A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM: Câmara Macauense insiste em promover políticos e enganar o povo

Há um conceito bem fundamentado que diz que a loucura consiste em “Fazer a mesma coisa repetidamente e esperar resultados diferentes”, nesse conceito, boa parte dos vereadores macauenses se encaixam perfeitamente como “loucos”, uma vez que insistem em levar adiante uma “investigação” que de tão simulada e frágil já nasceu de forma desastrada – o Presidente da CEI postou no Facebook sua posição antes mesmos de iniciar as oitivas investigativas -, deixando assim, transparecer seu real intento: Tentar (mais uma vez) queimar politica e moralmente o Prefeito Tulio Lemos, perante o povo de Macau; Já que judicialmente e administrativamente ela pouco agiria devido a sua insignificância material. Tendo em consideração isto, parece haver em Macau uma espécie de caça à moral, um preço pra desmoralizar o Prefeito Tulio Lemos, querem a todo custo lhe imputar alguma espécie de delito, por menor que seja, para iguala-lo aos demais e tirar dele a sua maior virtude: a honestidade.

Hoje, 11 de outubro, em sessão ordinária na câmara municipal, foi lido o relatório final da CEI e os edis tiveram suas chances de defender seus votos e pontos de vista e tentar, de certo modo, convencer os outros a acompanha-los no voto. Perda de tempo.

O relatório foi aprovado por 8 votos a 5 e a câmara se fizer o que pouco tem feito (seu trabalho de forma regular), deve enviar para o órgão fiscalizador para que este por sua vez, engavete e triture mais essa denúncia falida.

DISCUSSÃO: Entre os vereadores, na discussão do relatório teve de tudo; Gritos de “Lula Livre” e até um surto de amnésia, nos vereadores Jairton Medeiros e Carlinhos do Valadão que, em dado momento, disseram que a empresa à época detentora do contrato era “premiada” pelo mau serviço prestado recebendo “em dia e antes de todas as outras empresas”. A dupla de edis se esquece porém, que durante o ano de 2017 e parte de 2018 foram realizadas cerca de três greves por parte de funcionários da empresa, motivados por pontuais atrasos no pagamento, e se esquece PRINCIPALMENTE que a empresa Vale-Norte saiu de Macau, com cerca de 700mil reais a receber. Ou seja: Quem gostaria de ser premiado assim ? Eles certamente não.

Ipanguaçu e mais 39 municípios do RN tiveram FPM retido por dívidas com o Governo Federal

Prefeito de Ipanguaçu Valderedo Bertoldo

Quarenta cidades do Rio Grande do Norte não receberão os repasses federais referentes a primeira cota de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Para ter direito aos recursos da União, os municípios não podem estar em dívida com o Governo Federal.

Confira abaixo a lista dos municípios do RN que tiveram a primeira cota do FPM de outubro retida:

  • Afonso Bezerra
  • Alto do Rodrigues
  • Antônio Martins
  • Arez
  • Baraúna
  • Bento Fernandes
  • Carnaubais
  • Encanto
  • Equador
  • Extremoz
  • Felipe Guerra
  • Florânia
  • Galinhos
  • Gov. Dix-sept Rosado
  • Grossos
  • Ielmo Marinho
  • Ipanguaçu
  • Janduis
  • João Câmara
  • Lagoa D’anta
  • Nova cruz
  • Parazinho
  • Pau dos Ferros
  • Pedra Grande
  • Pedro Velho
  • Pendências
  • Poço Branco
  • Porto do Mangue
  • Rio do Fogo
  • Santana dos Matos
  • Santo Antônio
  • São Bento do Norte
  • São Miguel do Gostoso
  • São Pedro
  • Senador Georgino Avelino
  • Tenente Laurentino
  • Tibau
  • Touros
  • Umarizal
  • Vila Flor

Raquel denuncia ministro do TCU e filho por tráfico de influência

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por tráfico de influência, por supostamente terem negociado e recebido R$ 2,2 milhões da empresa UTC Engenharia, para influenciar o julgamento de processos referentes a contratos da usina de Angra 3 no valor de R$ 3,2 bilhões enquanto tramitavam no tribunal de contas. O advogado Tiago Cedraz, filho do ministro, e mais duas pessoas também foram denunciados.

A UTC era parte de um consórcio de sete construtora que disputava contratos em valores totais de R$ 3,2 bilhões em Angra 3, que eventualmente passaram pela análise do tribunal. Nesse contexto, o dono da empreiteira, Ricardo Pessoa, descrito pela PGR como líder do esquema, contratou Tiago Cedraz para, junto com o ministro Aroldo Cedraz, interceder em benefício dos interesses do consórcio, em ao menos dois processos. O objetivo final era evitar que o TCU impedisse a contratação ou fizesse exigências onerosas às empresas contratadas. A delação de Ricardo Pessoa corroborou a denúncia. As obras em Angra 3, iniciadas em 1983, até hoje não foram concluídas.

A PGR afirma ter comprovado que houve entrega dinheiro em espécie, de forma parcelada, em São Paulo, na sede da UTC e, em Brasília, no endereço onde funciona o escritório de Tiago Cedraz. Segundo a denúncia, o primeiro acerto foi firmado em 2012, e os pagamentos foram feitos de forma parcelada e em espécie, até 2014. Os R$ 2,2 milhões teriam sido repassados ao longo do período de tramitação dos processos. Luciano Araújo é apontado como recebedor dos pagamentos mensais, e Bruno Galiano, como responsável por dar suporte técnico às tratativas ilícitas. Eles também foram denunciados.

Leia maisRaquel denuncia ministro do TCU e filho por tráfico de influência

Santana do Matos: MP Eleitoral recomenda não citação de nomes de candidatos em evento

Resultado de imagem para benes leocadio

Festa Top 7 Shows começa nesta quinta (11). Recomendação é direcionada a deputado federal eleito, Benes Leócadio a organizadores da festa e a integrantes de bandas

O Ministério Público Eleitoral recomendou que não haja elogios, pedidos de votos e agradecimentos pessoais a qualquer candidato que ainda esteja concorrendo às eleições gerais deste ano durante um evento que será iniciado nesta quinta-feira (11) em Santana do Matos. A recomendação é direcionada ao deputado federal eleito Benes Leocádio, aos organizadores da festa e aos integrantes das bandas que irão se apresentar no Top 7 Shows, que se estenderá até o domingo (14). 

Durante a festa, não podem ser citados os nomes dos candidatos a governador do Estado e a presidente da República que ainda disputam a eleição em 2º turno. Caso isso aconteça, poderá ser caracterizado propaganda eleitoral irregular e abuso do poder por uso indevido de meios de comunicação, levando o agente à inelegibilidade e o candidato à cassação de registro ou perda de mandato. 

Pelo o que foi apurado pelo MP Eleitoral, o evento festivo, que é aberto em praça pública, será em comemoração ao resultado eleitoral do candidato a deputado federal Benes Leocádio. Na recomendação, o MP Eleitoral lembra que uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral proíbe a “realização de showmício e de evento assemelhado para promoção de candidatos e a apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animar comício e reunião eleitoral, respondendo o infrator pelo emprego de processo de propaganda vedada e, se for o caso, pelo abuso do poder”. 

Cópias da recomendação foram enviadas ao prefeito de Santana do Matos e ao comandante da Polícia Militar do Município para que seja dado apoio ao cumprimento do que foi recomendado.

Ciro viaja para a Europa e frustra plano do PT para o segundo turno

Cro Gomes, ao deixar reunião da Executiva Nacional do PDT, que decidiu 'apoio crítico' a Haddad Foto: Ailton de Freitas / Agência O Globo

Terceiro colocado na disputa presidencial, Ciro Gomes ( PDT ) vai embarcar nesta quinta-feira para a Europa. A viagem do pedetista frustra os planos do PT , que gostaria de contar com a sua participação ativa na campanha deFernando Haddad no segundo turno contra Jair Bolsonaro PSL ) imediatamente.

Ciro planeja voltar ao Brasil somente na metade da semana que vem, quando faltarão cerca de 10 dias para a eleição. A ausência do pedetista do país nos próximos dias prejudica, pelo menos num primeiro momento, a estratégia de dar um caráter de “frente democrática” à candidatura de Haddad na etapa final da eleição.

Para passar a ideia de que o presidenciável não representa apenas o PT, o logo da campanha foi trocado, dando destaque para as cores da bandeira brasileira . O vermelho do primeiro turno foi reduzido, e o slogan da candidatura passou a ser “O Brasil para Todos”.

A adesão total de Ciro à campanha de Haddad era tratada como questão de tempo pelos aliados do presidenciável petista. Haddad antecipou para a o começo da noite de quarta-feira sua viagem a Brasília, prevista inicialmente para a manhã de quinta-feira. O candidato do PT chegou a desmarcar uma entrevista que daria ao vivo para TV Bandeirantes, em São Paulo. Ciro estava na capital federal por causa da reunião do comando do PDT, mas deixou a cidade antes da chegada do petista. Bela Megale e Sérgio Roxo – O Globo

PSC, ligado à Assembleia de Deus, oficializa apoio a Bolsonaro

Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Partido Social Cristão (PSC), ligado à Assembleia de Deus, maior igreja evangélica do País, declarou oficialmente há pouco apoio a Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, no segundo turno da eleição contra Fernando Haddad (PT).

“O PSC, um partido que defende bandeiras liberais na economia e conservadoras nos costumes, tem certeza de que as propostas do candidato do PSL são as melhores para o Brasil”, disse a direção do partido, em comunicado oficial.

A decisão do PSC se deu por unanimidade, segundo nota divulgada pelo partido. Ao Estadão/Broadcast, o presidente nacional do PSC, pastor Everaldo Pereira, havia antecipado que o partido jamais apoiaria Haddad e faria campanha por Bolsonaro, caso o segundo turno fosse disputado entre os dois.

Everaldo batizou Bolsonaro nas águas do Rio Jordão, em Israel, em 2016. O candidato do PSL foi filiado ao PSC e, apesar de ser católico, tem seu melhor desempenho entre os eleitores que se declaram evangélicos, segundo diferentes pesquisas de intenção de voto. Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

Leia maisPSC, ligado à Assembleia de Deus, oficializa apoio a Bolsonaro

Câmara de Vereadores de Touros quer destituir prefeito do cargo

Resultado de imagem para prefeito Assis do Hospital

A Câmara Municipal de Touros decide, em sessão extraordinária convocada para amanhã (12), se aceita denúncia contra o prefeito Assis do Hospital (PP). Ele foi acusado de cometer infrações política-administrativas na área da Saúde e da Educação. Caso os vereadores aceitam o pedido, será instalada Comissão Processante que pode afastar o gestor da Prefeitura Municipal.

A denúncia chegou à Câmara Municipal por meio da professora Rozangela Maria Silva de Sá, que integra o quadro de servidores do município. Segundo documentos entregues por ela ao legislativo, o prefeito teria usado mais de R$ 6 milhões, majoritariamente da Saúde e da Educação, de forma indevida.

A presidente da Câmara Municipal de Touros, vereadora Izabel Cristina (PSDB), explica que a convocação se deu porque a Procuradoria da Casa encontrou indícios de que as infrações tenham sido cometidas. “Já identificamos que houve remanejamentos acima de 30% sem a autorização do legislativo, o que é vedado pela Lei Orgânica do Município”, disse a parlamentar.

A Câmara de Touros é formada por 13 vereadores. Até o momento, 11 deles já se comprometeram publicamente a dar início aos trabalhos da Comissão Processante, para apurar a veracidade das informações. Comprovadas as infrações, o legislativo pode destituir o prefeito do cargo. Tribuna do Norte

Nova cirurgia de Bolsonaro deve ser realizada em janeiro, diz médico

Resultado de imagem para Fabiana Cambricoli e Renata Cafardo, O Estado de S.Paulo

O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, deverá passar por nova cirurgia logo após uma eventual posse, caso eleito no segundo turno das eleições 2018. É o que prevê o cirurgião-chefe da equipe médica do candidato, Antônio Luiz Macedo, do Hospital Israelita Albert Einstein, no Morumbi, na zona sul da capital paulista, onde o candidato ficou internado por quase um mês.

Em entrevista ao Estado na tarde desta quarta-feira, 10, o especialista afirmou que a operação para fechamento da colostomia (exteriorização do intestino para saída das fezes) só poderá ser feita após o dia 12 de dezembro, mas que, como o procedimento requer duas semanas de recuperação, se o paciente se submetesse à operação ainda neste ano não haveria garantias que ele estaria completamente recuperado para uma eventual posse, no dia 1.º de janeiro.

Dessa forma, o ideal, segundo o médico, é que o procedimento seja feito somente em janeiro. “Eu me sentiria mais seguro se a gente fechasse (a colostomia) após a (eventual) posse, em janeiro. Mas se ele quiser fazer antes, não vejo grandes dificuldades”, declarou. “Ele é muito ativo, quase impulsivo, tem muita disposição para fazer as coisas, é capaz de ele querer tirar antes. Acho que se os exames estiverem bons no dia 18 de outubro, esperando terminar o pleito eleitoral, ele decide se fecha no meio de dezembro ou em janeiro”, disse Macedo. Fabiana Cambricoli e Renata Cafardo, O Estado de S.Paulo

Leia maisNova cirurgia de Bolsonaro deve ser realizada em janeiro, diz médico

O feriado em Natal e Mossoró

Comércio de rua foi fechado após tumultos no bairro do Alecrim, em Natal, nesta quarta (20); 20/12/2027 — Foto: Filipo Cunha/Inter TV Cabugi

Nesta sexta-feira (12) é comemorado o dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, e o feriado nacional muda o funcionamento do comércio. Em Natal e Mossoró, o comércio de rua é fechado e os shoppings e supermercados abrem em horário diferenciado.

Natal

Comércio de rua

Alecrim: Fechado
Centro da Cidade: Fechado
Zona Norte: Fechado

Shoppings

Midway Mall

Alimentação e Lazer: 11hs às 22hs 
Lojas de Departamento: de 13h às 21hs
Demais lojas: de 15h às 21hs
Hipermercado Extra: de 7h às 22h
Academia Smart Fit: De 9h às 15h

Leia maisO feriado em Natal e Mossoró

Câmara fica mais jovem, mais militar e mais feminina

Com um índice de renovação de 52%, o maior em 20 anos, a nova Câmara dos Deputados será mais jovem, com ampliação da representação de mulheres e negros. A participação de militares também cresceu, mas políticos, empresários e advogados ainda estão no topo do ranking de profissões.

Um em cada cinco dos 243 eleitos que nunca ocuparam uma cadeira na Casa tem até 35 anos. Entre eles, seis têm até 24 anos. Apesar de o número ser baixo, corresponde ao triplo do resultado das eleições de 2014, quando apenas dois deputados estavam nesta faixa etária.

Entre os cinco mais votados, dois têm até 24 anos – Kim Kataguiri (DEM-SP), com 22 anos, e João Campos (PSB-PE), com 24 anos, filho do ex-governador Eduardo Campos, morto em acidente aéreo em agosto de 2014 quando concorria à Presidência. Apesar do aumento nesta faixa etária, o índice de deputados de até 30 anos permaneceu o mesmo em relação a 2014, somando 28. Mariana Haubert, Camila Turtelli e Carla Bridi, O Estado de S.Paulo

Leia maisCâmara fica mais jovem, mais militar e mais feminina

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: