Demutran do Assu não presta socorro a vítima de acidente e deixa vítima jogada no chão

Com o prefeito Gustavo Soares morando em Natal e um dos diretores do Sindsep Eurian Nóbrega, reclamando apenas do blogueiro editor do Blog do VT que mora também na capital, mas não ganha R$ 19 mil por mês dos cofres públicos para dar pelo menos expediente, a cidade está abandonada e entregue ás baratas.

Hoje, um morador revoltado com o descaso do Demutran do Assu que recebe ordens do prefeito Gustavo Soares apenaS para multar os motoristas assuences, não prestou socorro a pessoa que sofreu um acidente e ficou jogado no meio da rua abandonado como toda a população.

Na realidade, o Demutran do Assu está servindo apenas para o prefeito Gustavo Soares e o deputado George Soares fazer politicagem barata em troca de votos. VEJA VIDEO ABAIXO sobre o acidente na rua  Eufrazina Fernandes:

Polícia Civil indicia homem por latrocínio de estudante em Parelhas

Policiais Civis da Delegacia Municipal de Parelhas, concluíram, na manhã desta sexta-feira (15), as investigações do inquérito policial do latrocínio que vitimou o estudante Claudimar Jefferson da Silva Melo, de 17 anos, na Zona Rural de Parelhas. Josenildo Dias de Azevedo, conhecido como “Dido”, 30 anos, foi indiciado como autor do crime e já está preso suspeito de ter cometido um outro assassinato.

O crime aconteceu em setembro de 2018, na região do Seridó potiguar, e o corpo de Jefferson da Silva foi encontrado carbonizado no dia 25 do mesmo mês, próximo ao bairro da residência de Josenildo Dias, autor do latrocínio. A vítima teve a moto e os celulares roubados.

No dia 12 de dezembro de 2018, policiais civis realizaram diligências referentes ao caso no município de Equador-RN. Logo após, chegaram ao autor do crime, que havia sido preso por homicídio um mês depois da morte do estudante.

De acordo com o delegado Alex Wagner, responsável pelo caso, existe a possibilidade da participação de um adolescente na ação. “O adolescente envolvido teria levado o Claudimar Jefferson até o local onde ele foi morto. Porém, ele está sendo investigado em outro procedimento”, declara.

Mulher é presa por homicídio de adolescente em Mossoró

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM) Mossoró, com o Grupo Tático Operacional de Jucurutu, deram cumprimento, na manhã desta sexta-feira (15), a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Maria Luísa de Moura Diógenes, conhecida como “Docinho”, 28 anos. A prisão aconteceu por Maria Luísa, “Docinho”, ser suspeita de participar no homicídio de Geane de Melo Nogueira, 12 anos.

O crime, que aconteceu no dia 4 de novembro de 2018, no bairro Malvinas, em Mossoró, se deu em decorrência de brigas entre facções. A adolescente foi encontrada carbonizada, após ter sido sequestrada pelos suspeitos.

Caso

Em agosto deste ano, quando foi assassinado Jean de Melo Nogueira, 18 anos, iniciou-se uma série de homicídios na região. Para a família de Jean de Melo, o responsável pelo crime era Francisco Iranilson, 23 anos. No dia 4 de novembro de 2018, Francisco Iranilson, a esposa, 20 anos, e o filho Antony, de 1 ano e 6 meses, foram atacados por Jeovani e Jeferson, irmãos de Jean, em uma espécie de vingança. O bebê de 1 ano e seis meses morreu vítima dos disparos.

Ainda no dia 4 de novembro, para se vingar, supostos amigos de Francisco Iranilson invadiram a casa onde estava Geane de Melo Nogueira e a sequestraram. No dia 6 de novembro, a polícia encontrou no bairro das Malvinas, em Mossoró, o corpo identificado como sendo da adolescente.

Polícia Civil apreende fuzil em Mossoró

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) apreenderam, nesta sexta-feira (15), um fuzil calibre 7,62 em uma residência de Mossoró. Os policiais empreenderam diligências na cidade com o intuito de prender um integrante de uma organização criminosa especializada em roubos a bancos.

Através de uma denúncia anônima, foi passada a informação de que na residência estaria um criminoso bastante perigoso e foragido da justiça, de posse de um fuzil. Após a entrada no local, os policiais não encontraram o suspeito mas encontraram e apreenderam o fuzil 7,62 que estava em um dos cômodos.

Os policiais pedem que a população repasse qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito através do disque denúncia anônimo, número 181.

Polícia Civil prende mais um indiciado da Operação “Forasteiros”

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) do Estado do Mato Grosso prenderam, nesta sexta-feira (15), Alcimar Cosso Dias.

Ele é mais um suspeito da Operação “Forasteiros” (deflagrada pela DEICOR) que se encontrava foragido, e segundo as investigações, o homem é integrante de uma Organização Criminosa especializada em violação de caixas eletrônicos da rede 24 horas, farmácias, além de agências bancárias na cidade de Natal e nos Estados da Paraíba, Ceará, Espírito Santo, Pará, Goiás, Santa Catarina e Mato Grosso. Esse grupo é responsável por, pelo menos, 30 ações criminosas.

Entenda o caso

No dia 13 de fevereiro deste ano, a 1ª fase da Operação “Forasteiros” foi deflagrada com o objetivo de desarticular a organização criminosa. Ainda no dia 13 de fevereiro, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em diversos endereços de Natal, além de um mandado de prisão preventiva em desfavor de Jorge Henrique Evaristo Fernandes da Costa.

Leia maisPolícia Civil prende mais um indiciado da Operação “Forasteiros”

Suspeito de participação no homicídio do PM se apresenta à Polícia

Mais um suspeito de participação no homicídio do policial militar Ildônio José da Silva se apresentou, nesta sexta-feira (15), na 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Mossoró. Benedito Bruno Melquiades de Oliveira já possuía um mandado de prisão preventiva em seu desfavor, expedido pela Justiça em fevereiro deste ano.

O policial militar foi morto no dia 16 de agosto de 2018, na cidade de Caraúbas. Na ação criminosa, Ildônio foi identificado como policial dentro de um ônibus que estava sendo assaltado. O cabo foi levado para fora do veículo e executado.

Benedito Bruno se encontra na Cadeia Pública de Mossoró, à disposição da Justiça.

Procuradoria denuncia Mantega, Palocci e cobra R$ 5,5 bi por fraudes em negócios do BNDES com JBS

Resultado de imagem para Procuradoria denuncia 12 e cobra R$ 5,5 bi por fraudes em negócios do BNDES com JBS
Ministério Público Federal denunciou os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antônio Palocci,

O MPF (Ministério Público Federal) em Brasília denunciou nesta quinta (14) 12 pessoas, entre elas os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antônio Palocci, além do empresário Joesley Batista e do ex-presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) Luciano Coutinho. Eles são acusados de integrar um suposto esquema de corrupção e fraudes para liberar aportes da instituição financeira na JBS durante governos do PT.

Na ação, enviada 12ª Vara da Justiça Federal, procuradores da Operação Bullish cobram dos implicados um total de R$ 5,5 bilhões, sendo R$ 1,8 bilhão por prejuízos nas operações e mais o dobro disso (R$ 3,7 bilhões) por reparação de danos ao banco. Uma ação civil pública será ajuizada para, além  dos acusados, acionar a JBS e outros eventuais responsáveis a pagar a cifra.

Em 2017, a J&F, holding que controla a JBS, firmou um acordo de leniência no qual se comprometeu a pagar R$ 10,3 bilhões, ao longo de vários anos, pela participação em esquemas de corrupção em vários órgãos do governo. Desse total, R$ 1,7 bilhão destinam-se ao BNDES.

Os procuradores Ivan Cláudio Marx e Francisco Guilherme Vollstedt, autores da denúncia, explicaram que a Bullish não aderiu ao acordo e que caberá à empresa pagar o valor sobressalente, agora apontado, sem nenhuma compensação por causa da leniência.Folha de São Paulo

Leia maisProcuradoria denuncia Mantega, Palocci e cobra R$ 5,5 bi por fraudes em negócios do BNDES com JBS

Fabielle entrega medalha a prefeito do Assú e vira a bola da vez de 2020

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Vereadora Fabielle Bezerra entrega homenagem a Gustavo Soares e passa a ser apontada como a candidata governista a prefeita do Assu no próximo ano

A entrega de ontem da medalha “BARÃO DO ASSÚ LUIZ GONZAGA DE BRITO GUERRA “ ao prefeito do Assú Gustavo Soares pela  vereadora Fabielle Bezerra, durante a sessão da Assembléia Legislativa é mais um sinal que aponta-a como candidata a prefeita substituta do super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, do grupo governista liderado pelo deputado George Soares, nas eleições de 2020.

A gastança com a aquisição da medalha para homenagear o prefeito do Assu e outras autoridades, foi do atual presidente da Câmara de Vereadores do Assu Francisco de Assis, vulgo Tê do Solidariedade, que contratou empresa sem licitação por R$ 3 mil para executar serviços superficiais para adquirir a comenda para o Poder Legislativo.

Juiz homenageado pode cassar ou não, o irmão de deputado do PR a qualquer momento 

O juiz Marivaldo Dantas que tem a responsabilidade de julgar o pedido do MP Eleitoral pela cassação do mandato do prefeito do Assú Gustavo Soares, foi um dos homenageado pela Assembleia

Nos bastidores, comenta-se que a escolha da vereadora Fabielle Bezerra, para entregar a medalha ao filho do ex-prefeito Ronaldo Soares, não foi por acaso. O juiz eleitoral Marivaldo Dantas, foi também um dos homenageados ontem na sessão da Assembléia em Assú, na Câmara de Vereadores.

COMPREENDA O CASO

Na segunda-feira (29 DE NOVEMBRO DE 2016), a então juíza Aline Daniele Belém Cordeiro Lucas proferiu sua sentença sob o pedido de impugnação solicitada pelo Ministério Público Eleitoral contra o candidato Gustavo Soares, prefeito eleito da cidade de Assu.

Na sentença, a juíza julgou desaprovada a prestação de contas da campanha eleitoral do candidato do PR e filho do ex-prefeito Ronaldo Soares.

No seu despacho ela diz. “Acolho a impugnação realizada pelo Ministério Público Eleitoral, para considerar que as falhas comprometem a regularidade das contas (eleitorais).

Novas eleições

Com a reprovação das contas de Gustavo Soares, o Ministério Público pede a sua cassação e a imediata realização de novas eleições no município de Assu. O juiz Marivaldo Dantas deverá em breve dar a sentença se cassa ou não, o prefeito Gustavo Soares e a vice-prefeita Sandra Alves.

Fifa anuncia Mundial de clubes a cada quatro anos com 24 times

Troféu levantado pelo Real Madrid ao vencer o Mundial de Clubes de 2018.

Fifa anunciou hoje a reformulação do Mundial de Clubes a partir de 2021. A competição será realizada a cada quatro anos e deve contar com a participação de 24 times.

A confirmação foi feita durante entrevista do presidente da Fifa, Gianni Infantino, após reunião do conselho a entidade em Miami. A competição estreará em “junho ou julho de 2021” e entra no calendário como substituto da Copa das Confederações, que deixará de ser disputada.

“Vamos ver um torneio real, que vai coroar o campeão mundial de clubes”, disse Infantino.

Leia maisFifa anuncia Mundial de clubes a cada quatro anos com 24 times

Leilão de 12 aeroportos arrecada R$ 2,4 bilhões

Aeroporto internacional dos Guararapes, o principal terminal do leilão desta sexta-feira (15)

O leilão de 12 aeroportos regionais, realizado nesta sexta-feira (15), arrecadou R$ 2,377 bilhões em outorga, que serão pagos à União na assinatura dos contratos.

Foram leiloados três blocos, nas regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste.

Os ágios somados ficaram em R$ 2,158 bilhões, que representa 986% de aumento em relação aos preços mínimos definidos pelo governo. Investidores de consórcios perdedores avaliaram que o ágio ficou muito elevado porque os lances mínimos foram subavaliados.

No bloco do Sudeste, por exemplo, o valor mínimo era de R$ 46,9 milhões —ao fim, o lote foi arrematado pela empresa suíça Zurich por R$ 437 milhões.

O bloco do Nordeste, considerado o principal do leilão, tinha lance mínimo de R$ 171 milhões. O valor terminou em R$ 1,9 bilhão após disputa acirrada entre a espanhola Aena, vencedora do certame, e a Zurich.

O lote de aeroportos do Centro-Oeste, o menor dos três, tinha valor mínimo de R$ 800 mil. O lance vencedor, do consórcio Aeroeste (Socicam e Sinart), foi de R$ 40 milhões.

O valor de investimento total gerado pelo leilão é de R$ 3,5 bilhões, que serão aplicados ao longo dos 30 anos de contrato.  Taís Hirata e Joana Cunha – Folha de São Paulo

Leia maisLeilão de 12 aeroportos arrecada R$ 2,4 bilhões

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: