fbpx

Vereadores da chamada oposição não defendem as famílias dos ataques de George Soares

Resultado de imagem para vereadores da oposição Assu

Enquanto o deputado do PR e líder do governo Fátima Bezerra, na Assembléia, George Soares, usa os microfones do programa Sala de Redação da Princesa FM, sob o comando do seu radialista de recados Jarbas Rochas, para denegrir o trabalho sério e responsáveis de duas ex-diretoras do hospital regional Dr Nelson Inácio em Assú Ester Tavares e Siana Mendes, sem que os atuais cinco vereadores da chamada oposição, esbocem qualquer reação contraria ao comportamento doentio do parlamentar e irmão do prefeito Gustavo Soares, que se especializou no estilo de atacar sem piedade famílias honestas e honradas da cidade, só porque não rezam na sua cartilha política.

Com os cincos vereadores da chamada oposição completamente acuados e com medo de enfrentar a fúria do deputado George Soares e do seu irmão, o prefeito Gustavo Soares, numa demonstração de covardia e subserviência política de quem ainda espera ser chamado para integrar a base governista na Câmara Municipal do Assú, a qualquer momento, cruzam os braços para o abandono completo da cidade que se encontra entregue as baratas. Os vereadores da chamada oposição, não querem nenhum confronto com o deputado estadual e o prefeito, para não fechar completamente as portas do diálogo e de adesão, se for necessário no futuro.

Se não fosse, o ex-prefeito Ivan Júnior, o município do Assú, não teria oposição. A população da cidade teria que se contentar com os vereadores que faz de conta que é da oposição, mas permanecem calados e silenciosos. Não cobram e não fiscalizam o prefeito Gustavo Soares. Até o vereador Stélio de Sá Leitão, que correu para os braços dos irmãos e depois foi enxotado do governo, ainda sonha em voltar para os braços do deputado e do pastor da Assembléia de Deus Alfredo Melo, cabo eleitoral governista.

 

George culpa Robinson e ex-diretores por caos no hospital regional do Assu

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, área interna
George com seu apadrinhado radialista que tem uma boquinha no gabinete do parlamentar do PR

O governo de Robinson Faria, foi alvo de ataques duros e sem piedade do deputado do PR e atual líder do governo Fátima Bezerra (PT), na Assembléia, George Soares, que denunciou o descaso completo do pai do deputado federal Fábio Faria, do PSD, com sua política mesquinha de perseguição na gestão hospital regional da Saúde Dr Nelson Inácio em Assu.

Depois de ofender o ex-governador Robinson Faria atribuindo culpa por uma serie da mazelas, o deputado George Soares, não poupou a gestão dos ex-diretores Ester Tavares e Siana Mendes, incluindo também outros ex-diretores que governaram a unidade hospitalar do Assu, integrantes de famílias sérias e honradas que tiveram suas honras e moral atingidas pelos ataques furiosos do parlamentar.

George Soares atribuiu a atual diretora Liduina Melo, amiga especial do super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, apontado como candidato a prefeito do Assú da preferência da patota do ex-prefeito Ronaldo Soares, como autora do relato da situação caótica que encontrou o hospital do Assu agora na gestão Fátima Bezerra, do PT.

Escute aúdio raivoso do deputado do PR

 

Ezequiel requer obras para beneficiar Extremoz

Com a finalidade de diminuir o impacto ambiental, promover o  aumento da qualidade de vida da população e a prevenção de doenças, o deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB) está solicitando à governadora Fátima Bezerra (PT) e ao presidente da Companhia de Águas e Esgotos (CAERN) um estudo de viabilidade para a execução do saneamento básico e calçamento das ruas do bairro Alto da Bela Vista e da comunidade Renascer, no município de Extremoz, na região metropolitana da Capital.

“O saneamento básico é um conjunto de procedimentos adotados que visam proporcionar uma situação higiênica saudável para os habitantes de uma região. Essa ação é essencial para toda a sociedade como forma de evitar doenças que provém de esgotos a céu aberto”, justifica o deputado Ezequiel em seu requerimento.

Outra reivindicação encaminhada pelo deputado Ezequiel foi no sentido de sugerir ao Executivo que seja realizado convênio com aquele município Metropolitano para a pavimentação e drenagem das ruas da comunidade Coqueirinhos, localizada na praia de Pitangui.

Três outros requerimentos foram protocolados pelo deputado Ezequiel Ferreira, solicitando benefícios para a população de Extremoz, estimada em 28 mil habitantes. Um deles foi solicitando o efetivo policial para o bairro São Miguel Arcanjo. Outro foi para a reforma da escola estadual Lígia Navarro. No terceiro, o deputado requer a perfuração e instalação de poços tubulares nas comunidades Santa Rita, Murici, Vila de Fátima e Estivas.

Auditores da Receita reagem a Gilmar

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco) reagiu às acusações do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que foi investigado preliminarmente numa operação do órgão por suspeita de irregularidades.

Numa dura nota de repúdio, o Sindifisco diz que os auditores têm assistido atônitos “a um magistrado da mais alta corte do País” proferir impropérios e acusações da maior gravidade”, classificando os servidores do órgão por termos como “milícias”, “bando”, e jogando ao vento especulações vazias acerca da existência de “achaques” e de um suposto “mercado de dossiês”.

Esse espetáculo deprimente contrasta com o papel e as responsabilidades de quem está investido do nobre encargo de zelar pelo respeito à Constituição Federal”, critica o Sindifisco.

“Ao contrário do que insinuou Gilmar Mendes – sem apresentar, aliás, a mais ínfima prova – não se trata de um “bando” ou “milícia institucional” destinada a perseguir e “achacar” alvos selecionados por suas predileções ideológicas ou por seu posicionamento crítico à Lava Jato”, defende-se o sindicato. Adriana Fernandes – O Estado de São Paulo

Leia maisAuditores da Receita reagem a Gilmar

Bolsonaro tem aprovação de 57,5% dos brasileiros, diz CNT

Resultado de imagem para Bolsonaro tem aprovação de 57,5% dos brasileiros, diz CNT

O presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 57,5% da população, de acordo com pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira (26). Esta é a primeira pesquisa de avaliação divulgada após o presidente assumir o cargo. Bolsonaro é rejeitado por 28,2%. Outros 14,3% responderam que não sabem ou não quiseram responder.

A avaliação positiva do governo é de 38,9%. Desses, 11,2% avaliam o governo como “ótimo” e 27,7% avaliaram como “bom”. Já a avaliação negativa do governo é de 19%. Desses, 7,2% avaliaram o governo como “ruim” e 11,8% avaliaram como “péssimo”. Aqueles que avaliaram o governo como regular são 29%. Os que não sabem ou não souberam responder são 13,1%.

Foram realizadas 2.002 entrevistas em 137 municípios de 25 Unidades da Federação entre os dias de 21 e 23 de fevereiro. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais, considerando o nível de confiança de 95%.

Previdência. A população está dividida em relação à reforma da Previdência. 45,6% da população rejeitam a proposta e 43,4% aprovam a matéria. Outros 11% não sabem ou não quiseram responder. A proposta de reforma da Previdência do governo Jair Bolsonaro foi encaminhada ao Congresso na semana passada e é considerada uma das principais apostas da equipe econômica para este ano. Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

Leia maisBolsonaro tem aprovação de 57,5% dos brasileiros, diz CNT

Assembleia aprova venda de divisão de aviação comercial da Embraer para Boeing

Aviões da Embraer

A venda do controle da divisão de aviação comercial da Embraer para a Boeing foi aprovada nesta terça-feira (26) por assembleia de acionistas da fabricante brasileira, que ficará com apenas 20% de sua principal geradora de recursos.

A assembleia contou com participação de detentores de cerca de 67% das ações em circulação da Embraer, das quais 96,8% foram favoráveis ao negócio, informou a companhia brasileira.

Além da venda de 80% da divisão de aviação comercial, o negócio inclui a formação de uma joint-venture para promoção e venda do cargueiro KC-390. Neste caso, a Embraer ficará com 51% das ações da parceria para o cargueiro e a Boeing com o restante.

Leia maisAssembleia aprova venda de divisão de aviação comercial da Embraer para Boeing

A aposentadoria dos senadores Styvenson e Zenaide Maia

Resultado de imagem para styvenson e zenaide

A derrota do senador do DEM, José Agripino, não foi uma punição exemplar. Seis senadores que saíram derrotados em 2018 recorreram à Diretoria-Geral do Senado para passar a receber suas aposentadorias de até R$ 32 mil por mês já a partir de março.

O maior benefício será pago ao ex-senador Agripino com uma quantia superior a R$ 32 mil. Novos eleitos, o capitão Styvenson e Zenaide Maia, estarão automaticamente no INSS, com extinção do regime atual. Hoje, os parlamentares podem se aposentar por meio do Instituto de Previdência dos Congressistas que vale para parlamentares que ingressaram até 1997.

O IPC dá direito a aposentadoria com 50 anos de idade, com benefício proporcional ao tempo de mandato. Oito anos de contribuição são suficientes para se obter 26% do salário de parlamentar. O benefício integral é concedido àqueles com 30 anos de contribuição.

A governadora Fátima Bezerra e a maioria da bancada federal potiguar, não se mostram contra esse privilégio legal, mas imoral.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: