fbpx

Papa compara pedofilia ao “sacrifício de humanos”

Um discurso do papa Francisco encerrou neste domingo (24) no Vaticano a histórica cúpula sobre a pedofilia na igreja católica.

Durante o longo discurso diante dos líderes das 114 conferências episcopais de todo o mundo, secretários de congregações, bispos e cardeais, o papa reiterou que a Igreja se compromete a combater este fenômeno com “a máxima seriedade”.

“Gostaria de reafirmar com clareza que se na Igreja for descoberto um só caso de abuso – que em si mesmo já representa uma monstruosidade -, este caso será enfrentado com a máxima seriedade.” Francisco chegou a dizer que os religiosos que abusam de menores são “um instrumento do diabo”. A pedofilia “deve ser varrida da face da terra”!

Anúncio de medidas concretas

O sumo pontífice prometeu que a igreja católica não vai mais recuar para levar diante da Justiça os autores desses crimes. A definição jurídica de maioridade na igreja vai ser revista. Atualmente, são considerados menores os jovens com menos de 14 anos e, para melhor protege-los, essa idade será aumentada, prometeu Francisco. As diretrizes usadas pelas conferências episcopais nacionais para prevenir os abusos e punir os responsáveis serão revistas e reforçadas.

Leia maisPapa compara pedofilia ao “sacrifício de humanos”

Sargento Fabiano é homenageado por seu zelo e dedicação a segurança pública do RN

Sgt Fabiano, lotado no 10º BPM em Assu, um militar a serviço da segurança pública do RN

Enquanto o 2º Sargento Fabiano Miranda, lotado na sede do 10º BPM em Assu, foi um dos agraciados com o Certificado de Policial Padrão (Mês de Fevereiro/2019), por seu grau de zelo e de compromisso demonstrado pelo militar à causa da Segurança Pública, o deputado do PR e líder da governadora Fátima Bezerra, na Assembléia, George Soares, usa do seu prestígio e força política, para incentivar o sargento PM Elieze Melo, também do Assú, filho do pastor da Assembléia de Deus da cidade, Alfredo Melo, a ficar fora das ruas e disputar uma vaga das 15 para vereador nas eleições de 2020.

Com o aval da senadora Zenaide Maia e do deputado federal João Maia, o sargento da PM Elieze Melo,começou a fazer campanha eleitoral de olho na disputar por uma vaga. Um vereador em Assu, ganha mais de R$ 12 mil por mês se for da oposição, mas se for do grupo governista, a renda dele pode triplicar ou quadruplicar de acordo com o seu grau de envolvimento e de subserviência ao prefeito Gustavo Soares e ao seu irmão, deputado George Soares.

Os deputados George Soares, João Maia e a senadora Zenaide Maia, deveriam fazer também uma homenagem a quem coloca em risco a sua vida em defesa do cidadão e da sociedade diuturnamente, mas não incentivar um militar e proteger policial que não quer praticamente nada com a gloriosa Policia Militar do RN, mas apenas servir como vereador a interesses políticos de caciques e coronéis da política municipal.

Clique na foto para ver o que recebe o reporter da Princesa FM

Inês do PT do Assu foi pedir a benção do deputado George Soares

Ines foi pedir a benção a George no programa apresentado pelo repórter que ganha um salário do seu gabinete e ainda quer ser imparcial

No ritual de praxis do agradecimento político do toma lá dá cá,  a sindicalista da regional do Sinte/RN em Assú e assessora especial da governadora Fátima Bezerra, do PT, a professora Inês Almeida, que abraçou a luta pelo poder da centenária oligarquia dos Soares do Vale do Açu e líder do governo na Assembléia e deputado do PR George Soares, foi pedir a benção política dele e agradecer pelo emprego ou melhor a boquinha para seu companheiro e marido Paulo Morais, no governo do prefeito do Assú Gustavo Soares, como secretário municipal de Agricultura do Assú.

O marido de Inês Almeida, o secretário Paulo Morais, do PT, também foi pedir a benção como sinal de agradecimento ao deputado pela boquinha no governo municipal e prestigiar a sua presença na Princesa FM, emissora que recebe quase R$ 200 mil anual dos cofres da Prefeitura do Assú. Por dia, a Prefeitura paga a Princesa FM, mais de R$ 500 reais e R$ 19 mil por mês, contribuindo para saldar com dinheiro público quase toda a folha de pagamento dos funcionários da emissora que ainda se diz imparcial, mas não passa de rádio oficial.

O apresentador do Sala de Redação, o reporter Jarbas Rocha, tem um lugar na folha de pagamento do deputado na Assembléia Legislativa, a exemplo de outros profissionais da emissora que ganham da Prefeitura, ou seus familiares como apadrinhados em prefeituras de aliados do parlamentar em cidades vizinhas.

Clique na foto para ver o recebe o reporter da Princesa FM

Ex-prefeito Luizinho vem quente e fervendo para derrotar prefeito do PSDB de Carnaubais

Prefeito Thiago Meira pode perder apoio de George Soares e o governo de Carnaubais para o vereador Nicolau Cavalcanti

O ex-prefeito de Carnaubais Luizinho Cavalcanti, vem com um quente e dois fervendo, para derrotar na campanha eleitoral das eleições de 2002, o prefeito de Carnaubais Thiago Meira, do PSDB, que é candidato a reeleição. O chefe do Programa do Leite do governo Fátima Bezerra do PT, já trabalha nos bastidores a candidatura do seu irmão e vereador Nicolau Cavalcanti como candidato a prefeito da cidade, apoiado pela governador do PT e da máquina governamental para enfrentar a máquina de Prefeitura de Carnaubais nas mãos do atual prefeito.

Paralelo, Luizinho está procurando neutralizar o apoio do deputado e líder do governo George Soares, com quem sinaliza para uma aproximação política, mas o principal líder da centenária oligarquia Soares e filho do cacique e pajé da tribo no poder desde de 1982, ainda faz beicinho para apoiar o projeto dos Cavalcanti. A governadora do PT deverá dar uma chave de roda em George Soares, forçando-o a apoiar o vereador Nicolau e ficar contra o prefeito Thiago Meira.

A expectativa é de que o rompimento do deputado George Soares com o prefeito Thiago Meira, deverá se concretizar nos próximos meses e o coordenador geral do programa do Leite do governo do RN Luizinho Cavalcanti torce e espera por esse desfecho,

George Soares deve apoiar projeto de volta ao poder dos Cavalcanti em Carnaubais

O deputado estadual e líder do governo do PT na Assembléia e deputado do PR, George Soares, tem dito que não deve nem favor ao prefeito de Carnaubais Thiago Cavalcanti, do PSDB, e comprou o apoio dele para sua reeleição, empregando a esposa do prefeito de Carnaubais no seu gabinete na Assembléia.

Pelo contrário. George Soares comenta com amigos que se meteu numa enrascada com o prefeito Thiago Meira. O prefeito responde a processo de improbidade administrativa por usar a máquina governamental a favor da candidatura a reeleição do deputado estadual do PR George Soares, na campanha eleitoral passada, levando o parlamentar a ser incluído também nessa ação judicial.

Com vergonha na cara, amigos do prefeito Thiago Meira diz quebrou a cara e recebe hoje como pagamento da oligarquia Soares pela votação no município, uma ingratidão de fazer vergonha no tumulo do ex-prefeito de Carnaubais Nelson Gregório e seu enteado e atual prefeito tucano, não mostra na prática nenhuma insatisfação política, com medo de ser completamente abandonado por George Soares.

Nos bastidores, o coordenador geral do Programa do Leite do Governo do RN e ex-prefeito Luizinho Cavalcanti, trabalha para viabilizar a candidatura a prefeito do vereador e seu irmão Nicolau Cavalcanti para reconquistar a cadeira da família que hoje tem o prefeito Thiago Meira, como ocupante. Luizinho ja conversou com a governadora Fátima Bezerra e o apoio de George Soares, a esse projeto de volta ao poder dos Cavalcanti não deverá demorar a se concretizar, com o parlamentar abandonando de vez o prefeito do PSDB.

Clique na foto para ler o contrato

 

Igreja destruiu arquivos sobre abusos sexuais, diz cardeal alemão

ctv-shr-papa

Igreja Católica destruiu arquivos sobre autores de abusos sexuais, reconheceu neste sábado, 23, o cardeal alemão Reinhard Marx durante a cúpula do Vaticano sobre a luta contra esses crimes. “Os arquivos que documentaram esses atos terríveis e indicam os nomes dos responsáveis foram destruídos, ou até sequer chegaram a ser produzidos”, declarou o presidente da Conferência Episcopal Alemã

A denúncia gerou imediata reação de uma das organizações de defesa das vítimas presentes em Roma para a reunião. “Isso é ilegal”, comentou indignado o americano Peter Isely, fundador da End Clergy Abuse (Acabem com o abuso clerical, em tradução livre), enquanto participava de uma marcha neste sábado no coração de Roma para exigir medidas imediatas.

“O abuso sexual de crianças e jovens se deve, em um parte não insignificante, ao abuso de poder da administração”, disse o religioso alemão, em sua fala aos integrantes da cúpula, entre eles 114 presidentes de conferências episcopais de todo o mundo convocados a falar sobre o silêncio e o encobrimento dos abusos.

“No lugar de punir os culpados, as vítimas foram repreendidas e silenciadas”, lamentou Marx. “Os procedimentos e trâmites definidos para esclarecer esses delitos foram deliberadamente ignorados, e até anulados. De fato, os direitos das vítimas foram pisoteados e deixados ao livre arbítrio dos indivídios”, denunciou o cardeal, que pediu maior transparência sobre as decisões da Igreja e exigiu que se divulge o número de casos analisados por tribunais eclesiásticos e detalhes sobre os procedimentos.

Leia maisIgreja destruiu arquivos sobre abusos sexuais, diz cardeal alemão

Gleisi Hoffmann critica ajuda humanitária à Venezuela

 

Resultado de imagem para gleisi e fatima bezerra

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, comentou em seu perfil no Twitter sobre a situação na Venezuela neste sábado, em que a oposição ao governo de Nicolás Maduro coordena assistência humanitária com apoio estrangeiro, inclusive do Brasil.

Paulo Preto, do PSDB, criou empresa para blindar o seu patrimônio

O ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto

Conhecido como Paulo Preto e apontado como operador de políticos tucanos em São Paulo, o engenheiro Paulo Vieira de Souza, 69, criou uma empresa para absorver seu patrimônio em imóveis e uma lancha. Investigadores suspeitam que se trate de uma manobra para blindar bens contra confiscos determinados pela Justiça.

Ex-diretor da Dersa (estatal paulista de obras viárias) de 2005 a 2010, nos governos de Geraldo Alckmin (PSDB), Cláudio Lembo (DEM) e José Serra (PSDB), Paulo Preto é alvo da Lava Jato e está preso desde a última terça (19).

A juíza Gabriela Hardt, substituta interina do ex-juiz Sergio Moro e responsável pela operação no Paraná, ordenou o bloqueio de R$ 100 milhões dele, mas o Banco Central só achou R$ 396,75. Situação parecida ocorreu no ano passado, quando ele foi alvo de bloqueio na Justiça de São Paulo.

Engenheiro, Paulo Preto foi responsável por grandes obras do governo tucano no estado, como o Rodoanel.

A P3T Empreendimentos, que absorveu seu patrimônio, foi fundada no final de 2014 por ele e por Ruth Arana de Souza, de quem se divorciou cinco anos antes. Wálter Nunes e Felipe Bächtold – Folha de São Paulo

Leia maisPaulo Preto, do PSDB, criou empresa para blindar o seu patrimônio

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: