fbpx

Presidente do PT teme seu cunhado perder bolo milionário do lixo em Assú

A sindicalista da regional do Sinte em Assú, a professora petista Inês Almeida, atual assessora especial da governadora Fátima Bezerra, apesar de ter aceitado o cargo de secretário de Agricultura da Prefeitura do Assú como passe de entrega da venda do seu silêncio sobre o abandono administrativo do prefeito Gustavo Soares que não mora na cidade e a governa virtualmente por whatassap e telefone, não está muito satisfeita com a parceria com o substituto do cacique da oligarquia e deputado do PR, George Soares, mesmo ele exercendo a função de líder do governo do PT na Assembléia Legislativa.

Na realidade, o PT do Assú, não está satisfeito com o governo Gustavo Soares, principalmente, o presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores, o professor Volclene Bezerra, que temendo o seu cunhado e empresário perder o contrato milionário do lixo que já rendeu mais de R$ 7 milhões para os bolsos do marido da sua irmã, que não sabe ainda se vai vencer a licitação que a Prefeitura vai fazer para contratar uma empresa para realizar a coleta de lixo da cidade.

Apesar das promessas de que o empresário e seu cunhado vai ganhar a licitação do bolo do lixo, o presidente do PT Volclene Bezerra, não acredita e diz que se só for feito um arrumadinho de novo, como o que garantiu até pouco tempo o contrato, pode acabar essa ansiedade e dúvidas sobre quem vai vencer a licitação, mas já se fala numa empresa de Parnamirim que tem quase como certa a vitória para comer esse bolo milionário que é o contrato do lixo com a Prefeitura do Assú.

Na companhia do secretário de Agricultura do Assu Paulo Morais, Volclene foi bater na porta de Ines Almeida, esposa de Paulo na governadoria, para pedir um contrato para a empresa do seu cunhado com o governo da petista Fátima Bezerra. Já comenta-se que o PT não quer a vaga de vice-prefeita mas o lugar do super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, como o cabeça de chapa principalmente se o prefeito Gustavo for cassado.

Macau recebe mais de R$ 1,5 milhão e Pendências supera a marca de R$ 1 milhão de royalties

Resultado de imagem para prefeito de Macau tulio Lemos

Os municípios de Mossoró, Macau e Guamaré iniciam o ano no topo do ranking da ANP – Agencia Nacional de Petróleo. Os royalties são referente ao mês de Janeiro de 2019 e Mossoró ficou em primeiro lugar no ranking em arrecadação.

Macau administrado pelo prefeito Túlio Lemos, já foi campeões do ranking em arrecadação da ANP, iniciou o ano com uma arrecadação milionária em segundo lugar e o prefeito de Pendências Flaudivan Martins, do MDB.  Confira os vinte primeiros colocados no ranking na ANP;

ROYALTIES  JANEIRO – 2019
MOSSORÓ R$ 1.999.957,98
MACAU R$ 1.544.790,98
GUAMARÉ R$ 1.396.567,23
AREIA BRANCA  R$ 1.294.701,90
ALTO DO RODRIGUES R$ 1.063.269,52
CARNAUBAIS  R$ 993.406,52 
APODI  R$ 953.137,74
ASSÚ R$ 871.751,81
GALINHOS  R$  801.745,88
SERRA DO MEL R$ 808.451,10
GROSSOS R$ 794.646,86
GOAININHA R$ 755.407,99
AFONSO BEZERRA R$ 758.748,23
TIBAU R$ 757.519,77
IELMO MARINHO R$ 755.407,99
PENDÊNCIAS R$ 337.234,31
PENDENCIAS – DEPOSITO JUDICIAL R$ 701.410,50
PORTO DO MANGUE R$ 111.871,65
IPANGUAÇU R$ 3.193,55

 

Nelter Queiroz requer benefícios para Campo Grande, Parelhas e Touros

Sempre atento às demandas municipais, é assim que o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) continua sua trajetória parlamentar e inicia seu oitavo mandato. Neste sentido, o deputado protocolou requerimentos na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte (ALRN) buscando benefícios para Campo Grande, no Médio Oeste; para Parelhas, no Seridó; e para Touros, no Mato Grande.

Para Campo Grande, o parlamentar reiterou solicitação realizada em outubro de 2018 no que tange a recuperação da estrutura física da caixa d’água que abastece o município. Já para Parelhas, Nelter cobrou à gerencia regional do Banco Bradesco no RN e à superintendência do Banco do Brasil no Estado, cobrando a reabertura das respectivas agências bancárias do município que foram arrombadas por criminosos em setembro de 2018 e que estão fechadas até hoje.

Através de requerimento enviado ao Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, do Comando-geral da Polícia Militar no RN e da Delegacia Geral da Polícia Civil, Queiroz cobrou o aumento do contingente policial em Touros e a investigação dos constantes assaltos registrados na zona rural do município.

“Todas as demandas que chegam ao nosso mandato – seja através de lideranças, amigos ou populares – são tratadas como prioridade e nos colocamos à disposição para cobrar das instituições responsáveis para que estes pleitos serem concretizados o quanto antes, melhorando a vida da população norte-rio-grandense”, frisou Nelter Queiroz.

Contribuinte poderá saber em 24 horas se caiu na malha fina do IR

O contribuinte que apresentar inconsistências na declaração do Imposto de Renda 2019 poderá ser informado se caiu na malha fina da Receita Federal em menos de 24 horas.

A partir da próxima segunda-feira (25), o sistema para preenchimento no computador e os aplicativos de celular serão disponibilizados para que os usuários posam iniciar a inclusão de informações. O prazo para entrega formal da declaração ficará aberto entre 7 de março e 30 de abril.

De acordo com o supervisor nacional do Imposto de Renda na Receita Federal, Joaquim Adir, o sistema de cruzamento de dados do fisco foi aprimorado para agilizar a apresentação de resultados.

Segundo ele, no ano passado, a Receita levava, em média, 15 dias para informar ao contribuinte se ele havia caído na malha fina. Bernardo Caram – Folha de São Paulo

Leia maisContribuinte poderá saber em 24 horas se caiu na malha fina do IR

Por 19 mil reais mensais, Princesa FM dá suporte político ao prefeito Gustavo Soares

Gustavo Soares gasta 19 mil reais por mês para obter favores especiais da Princesa FM

Com o suporte midiático de propaganda da Princesa FM, que por R$ 19 mil por mês, dinheiro público quase que suficiente para quitar a folha de pagamento mensal de toda a equipe de funcionários da empresa e inclusive o salário do diretor geral Lucilio Filho e o principal apresentador de programas Cadernos de Ocorrências, Panorama do Vale e Sala de Redação.

Os programas que foram campeões de audiências da rádio que tem como sócios, Rizza Montenegro e Ronaldo Soares, pais do prefeito Gustavo Soares, a população do Assú, não tem mais informação séria e imparcial da emissora que ganhou credibilidade no passado, quando Doutor Milton Marques, era vivo, mas que hoje passou a destruir seu passado glorioso.

Com a injeção financeira de mais de R$ 500 por dia e mais de R$ 19 mil por mês, totalizando quase R$ 200 mil em doze meses, a Princesa FM a começa de Lucilio Filho, passou a evitar fazer criticas mais duras ao desgoverno e do abandono deixado pelo prefeito Gustavo Soares que vem mentindo e fazendo muitas promessas desde a campanha eleitoral passada.

A Princesa FM não tem opinião, virou uma emissora a serviço dos filhos dos seus sócios: o prefeito e o deputado do PR, rasgando a sua história e destruindo o maior legado deixado por Dr Milton Marques, que era a isenção e imparcialidade. Hoje, a Princesa não é mesma e se prostituiu para fazer apenas propaganda a favor dos irmãos Soares, em troca de um pagamento mensal alto.

Toda a fuzaca midática da Princesa FM para desinformar a população, é um jogo alto e a venda de um programa ao ex-prefeito Ivan Júnior, não significa imparcialidade ou isenção, mas a ambição de ganhar mais, dos dois lados e até como emissora que tem concessão publica, não podia legalmente deixar de vender espaço a outra. A ordem é não opinar e deixar como está para ver como vai ficar.

Enquanto isso, Jarbas Rocha se arruma no gabinete do deputado George Soares e empregos são conquistados para familiares de outros profissionais que trabalham na emissora e por influencia de quem comanda esse poder da midia.

Prefeito do Assú abandona a cidade e carro da prefeitura atola na lama das estradas

O desgoverno do prefeito do Assú Gustavo Soares, do PR, com a cidade, não tem nenhuma comparação até com um dos piores governo da história na gestão do ex-prefeito José Maria, primo do ex-prefeito Ronaldo Soares, que hoje estão juntos e misturados, mas que segundo Zebra, a administração dele foi melhor do que do Jacaré, que perseguia a Frunorte e proibiu por interferência política um empréstimo de R$ 15 milhões do BNB para a Cerval, contribuindo para o atraso do desenvolvimento e o fechamento da entidade que reunia mais de 7 mil associados.

De visita a Assu, uma vez por semana e no total de quatro por mês, o prefeito Gustavo Soares, o garoto mimado do cacique e chefe da oligarquia Soares, embolsa por mês a bagatela de R$ 19 mil, além de como sócio construir uma luxuosa clínica de ortopedia particular em Mossoró, e empregar a sua futura esposa e noiva na Prefeitura do Assu com salário de R$ 7 mil/mês, que inclusive serve de companhia  a ele nas viagens quando vem Assu e volta para Natal.

Sem cuidar das estradas vicinais da zona rural do município, que também estão abandonadas pelo prefeito Gustavo Soares, um carro da Prefeitura do Assú, foi flagrado atolado na lama numa estrada por absoluta falta de conservação e cuidados do governo do irmão do deputado George Soares.

Veja as belas estradas da Zona Rural do Assu que deixa os próprios veículos da prefeitura no prego, apesar do pastor da Assembléia de Deus do Assu Alfredo Melo, cabo eleitoral e político do governo municipal que possui mais de 15 empregos na Prefeitura do Assu para bajular o prefeito e o deputado nas redes sociais através de vídeo, passando informação mentirosa a população.

Gastança do prefeito de Natal Álvaro Dias com ‘pão e circo’ em nove meses

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), contratou sem licitação valor total de R$ 1,5 milhão, a Fundação Dom Cabral (RJ), para realizar um estudo de estrutura organizacional, para que reduza pela metade o atual número de secretarias municipais, que hoje é de 25 pastas.

Enquanto não recebe o texto do levantamento para apreciação da Câmara Municipal, o prefeito Álvaro Dias, vem realizando uma gastança com pão e circo, como por exemplo, a contratação da cantora baiana Claúdia Leite, por R$ 180 mil que foram pagos com o dinheiro público, apesar da tão grave crise econômica que o prefeito diz existir, soando essa justifica mais como jogo de palavras para não cumprir com seu papel de gestor responsável.

Com festas, a gastança do governo Alvaro Dias, do MDB, em nove meses, ja supera mais de R$ 3 milhões e ai vem o carnaval, quando a Prefeitura de Natal deverá outra fortuna, deixando a saúde abandonada sem prestar um serviço de qualidade duvidosa, sem eficiência e milhares de pessoas na fila a espera de cirurgia por falta de divida do governo municipal.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: