Governo prepara análise pública de leilão no NE que pode elevar conta de luz

0

O Ministério de Minas e Energia deverá abrir uma consulta pública para contratar novas usinas térmicas movidas a gás natural no Nordeste do país.

O leilão é controverso entre especialistas do setor elétrico e dentro do próprio governo, conforme antecipou a Folha, em julho.

Há três meses, a reportagem solicita ao ministério e à EPE (órgão responsável por estruturar os estudos para os leilões) dados sobre o embasamento técnico para o projeto, mas sem retorno.

Segundo fontes do setor, a proposta está em fase final de elaboração e deve ser aberta para receber contribuições ainda em outubro.

A maior dúvida é como as usinas serão contratadas, o que define o preço da energia. Taís Hirata – Folha de São Paulo

Leia maisGoverno prepara análise pública de leilão no NE que pode elevar conta de luz

George Soares quer botar o PT do Assú ‘debaixo dos pés’

No seu pronunciamento na Princesa FM no domingo da eleição como deputado estadual reeleito George Soares se queixou PT do Assú e acusou o partido no município de agir com deslealdade  e agora, o chefe da oligarquia quer botar a legenda petista ‘debaixo dos pés’ que tem a simpatia e quer o ex-prefeito Ivan Júnior apoiando Fátima Bezerra para governadora.

Apesar de fazer o jogo duplo e do faz de conta que apoia a candidata a governadora Fátima Bezerra, George Soares mandou a vice-prefeita Sandra Alves e outros aliado do MDB ao governo do seu irmão, o prefeito Gustavo Soares, apoiar o candidato a governador Carlos Alves. No entanto, não quer aceitar de jeito nenhum o apoio de Ivan Júnior a Fátima sob a ameaça de rompimento.

Caso Fátima Bezerra aceite o veto do líder do clã dos Soares a Ivan e seja eleita governadora do Rio Grande do Norte, o trio Ronaldo, George e Gustavo, vão exigir a maioria e os melhores cargos comissionados do Governo do Estado no Assú e no Vale do Açu para serem rateados com seus aliados.

Para o PT do Assú, deve sobrar os piores cargos e de menor poder de influência. A ganância e ambição de George Soares pelo poder é algo desmedido. Já exigiu compromisso da candidata a governadora Fátima Bezerra para ser o presidente da Assembléia Legislativa, mas não esta satisfeito, quer mais. Vamos aguardar se Fátima se rende as exigências da oligarquia que não é Maia ou Alves, mas é Soares.

Albert e Carla Dickson estão com Carlos Alves no 2º turno

O deputado estadual reeleito Albert Dickson e a vereadora e primeira suplente de Carla Dickson, ambos do PROS, estão com Carlos Eduardo Alves  para governador no segundo turno. O anúncio foi feito no início da noite desta terça-feira (16/10) ao candidato do PDT.

Albert Dickson foi reeleito para a Assembleia Legislativa com 31.698 votos. Carla Dicksonobteve 60. 590 votos para deputada federal. “Vamos entrar firmes para ajudar na vitória do futuro governador Carlos Eduardo  Alves ”, afirmou Albert.

Robinson fica neutro para governador e presidente

O governador Robinson Faria (PSD) vai adotar a neutralidade no segundo turno das eleições para o Governo do Estado e Presidência de República. Com a tentativa frustrada de se reeleger ao cargo, ficando em terceiro lugar na disputa do primeiro turno, obtendo pouco mais de 190 mil votos, ele diz que vai se dedicar para entregar um Estado equilibrado financeiramente ao seu sucessor no executivo estadual.

“Vou ficar neutro. Não vou tomar posição política. Não quero falar bem ou mal dos candidatos envolvidos na disputa. Se o povo não me quis no segundo turno, cabe a mim ficar na neutralidade, e em silêncio. Também não vou me posicionar com relação aos que disputam a presidência”, disse Robinson Faria, em entrevista para a rádio 98 FM.

Em meio a escândalos, arquidiocese de Washington admite crimes passados

Enquanto a Igreja Católica enfrenta denúncias contra figuras populares do clero norte-americano, a Arquidiocese de Washington. divulgou nesta terça-feira (16) uma lista de membros acusados de abusos sexuais contra crianças e adolescentes.

Titular da arquidiocese, o cardeal Donald Wuerl é um nome influente e foi citado repetidas vezes como responsável por encobrir casos de pedofilia ocorridos durante seu ministério anterior, na Pensilvânia. Em relatório da Suprema Corte desse estado, foram relatadas mais de mil crianças vítimas.

Na sexta-feira, 12, o papa Francisco aceitou um pedido de renúncia do ministério entregue por Wuerl em 2015. A decisão causou polêmica e gerou diversas críticas ao pontífice.

A Arquidiocese de Washington também se recupera do escândalo envolvendo seu antecessor. O arcebispo emérito Theodore McCarrick foi suspenso em junho após alegações de abusos contra crianças e adultos. Seu nome não consta entre os divulgados agora.

Leia maisEm meio a escândalos, arquidiocese de Washington admite crimes passados

PF indicia Temer e pede prisão de amigo do presidente

Michel Temer durante solenidade de posse do novo presidente da Embrapa, no Palácio do Planalto, em 10.out

A Polícia Federal concluiu inquérito sobre propina no setor portuário e afirmou que o presidente Michel Temer e outras dez pessoas praticaram os crimes de corrupção passiva, ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

O delegado Cleyber Malta Lopes pediu a prisão de quatro investigados, entre eles o coronel João Baptista Lima Filho, amigo do presidente. A polícia ainda solicitou o bloqueio de bens dos indiciados, inclusive do presidente.

O relatório foi entregue ao ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal). O Ministério Público Federal é quem tem competência para denunciar.

Os indiciados pela PF são: Michel Temer, sua filha, Maristela Temer, Rodrigo Rocha Loures, seu ex-assessor, Antonio Greco, ex-diretor da Rodrimar, Ricardo Mesquista, também da Rodrimar, Gonçalo Torrealba, diretor do grupo Libra, o coronel João Baptista Lima Filho e sua mulher, Maria Rita Fratezi, amigos de Temer, Carlos Alberto Costa e seu filho, diretor da Argeplan, e Almir Ferreira, contador da Argeplan.  Camila Mattoso e Letícia Casado – Folha de São Paulo

Leia maisPF indicia Temer e pede prisão de amigo do presidente

Padres usam missas e redes sociais para apoiar Bolsonaro e Haddad

Jair Bolsonaro recebe a visita do Padre Jorjão (à dir.) e padre Omar no hospital

Jair Bolsonaro (PSL) ou Fernando Haddad (PT)? Não são só mesas de bares e grupos de WhatsApp que têm se dividido sobre a eleição mais polarizada do Brasil nas últimas décadas.

Missas e redes sociais vêm servindo de termômetro para o cisma político dentro da Igreja Católica, com padres e até bispos tomando partido, apesar de o direito canônico desestimular posicionamentos de natureza política.

Nesta quarta-feira (17), dom Orani Tempesta, bispo da Arquidiocese do Rio, se encontrará com Bolsonaro, dois dias após seu bispo auxiliar, dom Antônio Augusto Dias Duarte, passar uma hora na casa do candidato do PSL —que tratou de publicar a foto com o religioso em seu Twitter. 

O presidenciável do PT, Fernando Haddad, a vice Manuela D'Ávila e a esposa do petista, Ana Estela, em missa no dia de Nossa Senhora Aparecida

Duas figuras populares do clero local já fizeram acenos ao capitão reformado: Jorjão e Omar Raposo (reitor do santuário sob os pés do Cristo Redentor), tidos como padres popstar e amigos de celebridades como Zeca Pagodinho e Elba Ramalho, visitaram o presidenciável esfaqueado no hospital. A foto viralizou entre bolsonaristas. Anna Virginia Balloussier  – Folha de São Paulo

Leia maisPadres usam missas e redes sociais para apoiar Bolsonaro e Haddad

Cid Gomes quer impedir uso do seu discurso contra o PT na TV

O senador eleito pelo PDT no Ceará, Cid Gomes , recorreu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na noite desta terça (16) contra o uso de sua imagem no programa eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL), informa Julia Chaib.

O rival de Fernando Haddad (PT) na disputa presidencial levou ao ar na noite desta terça (16) o desabafo que Cid fez contra petistas nesta segunda (15).

A defesa de Cid, irmão de Ciro Gomes (PDT),  diz que Bolsonaro lançou mão de “ardiloso artifício para tentar repassar à população fatos que não condizem com a realidade”.

Os advogados do pedetista alegam que a campanha do capitão reformado infringiu a lei eleitoral porque não poderia transmitir propaganda com a imagem de candidato que pertence a partido que declarou apoio a outro. Painel – Folha de São Paulo

Leia maisCid Gomes quer impedir uso do seu discurso contra o PT na TV

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: