fbpx

Sem votar por aprovação da Reforma da Previdência, governadora do RN faz média para população inocente e desavisada

A governadora Fátima Bezerra, do PT, teve a coragem de dizer na cara do ministro da Economia Paulo Guedes, que via com preocupação aspectos da proposta de Reforma da Previdência, mas no III Fórum dos Governadores, em Brasília, nesta quarta-feira. A petista defendeu que o governo federal retire do projeto o texto que reduz para 40% (sobre o valor do salário mínimo) o Benefício de Prestação Continuada (BPC) de Assistência Social para quem tem menos de 70 anos.

Com o morde e assopra da governadora Fátima Bezerra, que não vota pela aprovação da reforma da Previdência, mas serve apenas como palavras vazias jogadas ao léu e fazer média para a população desavisada e inocente sobre essa conversa fiada dela, dificulta apenas a ajuda do governo de Bolsonaro para o Governo do RN,  pagar os salários atrasados, que são referente a parte do 13º de 2017 e da folha de novembro e aos valores integrais da folha de dezembro e o 13º de 2018.

“Se a proposta prevalecer, vai piorar a vida dos mais pobres, vai condenar à miséria milhares de brasileiros e brasileiras, especialmente das regiões mais vulneráveis como Nordeste e Norte”, declarou, diante do ministro da Economia, Paulo Guedes, do ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Santos Cruz, do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e do secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, e de mais 15 governadores.

Leia maisSem votar por aprovação da Reforma da Previdência, governadora do RN faz média para população inocente e desavisada

Walter Alves quer scanner de contêineres para combater tráfico de cocaína na exportação de frutas do RN

Para combater o tráfico de cocaína e outras drogas principalmente na exportação de frutas como manga, melão e outras produzidas no RN, o deputado federal Walter Alves (MDB-RN) apresentou hoje (19), no Ministério da Infraestrutura, um requerimento solicitando a instalação de um scanner de cargas no Porto de Natal.

O equipamento é utilizado em outros portos do país e ajuda no combate ao tráfico de drogas e sonegação fiscal.  O investimento é na ordem de R$ 11 milhões.

De acordo com o parlamentar, as recentes apreensões de cocaína no Porto de Natal comprovam que há a necessidade de uma fiscalização mais rígida, e o scanner é uma ferramenta fundamental nesse processo.

“O investimento em fiscalização e segurança é importante para nosso estado. Com o scanner, será mais fácil e rápido detectar se há drogas ou outros materiais nos contêineres”, explica Walter Alves.

O scanner é capaz de detectar qualquer tipo de substância ilícita ou contrabandeada, como produtos químicos, armas, drogas e radioatividade. Além de identificar a presença de entorpecentes, o equipamento ajuda no combate ao crime de sonegação fiscal. As imagens escaneadas podem ser enviadas para o sistema da Receita Federal que cruza, em tempo real, a imagem captada com os dados descritos na nota fiscal.

“Por todos esses benefícios que o equipamento pode proporcionar, apresentamos o requerimento junto ao Ministério da Infraestrutura e esperamos que o nosso pleito seja atendido para ajudar o Rio Grande do Norte”, acrescenta Walter Alves.

Nelter quer que secretário Cipriano participe de reunião da Saúde na Assembleia

Secretário de Saúde participará de reunião da Comissão de Saúde da Assembleia
O deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) convocou o secretário estadual de Saúde Pública, Cipriano Maia, para prestar esclarecimentos sobre a situação dos hospitais regionais do Estado e a suspensão de exames de rotina para pacientes na UTI e enfermarias do Walfredo Gurgel. Em pronunciamento na Assembleia Legislativa na manhã desta quarta-feira (20), o parlamentar chamou atenção para as duas situações e manifestou-se preocupado com a situação da Saúde Pública no Rio Grande do Norte.
“É muito grave essa situação. A minha preocupação é não deixar esse povo sem atendimento no interior. Sem contar que estão mandando pacientes para Natal e Mossoró. Está faltando entrosamento, se o Estado não tem condições é preciso discutir. Soube, há alguns dias, que alguns comerciantes estavam ajudando os pacientes a comprarem itens para fazer pequenas cirurgias porque a burocracia é grande e o estado demora a resolver essa situação”, disse.
Em aparte, o deputado George Soares (PR) levantou a necessidade de discutir a modalidade de consórcio entre municípios para ajustar as demandas em saúde no Estado. “O Estado não tem recursos para financiar 100% os hospitais, como o de Assu, por exemplo”, destacou.

Leia maisNelter quer que secretário Cipriano participe de reunião da Saúde na Assembleia

Mensagem contradiz versão de ministro e revela cobrança para desvio de verba eleitoral

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que presidiu o PSL em MG e que teria envolvimento em esquema de candidaturas laranjas no partido

A aposentada Cleuzenir Barbosa entregou ao Ministério Público mensagem em que um assessor parlamentar do hoje ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), cobra a devolução de verba pública de campanha para destiná-la a uma empresa ligada a outro assessor do político.

As mensagens tratam de uma conversa, pelo aplicativo do WhatsApp e durante a campanha eleitoral, entre Cleuzenir, então candidata a deputada estadual pelo PSL em Minas, e Haissander de Paula, que trabalhava na época como assessor do gabinete de Álvaro Antônio na Câmara dos Deputados.

“Preciso que vc transfira 30 mil reais pra conta da gráfica. O resto eu vou pagar do meu bolso”, diz uma das mensagens do assessor. “Nosso Deus sabe de todas as coisas, preciso que vc transfira a metade do valor pra conta da gráfica. Estou indo pagar o restante do meu bolso”, reforça. Haissander foi assessor do gabinete parlamentar de Álvaro Antônio de dezembro de 2017 ao início deste ano.

Segundo o depoimento de Cleuzenir ao Ministério Público de Minas Gerais, o assessor a pressionou a transferir R$ 30 mil, dos R$ 60 mil que ela recebeu de verba pública do partido, para uma gráfica de um irmão de Roberto Soares, que foi assessor de Álvaro Antônio e coordenou sua campanha na região do Vale do Aço de Minas Gerais.

A mensagem confronta a versão dada até agora pelo ministro e por seus assessores à época. 

Leia maisMensagem contradiz versão de ministro e revela cobrança para desvio de verba eleitoral

Luizinho e George Soares, perdem a vergonha e o prefeito Thiago Meira paga o pato

O prefeito de Carnaubais Thiago Cavalcanti, do PSDB, que responde a processo de improbidade administrativa por usar a máquina governamental a favor da candidatura a reeleição do deputado estadual do PR George Soares, na campanha eleitoral passada, quebrou a cara e recebeu hoje o pagamento da oligarquia Soares pela votação, com uma ingratidão de fazer vergonha no tumulo do ex-prefeito de Carnaubais Nelson Gregório e ao seu enteado e atual prefeito tucano.

George Soares não teve o menor respeito político pelo prefeito de Carnaubais Thiago Cavacalnti que vendeu seu apoio ao atual líder do governo na Assembléia e deputado George Soares, por um emprego na Assembléia para a sua esposa e primeira dama de Carnaubais e secretária da Prefeitura ou agindo por conta própria, o deputado do PR, botou seu irmão e prefeito Gustavo Soares, debaixo do braço e foi se encontrar com o coordenador estadual do Programa do Leite e ex-prefeito Luizinho Cavalcanti.

Com a cara lavada, os dois: o ex-prefeito Luizinho Cavalcanti e o líder do governo e deputado George Soares, que foi buscou o apoio do adversário e inimigo político do prefeito de Carnaubais e do PSDB, foi bem recebido pelo coordenador estadual que sinalizou de aumentar o número de famílias beneficiadas no Programa do Leite Potiguar, do Governo do Estado, no município do Assú. O pedido da dupla foi endereçado também a Secretaria Estadual do Trabalho, Habitação e Assistência Social, Íris Mara de Oliveira.

Prefeitura de Mossoró nega calote, mas empresa desfaz obra de calçamento

A empresa ELC, contratada pela prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini, do DEM, para fazer o calçamento da Rua Manoel Ferreira na comunidade rural do Jucuri, decidiu desconstruir a obra feita na tarde desta terça-feira, 19, alegando a falta de pagamento.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Mossoró, segundo o Blog do Barreto, negou o débito e explicou que realizou distrato do contrato com a ELC por descumprimento de prazo.

Governadora Fátima do PT agora é Bolsonaro desde criança

Governadora Fátima Bezerra, a amiga do Ministro da Economia de Bolsonaro desde criança

Após abandonar definitivamente a luta dos ex-presidentes do PT Lula e Dilma, esquecendo de golpista e até da inocência de Lula que está encarcerado na cadeia da Polícia Federal em Curitiba, a governadora Fátima Bezerra, acompanhada da bancada federal, começa a emitir sinais claro de evitar qualquer confronto com o governo do capitão e presidente Bolsonaro (PSL), apesar de ainda fazer beiçinho e cara de rebelde apenas para agradar os incautos e ingênuos petistas do RN.

Para embolsar mais de 3 bilhões de reais do governo de Bolsonaro, a governadora Fátima Bezerra, do PT,  bateu ontem na porta do gabinete do ministro da Economia Paulo Guedes, com o pires na mão buscando socorro financeiro para pagar os salários atrasados, que são referente a parte do 13º de 2017 e da folha de novembro e aos valores integrais da folha de dezembro e o 13º de 2018.  

A petista Fátima Bezerra, governadora do RN, já está exaltando e defendendo a formatação de um programa de socorro do governo do capitão Bolsonaro que atenda às necessidades daquelas unidades da federação menos endividadas com a União, mas que atualmente têm problemas para pagar salários e fornecedores em dia.

O Plano de Equilíbrio Financeiro (PEF) é uma alternativa para que os Estados consigam dinheiro com mais agilidade. Parte dos valores economizados nos próximos quatro anos serão disponibilizados através de linha de crédito com aval da União para sanar as dívidas de curto prazo.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: