fbpx

Prefeitura de Parnamirim atrasa distribuição de material escolar

Resultado de imagem para prefeitura de parnamirim

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 4ª Promotoria de Justiça de Parnamirim, recomendou à Prefeitura que tome providências, no prazo de até 10 dias, para disponibilizar um veículo de carga para a Secretaria Municipal de Educação (Semec).

O MP quer o prefeito de Parnamirim Rosano Taveira agilizar o transporte e a distribuição do material existente nos depósitos da unidade municipal e em outros locais que porventura se encontrem, para as instituições que compõem a rede municipal de ensino.  

Leia maisPrefeitura de Parnamirim atrasa distribuição de material escolar

Prefeito Doutor deixa USB do Vertentes se transformar em lixeira

Enquanto os vereadores do Assú adotam uma postura covarde e de subserviência ao governo do prefeito Gustavo Soares, o Doutor que fazia a promessa na campanha de mudar a vida da saúde da população, com raras exceções de completa e total obediência, o povo começa a ficar revoltado com o abandono da Secretaria Municipal de Saúde e vai a rua reclamar e protestar contra o descaso.

No vídeo, Sueldo das Verduras cobra da gestão abandonando gente que transformou a UBS do bairro Vertes numa lixeira fechada, após dois anos, culpando a gestão anterior de Ivan Júnior, mas não faz nada para concluir uma obra que está se deteriorando sem nenhuma atenção do Doutor que mora em Natal e construiu uma clinica luxuosa de ortopedia em Mossoró, para reforçar a sua renda financeira mensal e pessoal, mesmo ganhando R$ 19 mil por mês, sem praticamente dar expediente.

A população está pedindo e implorando ao Ministério Público do Assu que investigue esse descaso que não é de hoje, punindo que vem prejudicando uma comunidade inteira da cidade.

Kelps diz que Fátima adotar teto de gasto, é surpresa muito grande

Após a governadora Fátima Bezerra, do PT admitir ontem em reunião com os deputados estaduais a possibilidade de enviar à Assembleia um projeto de lei sobre o teto dos gastos públicos, o deputado Kelps Lima, destacou que “foi uma surpresa muito grande e positiva” o anúncio da medida de limitação das despesas públicas.

“Sou a favor do teto dos gastos. Não se pode gastar mais do que arrecada. Isso teve uma pregação contrária da governadora quando estava no Senado, pedindo que caso Fernando Hadadd fosse eleito, revogasse a lei do teto dos gastos públicos”.

Kelps Lima disse que o Estado precisa ter o congelamento de despesas, “embora certos gastos não dê para congelar”, enquanto o governo reequilibra as contas públicas. “Sempre fui a favor disso e fico feliz que a governadora tenha mudado de opinião e seja agora a favor do teto dos gastos”.

Rogério cita não cita Fátima do RN entre governadores que apoiam a reforma

Rogério Marinho, secretário da Previdência do governo federal Foto: Wilson Dias / Agência O Globo

O secretário da Previdência, Rogério Marinho, disse na noite dessa quarta-feira (30) que todos os segmentos da sociedade, inclusive os militares, serão incluídos na reforma da Previdência.

Segundo ele, a proposta deve ser apresentada aos parlamentares até o fim de fevereiro. “Ninguém vai ficar de fora. O governo vai apresentar um projeto que vai levar em consideração todos os segmentos da sociedade brasileira”, disse Marinho.

Segundo ele, oito governadores já declararam ao governo apoio à reforma. “As finanças públicas se deterioraram e também teve uma deterioração gradativa dos serviços públicos. Governadores passaram a ser gestores de folha de pagamento.

O presidente Bolsonaro quer uma reforma com justiça social. É importante que essa rede de proteção social seja preservada. Quem tem menos, contribui menos e quem tem mais, contribui proporcionalmente mais. Nosso sistema é injusto e insustentável”, declarou.

Marinho não citou o nome de nenhum dos oitos governadores que apoiam a reforma da Previdência, mas a governadora do RN, Fátima Bezerra, tem se esquivado de falar ou se posicionar sobre o assunto, assim como o seu líder do governo na Assembléia, deputado George Soares. Com informações de O Globo.

INSS restringe direitos que segurado não sabia que tinha

Resultado de imagem para inss natal

São tantas as mudanças previstas na Medida Provisória 871, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 18 deste mês, que algumas delas pegaram a população de surpresa. Mas não pelas novas normas, e sim porque poucos sabiam que as regras antigas sequer existiam.

No caso do salário-maternidade, por exemplo, a MP estabelece que o benefício deverá ser requerido até 180 dias após o parto ou adoção. Antes, o prazo era de até cinco anos. Segundo o advogado João Badari, especialista em Direito Previdenciário, esse tempo era previsto no Código Civil.

Outra mudança foi para os segurados que estão recebendo auxílio-doença e são presos. A partir de agora, ele terá o benefício suspenso desde a data da prisão e, caso não seja liberado em 60 dias, o benefício é cessado.

Antes da MP o segurado não poderia acumular auxílio-doença e auxílio-reclusão, no entanto, caso não atendesse aos critérios do auxílio-reclusão, poderia continuar recebendo o auxílio-doença, mesmo enquanto estivesse preso.

Uma terceira mudança foi com relação à inscrição post mortem de um segurado do INSS. Antes, era possível que um cidadão filiado ao INSS, mas que não estava inscrito, ou seja, não contribuía, fosse inscrito após sua morte pelos familiares, para efeito de recebimento de pensão. Mesmo assim, Badari explica que a família teria que pagar as contribuições retroativas, o que nem sempre compensaria o recebimento do benefício. Pelas regras atuais, a pensão só é concedida para os dependentes do segurado que efetivamente contribuía com o INSS. Stephanie Tondo – O Globo

Prefeito do Assú ‘toca fogo’ em mais de meio milhão de reais com aluguel de máquinas

Prefeito do Assú abandona as máquinas pesadas do governo para torrar mais de meio milhão de reais em contrato de locação

Ao invés de usar as máquinas pesadas da frota da Prefeitura do Assu para a recuperação das estradas vicinais do Município, o prefeito Gustavo Soares, que abandonou a cidade após ser eleito chefe do executivo e receber R$ 19 mil reais por mês para dar expediente em Natal e Mossoró para aumentar a sua renda financeira pessoal, contratou a locação de horas de máquinas pesadas, com motorista, combustível e manutenção por conta da contratada por R$ 550.000,00 (quinhentos e cinquenta mil reais).

No ano passado, a Prefeitura do Assú contratou a Empresa R P DOS SANTOS SERVIÇOS E COMERCIO – ME, especializada em serviços de borracharia, compreendendo montagens, desmontagens e remendos, para atender às necessidades das Secretarias do Município no valor de R$ 63.100,00 (sessenta e três mil e cem reais). Este ano, véspera de ano eleitoral, o governo preferiu contratar empresas, o que não acontecia antes.

O prefeito Gustavo Soares pode sair da Prefeitura direto para a cadeia, se for constatado corrupção, falcatruas ou manobras para desviar dinheiro público como acontecia no passado no governo do seu pai e ex-prefeito Ronaldo Soares que foi aposentado a força por condenação de colegiado da Justiça (Tribunais), já que se tornou inelegivel e não pode disputar hoje um cargo de vereador em Assu.

Governo do PT libera R$ 4,4 milhões para Nuilson, o Pavão no Diba

Presidente do Diba e supér secretário Nuilson Medeiros, na reunião com petista
futuro secretário de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro

O presidente do Diba, Nuilson Medeiros, atual super secretário da Prefeitura do Assú e apontado como candidato a prefeito nas eleições de 2020, vai gerenciar
R$ 4,4 milhões liberados pelo Governo do RN, para equipar os lotes de terras com sistemas de irrigação automatizados, sistema de filtragem e bombeamento de água, novas tubulações, tratores, veículos e novas tecnologias para produzir.

Homem forte da patota de Ronaldo Soares, pai do prefeito do Assu Gustavo Soares e o líder do governo do PT, deputado George Soares, o presidente do Diba Nuilson Medeiros, é réu na Justiça por diversas acusações de corrupção e outros crimes como afilhado da oligarquia Soares, assim como por credores que foram lesados pela empresa Profértil que gerenciou e faliu em Assú.

George Soares defende governo do PT para manter emprego do sogro na Ceasa

O líder do Governo Fátima Bezerra, do PT e deputado do PR, George Soares, trabalha para manter o cabide de empregos do seu sogro na Ceasa e de afilhados para fazer sua politicagem como chefe do hospital regional do Assu, defende que a “Assembleia precisa ser parceira, os 24 deputados precisam pactuar com o Governo e tomar medidas com celeridade para o Rio Grande do Norte sair do caos”.

Em reunião nesta quarta-feira, 30, a governadora Fátima Bezerra, acompanhada da equipe econômica e jurídica do Governo do Estado informou aos deputados estaduais os motivos e a necessidade de aprovação das medidas integrantes do Plano de Recuperação Fiscal. Fátima Bezerra ressaltou o ‘espírito público’ e os compromissos que os deputados devem ter com o Rio Grande do Norte, com os servidores, com os empresários e com a população em geral.

“Nós do Governo, e a população do Estado, contamos com o apoio e o entendimento pela aprovação das medidas para estabelecermos o equilíbrio fiscal e financeiro”, afirmou Fátima Bezerra aos 21 deputados presentes.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: