Após febre, Bolsonaro deve ficar ao menos mais uma semana internado

Os primeiros passos do governo Bolsonaro

Após ter uma parada intestinal no sábado, o presidente Jair Bolsonaro foi para unidade de cuidados semi-intensivos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde está internado há uma semana.

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, o presidente não deixará mais a internação na quarta-feira (6), como era previsto inicialmente. Segundo ele, Bolsonaro deve permanecer internado até, pelo menos, a próxima segunda-feira (11).

Segundo boletim médico divulgado nesta segunda-feira (4), o presidente teve febre na noite de domingo (3) e exames laboratoriais mostraram acúmulo de líquido na região onde estava colocada uma bolsa de colostomia.

“Apresentou, ontem à noite, elevação da temperatura (37,3 °C) e alteração de alguns exames laboratoriais. Foi iniciado antibioticoterapia de amplo espectro e realizados novos exames de imagem. Identificou-se uma coleção líquida ao lado do intestino na região da antiga colostomia. Foi submetido à punção guiada por ultrassonografia e permanece com dreno no local”, diz o boletim médico. Talita Fernandes – Folha de São Paulo

Leia maisApós febre, Bolsonaro deve ficar ao menos mais uma semana internado

Equipe econômica quer idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem

Resultado de imagem para EXCLUSIVO Outras Redes Equipe econômica quer idade mínima de 65 anos para homens e mulheres na reforma da Previdência

A equipe econômica do governo Jair Bolsonaro vai propor idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem no Brasil, segundo minuta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC).  

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, evitou comentar a minuta e afirmou que a proposta, incluindo, a idade mínima só pode ser tratada após o aval do presidente Jair Bolsonaro.

O texto, que ainda deverá ser aprovadopelo presidente, foi confirmado por três fontes que participam da elaboração da reforma. Duas fontes da área econômica confirmaram que se trata da versão preliminar e ainda é possível haver mudanças.

A PEC prevê que a idade mínima poderá ser definida por lei complementar, mas cria regras transitórias até a aprovação dos projetos de lei. Essa foi a saída encontrada pelos técnicos para evitar uma “enxurrada” de propostas legislativas sobre a Previdência no início dos trabalhos do Congresso Nacional.

Atualmente, há duas formas de se aposentar. Por idade, com a exigência de ter 65 anos (homens) e 60 anos (mulheres), com no mínimo 15 anos de contribuição. Ou por tempo de contribuição, quando não se exige idade mínima, mas são necessários 35 anos (homens) e 30 anos (mulheres) de pagamentos ao INSSA reforma que deve ser enviada pelo governo Bolsonaro até o fim do mês ao Congresso acaba com a possibilidade de se aposentar por tempo de contribuição. Gustavo Porto, Idiana Tomazelli e Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

Leia maisEquipe econômica quer idade mínima de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem

Vereadora faz politicagem com pedido de reabertura de posto policial no Panom I

Coronel Assis Santos, comandante do Batalhão em Assú, militar competente, profissional zeloso e responsável, não precisa de pedido de vereadora para cumprir seu dever

A vereadora do PP do Assú Elisângela Albano, aliado do governo do prefeito Gustavo Soares, irmão do líder do governo do PT e deputado do PR, George Soares, começa a fazer politicagem até com uma entrega de ofício durante visita pessoal ao coronel Assis Santos, comandante do Segundo Batalhão da PM em profissional zeloso, responsável e competente, que tem prestado relevantes serviços a comunidade assuense e ao Estado.

Na verdade, a divulgação de uma foto na companhia do Coronel da PM, Assis Santos, soa mais como uma desconfiança da vereadora Elisangela Albano, na palavra do coronel que tudo fez e fará reabrir o posto policial do Panon I. O oficial da PMnão reabriu o posto em Panon I, por falta de condições financeiras, de trabalho, homens e boa vontade do Governo do Estado em anos anteriores.

O coronel Assis Santos, sempre se mostrou um militar responsável voltado para prestar serviço de qualidade de proteção a população e manutenção da ordem em Assu, o militar não tem nenhuma culpa ou responsabilidade por descaso de governos passados ou atual, que não paga os salários atrasados dos policiais militares ou de dinheiro escasso para até abastecer viatura com combustível nos postos ou conserta-las nas oficinas quando quebram.

Projeto anticrime de Moro prevê prisão após 2ª instância e criminalização do caixa 2

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, se reúne com governadores e secretários estaduais de Segurança Pública para apresentar o Projeto de Lei Anticrime
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, se reúne com governadores e secretários estaduais de Segurança Pública para apresentar o Projeto de Lei Anticrime – Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, incluiu a prisão após a segunda instância e a criminalização do caixa dois no pacote de medidas que apresentou nesta segunda-feira (4) aos governadores, em Brasília.

O texto da proposta altera 14 leis do Código Penal, Código de Processo Penal, Lei de Execução Penal, Lei de Crimes Hediondos e Código Eleitoral.

Moro apresentou a redação em uma reunião com governadores nesta segunda-feira (4), no Ministério da Justiça em Brasília.

Uma das principais mudanças propostas por Moro é a execução provisória para condenados em segunda instância.

Moro pede que seja considerado crime eleitoral “arrecadar, receber, manter, movimentar ou utilizar qualquer recurso, valor, bens ou serviços estimáveis em dinheiro, paralelamente à contabilidade exigida pela legislação eleitoral”.

A pena prevista, segundo o texto divulgado nesta segunda, é de reclusão de dois a cinco anos, “se o fato não constitui crime mais grave”. Também está previsto o aumento da pena em até dois terços se a pessoa condenada for agente público.

Em outra inovação, o ministro da Justiça e Segurança Pública também cita nominalmente, no projeto de lei, o Primeiro Comando da Capital, Comando Vermelho, Família do Norte, Terceiro Comando Pura e Amigo dos Amigos, além de milícias, como exemplos de organizações criminosas.

O ministro Moro citou a recente onda de violência e de ataques no Ceará e disse que as organizações criminosas têm manifestado um poderio crescente.

“É necessário jogar mais duro com essas entidades”, declarou Moro. Folha de São Paulo

Leia maisProjeto anticrime de Moro prevê prisão após 2ª instância e criminalização do caixa 2

Deputado aciona o PT do Assú para forçar governadora a deixar policial de fora ao combate a violência

Nenhuma descrição de foto disponível.
Pastor Alfredo Luis deixa a igreja Assembléia de Deus em Assu numa enrascada feia e vergonhosa

O líder do governo do PT na Assembléia e deputado do PR George Soares, acionou os petistas do Assu, ex-vereador Luiz Carlos Petroleiro (apadrinhado da deputada federal Natália Bonavides na SESAP) e a
assessora especial da governadora Fátima Bezerra e sindicalista do SINTE/RN Inês Almeida, para ajudar a descumprir o decreto do Governo do RN (veja aqui).

Resultado de imagem para ines almeida e luiz carlos Assu

Ele quer os petistas intercedendo pela permanência do policial militar e filho do pastor da Assembléia de Deus Alfredo Luis de Melo, sem trabalhar a ficar em casa por apadrinhamento e aval do PR e PT do Assú. O pedido de engajamento ao PT do deputado assuense vem após o pastor da Assembléia de Deus em Assú divulgar vídeo elogiando a administração do seu irmão e prefeito do Assu Gustavo Soares, também do PR.

O Blog do VT divulga ate amanha o vídeo do pastor alfredo Luis puxando o saco do prefeito como gratidão ao favor do deputado George Soares.

Os petistas Luiz Carlos Petroleiro e Inês Almeida, já se acovardaram ao deputado do PR George Soares, com medo de perder até os empregos no governo de Fátima Bezerra e estão disposto a vender a própria alma por uma boquinha também no governo do prefeito Gustavo Soares.

A imagem pode conter: Volclene Bezerra Lula Da Silva, óculos e texto
Presidente do diretório do PT em Assú Volclene Bezerra se rendeu a George Soares por um contrato do lixo na Prefeitura do Assu que já rendeu aos cofres da empresa do cunhado mais de R$ 7 milhões de reais

O primeiro a entregar os pontos ao deputado George Soares foi o petista e presidente do diretório municipal do PT na cidade o professor Volclene Bezerra, por conta do lixo para a empresa do seu cunhado que tem contrato mensal com a Prefeitura do Assu, tendo faturado mais de R$ 7 milhões em dois anos. Comenta-se nos bastidores que George Soares já prometeu a vaga de vice-prefeito na chapa para as eleições municipais em 2020.

Nelter cobra recuperação asfáltica da BR-110

Preocupado com a situação precária da BR-110, que liga os municípios de Mossoró, Upanema e Campo Grande, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) cobra do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) a recuperação asfáltica deste trecho da rodovia.

“Fomos procurados pelo ex-prefeito de Campo Grande, Bibi de Nenca, bem como pelos amigos Jean Vieira, Grimaldo Gondim e Neta Góis, que estão extremamente preocupados com a situação desta rodovia. A BR-110 está bastante degrada, principalmente na parte urbana do município de Campo Grande, onde existem muitos buracos”, alertou parlamentar.

A cobrança de Queiroz foi formalizada através de requerimento protocolado na Assembleia Legislativa com destino à superintendência estadual do DNIT no Rio Grande do Norte, e se justifica uma vez que os condutores e pedestres que utilizam diariamente a rodovia estão colocando suas vidas em risco.

Pastor da Assembléia quer proteção da governadora para filho da PM não voltar ao trabalho

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Pastor Alfredo Luís de Melo, precisa deixar seu filho da PM voltar as ruas e defender a sociedade contra bandidos e da violência, sem nenhuma interferência pessoal, religiosa e política

Os servidores públicos, civis e militares, integrantes do quadro de pessoal da administração pública direta, indireta e fundacional do Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Norte, cedidos aos Poderes Legislativo e Judiciário, ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas, a órgãos ou a entidades da União e dos Municípios, com ou sem ônus para o cedente, deverão retornar aos órgãos de origem, no prazo de 60 (sessenta) dias, contados da publicação deste Decreto. Clique aqui

O decreto acima assinado no dia 02 de janeiro passado pela governadora do RN Fátima Bezerra, do PT, que tem validade para cumprimento até o próximo dia 02, quando completa 60 dias, não agradou ao pastor da Igreja Assembleia de Deus em Assú, Alfredo Luís de Melo, que luta junto ao líder do governo e deputado do PR, George Soares, para que um filho do importante religioso assuense, que é policial militar permaneça em Assu, sem trabalhar por apadrinhamento político.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadas
Com o atual vereador do Assu Stélio de Sá Leitão, membro da Assembléia de Deus, num momento de descontração, o pastor Alfredo, também precisa da bom exemplo e entregar os empregos de nora e etc na Prefeitura do Assú

Não satisfeito com a medida da governadora do PT para que os policiais civis e militares voltem ao trabalho de segurança das ruas, dos lares e das famílias cidadãos do RN para combater a criminalidade e a violência, o pastor Alfredo Nascimento, que tem a Prefeitura do Assú como cabide de empregos para seus familiares, engordando a sua renda familiar mensal,

Com esse comportamento condenável e antiético, o pastor Alfredo Luís de Melo, assim vai acabar com a moral de uma igreja evangélica séria e honesta que realizava, antes dele, um grande serviço social para todos e não voltado apenas para os interesses mesquinhos e egoístas de beneficiar só familiares e amigos mais próximos do pastor.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: