Assu vence após 12 derrotas e luta para não ficar de fora do campeonato Potiguar

Assu empata com Globo FC e segue sem vencer no Campeonato Potiguar

O time do Assú, terra do prefeito Gustavo Soares que mora em Natal e abandonou a cidade, e do seu irmão,  deputado George Soares, líder do governadora Fátima Bezerra (PT), depois de 12 derrotas consecutivas, venceu a primeira partida hoje na luta contra o rebaixamento do campeonato estadual de futebol.

O Assú bateu o Palmeira-RN por 3 a 1 no Edgarzão. Os gols foram marcados por Rafinha, Jânio Daniel e Ítalo, enquanto Leozinho descontou para o time de Goianinha.

Essa foi a primeira vitória do Assu em todo o Campeonato Potiguar e que de quebra tirou o Camaleão da lanterna do returno. O time vai a cinco pontos, contra dois do novo último lugar Palmeira-RN e três do Santa Cruz de Natal.

Na luta contra o rebaixamento, Assu, Força e Luz e Santa Cruz estão empatados com 10 pontos cada na classificação geral – o Assu hoje cairia pelos critérios de desempate.

O Assu volta a campo na próxima quarta-feira para encarar o ABC, no Frasqueirão, em jogo adiado. O duelo acontece às 20h30. O Palmeira-RN volta a campo no próximo fim de semana para pegar o América-RN em jogo adiado, às 16h, no Nazarenão.

Senador Jean Paul vem tomar a benção a prefeito do Assú e selar acordo nesta segunda-feira

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

O senador Jean Paul Prates, do PT/RN, estará chegando em Assú amanhã para tomar a benção do prefeito Gustavo Soares, do PR, por exigência do seu irmão, deputado do PR George Soares, líder do governo da governo na Assembléia que solicitou a governadora Fátima Bezerra (PT), a ida do senador como cumprimento prévio do compromisso do acordo político para as duas cidades do Vale do Açu para as eleições de prefeito do Assu e Ipanguaçu em 2020.

O senador petista conversara com o prefeito Gustavo Soares que excepcionalmente, amanhá estará na cidade para bater o martelo dessa parceria incestuosa do PT com o PR e depois visitará a CDL, para dar caráter de visita de trabalho para atender o petista e presidente da entidade comercial e empresarial João Nogueira, apontado como candidato a vice-prefeito ou a prefeito na definição da aliança e da composição da chapa governista do Assu e do Rio Grande do Norte.

Nesta segunda-feira, 18, o primeiro compromisso do senador será às 9h em um encontro com vereadores petistas e a militância do PT da região do Vale do Açu, a quem deverá explicar esse conchavo político e sua posição política a respeito dessa compra do deputado George Soares e se concorda plenamente com a exigência da sua colega e senadora Zenaide Maia e do seu irmão, deputado federal João Maia, de botar o PT debaixo dos pés no Vale do Açu.

Em seguida, por volta das 10h30, o senador fará uma visita ao campus da Uern- No período da tarde o senador fará uma visita ao IFRN de Ipanguaçu.

Inês Almeida e João Nogueira, os dois nomes do PT para vice ou prefeito do Assú

A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo João Nogueira, Liana Fonseca de Melo e Delkiza Cavalcante, pessoas sorrindo, pessoas em pé
João Nogueira, a sua irmã Liana Fonseca e a vereadora Delkiza, durante evento em Assú

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Assu – CDL, empresário João Nogueira, é o nome do PT, que tem o apoio do seu colega petroleiro e ex-vereador Luiz Carlos, que exerce importante cargo cargo na Secretaria Estadual de Saúde do RN e seu outro amigo e colega da Petrobrás Sá Cachina para também chefiar Serviços Gerais na Secretaria de Saúde, por indicação da deputada federal do partido, a petista Natália Bonavides, que obteve o apoio do trio na disputa por uma vaga de federal no município.

Resultado de imagem para Petistas de Assú comemoram boquinha, enquanto outros ‘chupam o dedo’
Assuenses Luiz Carlos e Sá Cachina comemoram boquinha na SESAP no governo de Fátima do PT

Para tentar barrar esse projeto de poder de aliados da deputada federal do PT Natália Bonavides em Assú, aparece a sindicalista do Sinte RN, Inês Almeida, assessora especial da governadora Fátima Bezerra, que almeja o lugar de vice-prefeita na chapa governista quer seja com o prefeito Gustavo Soares ou o secretário Nuilson Pinto, o Pavão, o candidato a prefeito do Assú no próximo ano.

O professor  e presidente do diretório municipal do PT Volclene Bezerra, está igual a barata tonta, não sabe se o cunhado vai cair fora da boquinha do monopólio dos serviços da coleta do lixo para a Prefeitura do Assu, um negócio rentável e milionário do bolo do lixo que está nas mãos dele desde que o prefeito Gustavo Soares assumiu o governo em 2017 e sem licitação mantém nas mãos dele essa mina de ouro mensal que ja rendeu mais de R$ 7 milhões para os cofres de sua empresa.

Imaculada governadora do RN ‘compra’ senadora do Pros e deputados do PR

Senadora Zenaide e o irmão deputado João Maia se vendem a Fátima do PT por emprego para marido e cunhado deles

A governadora Fátima Bezerra comprou apoio d pelo menos dois integrantes da bancada federal do Rio Grande do Norte, no jogo do toma lá dá cá, com a nomeação do secretário Jaime Calado para a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, marido da senadora do Pros e cunhado do deputado federal do PR, para apoiá-la, mas eles negam e chamam essa tapeação de gratidão e um ato de prestigiar aliados.

A senadora do Pros Zenaide Maia e do seu irmão, o presidente estadual do PR, deputado federal João Maia, um dos poucos que aparece aqui presente na foto acima com a sua irmã senadora e a deputada estadual Isolda, com o deputado Ubaldo lá no fundo na posse da governadora do PT, está dentro do barco da governadora do PT, junto com o deputado do PR George Soares, que também foi comprado com o emprego do sogro para a Ceasa e outras regalias do imaculado governo do PT.

Governadora do RN nomeia marido de senadora do Pros e cunhado de deputado do PR

A governadora do RN Fátima Bezerra, do PT, uma paraibana natural da cidade de Nova Palmeira, na Paraíba, não é casada e também não nomeou marido ou filhos, mas vem fazendo uma verdadeira farra e gastança do dinheiro público para manter seus aliados políticos do PT e de deputados estaduais, federais e senadores objetivando obter recursos da União e aprovar projetos de interesse do governo do PT na Assembléia, como sogros, irmãos, cunhados e primos em cargos comissionados no Governo do RN, como secretários, diretores e etc.

Resultado de imagem para secretário jaime calado e joão maia

A governadora petista deu cargo para o marido da senadora Zenaide Maia, do PROS e cunhado do presidente estadual do PR e deputado federal João Maia, do PR. O ex-deputado e ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante Jaime Callado, ganho o cargo de secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico.

Governador da Paraíba arranja boquinha para mulher do senador do PSB Vital do Rêgo

O governador da Paraíba, João Azevêdo

Enquanto os governadores do PSL e do DEM deram cargos para mulheres, irmãs, cunhadas, primos, sobrinhos e até ex-mulher, a outra parte dos governadores nomeou parentes de aliados políticos para cargos estratégicos. É o caso do governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB).

Ele nomeou a mulher do senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB), Ana Cláudia Vital do Rêgo, para comandar a secretaria de Desenvolvimento e Articulação Municipal.

Para comandar a Fundação Casa José Américo, principal museu sob responsabilidade do governo no estado, foi nomeada Viviane Coutinho, irmã do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), padrinho político de Azevêdo.

“São duas servidoras com vasta experiência profissional e passagem em cargos públicos de importância, capazes de contribuir com os avanços da gestão. E tão importante quanto: acreditam em nossa forma de governar”, justificou o governador a Folha de São Paulo.

Governador do DEM de Goiás nomeia dois primos

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), governador eleito por Goiás, durante entrevista à Folha em seu gabinete no Senado

Em Goiás,governador Ronaldo Caiado (DEM) nomeou dois primos para cargos no segundo e terceiro escalão.

O engenheiro Ênio Caiado foi nomeado presidente da Agetop (Agência Goiana de Transportes e Obras), enquanto o advogado Aderbal Ramos Caiado assumiu a Diretoria de Fiscalização e Monitoramento de Obras do mesmo órgão.

Pela legislação atual, as nomeações não são consideradas nepotismo: a legislação alcança parentes até o 3º grau e primos são enquadrados como parentesco colateral de 4º grau.

Caiado afirmou que os primos foram escolhidos pela competência, não pelo parentesco. E justificou as nomeações alegando que os primos sanearão a Agetop, que foi alvo de suspeitas de corrupção na gestão anterior.

“Após esse processo de assepsia, eles voltarão para as suas atividades particulares. E Goiás terá uma agência de obras pronta para desempenhar suas atividades com a lisura e com a transparência que o cidadão goiano espera e deve ter”, informou. As informações são da Folha de São Paulo

Governadores do PSL dão cargos a cunhadas, sobrinhos e até ex-mulher

Antonio Denarium, governador de Roraima eleito pelo PSL

Eleitos em 2018 com um discurso de mudança nas práticas políticas, novos governadores nomearam parentes próprios ou de aliados para cargos estratégicos em suas respectivas gestões. Levantamento da Folha de São Paulo aponta que governadores deram cargos para mulheres, irmãs, cunhadas, primos, sobrinhos e até ex-mulher.

A maior parte dos casos não é considerado irregular pelo Supremo Tribunal Federal, que não considera nepotismo a indicação de parentes para cargos considerados políticos, caso de secretários de estado, por exemplo.

Em Roraima, o governador Antonio Denarium (PSL) nomeou duas cunhadas para o secretariado: Leila Perussolo assumiu a pasta da Educação e Tânia Soares de Souza é secretária do Trabalho e Bem Estar Social.

Denarium ainda chegou a nomear sua irmã Vanda Garcia de Almeida e seu sobrinho Samuel Garcia de Oliveira par cargos de terceiro escalão na secretaria estadual de Cultura. Mas acabou sustando as nomeações diante à repercussão negativa. O caso poderia ser enquadrado como nepotismo, já que não eram cargos políticos.

Em nota, o governador informou que as duas cunhadas são servidoras concursadas e foram nomeadas a partir de critérios de meritocracia.

governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (PSL), deu cargos para a mulher e para a ex-mulher na máquina estadual. As informações são de João Pedro Pitombo

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: