor Alfredo Melo, ex-vice-prefeito de Pau dos Ferros, filiado ao PR e cabo eleitoral e garoto propaganda do prefeito do Assu Gustavo Soares (PR), e que tem uma relação nada religiosa que agrade teoricamente a Deus pelo menos na concepção e entendimento de muito fiéis da cidade e do RN, com o presidente do PR e deputado federal João Maia e a sua irmã, a senadora do Pros Zenaide Maia e conta com o aval do deputado estadual Albert Dickson como presidente do PROS no Rio Grande do Norte e também do líder do governo do PT George Soares (PR).

Na prática, o pastor da Assembléia de Deus passou a agir como braço político pessoal do PR, com estratégia e planamento de galgar o poder no município, apesar do Brasil ser um estado laico e a congregação querer monopolizar o poder como a escolhida para se sobrepor as igreja evangélicas e de outras denominações e crenças.

O ex-vice-prefeito e pastor Alfredo Melo, ja lançou e botou o seu filho e sargento da PM Elieze Melo, como candidato a vereador do Assú para não combater a criminalidade e a violência das ruas do Estado, enquanto outros milhares de colegas da PM arriscam a vida todos os dias.

Por vontade e capricho pessoal de um pastor escolhido, ninguém sabe por quem, Alfredo Melo quer poder e tem amizade políticas poderosas ate para seu filho e sargento da Polícia Militar não atender a decreto da governadora Fátima Bezerra, do PT, porque o deputado George Soares e o deputado João Maia, não quer o sargento nas ruas mas nos gabinetes sentado atrás do birô. O pastor também não é bobo não. Ele tem dezenas de boquinhas de cargos na Prefeitura do Assu para seus familiares e inclusive uma nora.

Para disfarçar o seu projeto de poder político familiar, o astuto pastor Alfredo Melo ja espalha o boato que Marlon Gledson., da congregação da comunidade do porto Piato” é cogitado como pré-candidato a vereador de Assu, para despertar a ambição religioso do grupo sob o seu comando e desfazer também a idéia de projeto político de poder familiar mas de um grupo de evangélicos que na sua concepção precisam ocupar espaço de poder na Câmara de Vereadores do Assu e na Prefeitura do Assu.

O pastor Alfredo Melo é o defensor numero da candidatura a vice-prefeito do vereador Stélio Márcio do grupo político liderado pelos irmãos: prefeito Gustavo Soares e o deputado George Soares, ambos do PR

Ministro do STF nega liberdade a Moreira Franco

O ex-governador Moreira Franco está preso no Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói 22/03/2018 Foto: MAURO PIMENTEL / AFP

O ministro Marco Aurélio Mello , do Supremo Tribunal Federal ( STF ), negou nesta sexta-feira o pedido da defesa do ex-ministro Moreira Francopara suspender o processo que resultou na prisão dele e do ex-presidente Michel Temer. Marco Aurélio também negou o pedido de liberdade de Moreira Franco.

A defesa argumentou que o processo tinha crime conexo com a prática de caixa dois. Portanto, o caso deveria ter tramitado na Justiça Eleitoral, e não na Federal, segundo decisão tomada na semana passada pelo plenário do STF. O caso foi parar nas mãos de Marco Aurélio porque ele era o relator do processo julgado no plenário.

Carolina Brígido – O Globo

Leia maisMinistro do STF nega liberdade a Moreira Franco

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: