Garibaldi de fora

Garibaldi Alves Filho (MDB), de 71 anos, não foi reeleito. Ele ocupava uma cadeira no Senado desde 1° de fevereiro de 2003 e foi presidente da casa e do Congresso Nacional entre dezembro de 2007 e fevereiro de 2009.

Garibaldi ingressou na vida pública em 1966, quando assumiu a chefia da Casa Civil de Natal, na gestão de Agnelo Alves. Ele foi deputado estadual entre 1971 e 1986, prefeito de Natal entre 1986 e 1989 e governador do RN entre 1995 e 2002.

Ao todo, 16 candidatos disputaram as duas cadeiras do Rio Grande do Norte no Senado. A candidatura de Jurandir Marinho (PRTB) foi impugnada pela Justiça Eleitoral e, por isso, os votos dele não foram computados. G! RN

Capitão Styvenson (Rede) e Dra. Zenaide (PHS) são eleitos senadores pelo RN

Capitão Styvenson (Rede) e Dra. Zenaide (PHS) foram eleitos senadores pelo RN — Foto: Julianne Barreto e Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

O Rio Grande do Norte elegeu o capitão Styvenson Valentim (Rede) e a Dra. Zenaide Maia (PHS) para o Senado Federal. Com 96% das urnas apuradas, Capitão Styvenson teve 25,98% dos votos válidos e Zenaide Maia, 22,58%.

Neste ano o eleitor escolheu dois candidatos ao Senado porque o mandato é de oito anos, mas as eleições ocorrem de quatro em quatro anos. Assim, a cada eleição, a Casa renova, alternadamente, um terço e dois terços de suas 81 cadeiras. Neste ano, 54 vagas estavam em disputa no país.

Styvenson Valentim despontava desde o início das eleições como favorito nas pesquisas. Ele era seguido por Zenaide Maia, que dividia a segunda colocação com Garibaldi Alves Filho (MDB) e Geraldo Melo (PSDB).

Eann Styvenson Valentim Mendes tem 41 anos e é capitão da Polícia Militar do Rio Grande do Norte desde 2003. No ano de 2009, entrou para o Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE). Entre os anos de 2012 e 2016, ele ficou conhecido pelo rigor na coordenação da Operação Lei Seca. Mais recentemente, o capitão Styvenson atuou na Zona Oeste de Natal, com a segurança escolar.

Zenaide Maia Calado Pereira dos Santos tem 64 anos e é deputada federal do Rio Grande do Norte. Ela é médica formada pela Universidade Federal do RN e deu início a vida pública como secretária de saúde de São Gonçalo do Amarante, onde atuou durante dois mandatos. Na Câmara Federal participou das comissões da Mulher, das Pessoas com Deficiência, da Seguridade Social e Família, dentre outras. é a primeira vez que tenta vaga no Senado Federal. G1 RN

Fátima Bezerra e Carlos Eduardo disputam segundo turno no RN

Fátima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo (PDT) — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Os candidatos Fátima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo (PDT) seguem para o segundo turno na disputa ao governo do Rio Grande do Norte, de acordo com as apurações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas urnas do estado. Confira a apuração em tempo real (aqui). Com 96% das urnas apuradas, Fátima tem 45,86% dos votos válidos e Carlos Eduardo, 32,66%.

Oito candidatos concorreram ao governo do RN no primeiro turno das eleições 2018. Entre eles, o atual governador do estado, Robinson Faria(PSD), que ficou em terceiro lugar nas votações e ficou fora da disputa.

Fátima já era apontada pelas pesquisas Ibope como a líder das intenções de voto, inclusive no último sábado (6), com 45% dos votos válidos. Atualmente ela ocupa o cargo de senadora, conquistado em 2014. Se eleita, vai ocupar pela primeira vez um cargo do Poder Executivo. Professora e sindicalista, Fátima entrou na carreira político-eleitoral em 1994, como deputada estadual. Foi reeleita uma vez e, antes de chegar ao Senado, cumpriu três mandatos na Câmara Federal.

Carlos Eduardo também era apontado pelas pesquisas para o segundo turno, com expectativa de 32% dos votos válidos. Ele já foi prefeito de Natal por quatro vezes e deixou a chefia do Poder Executivo em abril deste ano para concorrer ao governo do estado. Ele começou na vida política como deputado estadual em 1986, ocupando o cargo por quatro mandatos consecutivos. Também foi secretário de estado.

Justiça volta a proibir venda de bebida alcoólica no domingo de eleição

Sede do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte — Foto: Igor Jácome/G1

Uma resolução do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte derrubou a liminar que permitia a comercialização de bebida alcoólica neste domingo (7), dia de eleição. O Tribunal de Justiça havia concedido um recurso ao grupo Walmart para a venda das bebidas.

Quem havia determinado a proibição inicialmente era a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), através de portaria. O grupo de supermercados entrou com um mandado de segurança, que foi julgado procedente pelo magistrado do TJ.

A justificativa era de que não havia lei nem qualquer resolução do Tribunal Regional Eleitoral do RN que determinasse a proibição, e a Sesed, como órgão do Poder Executivo, não tem atribuição legal para fazer isso.

Entretanto o TRE publicou uma resolução posterior à decisão judicial, proibindo a comercialização das bebidas alcoólicas entre as 6h e as 18h deste domingo (7), e isso invalidou a decisão do juiz do Ttribunal de Justiça.

Ibope aponta segundo turno no RN

A InterTV Cabugi divulgou pesquisa Ibope na noite deste sábado (6), a última pesquisa de intenção de votos para o Governo do Rio Grande do Norte e Senado Federal. Os dados apontam que disputa irá para o segundo turno.

A candidata do PT ao Governo, Fátima Bezerra, aparece com 39% dos votos. O ex-prefeito de Natal e candidato do PDT, Carlos Eduardo, aparece com 28%, enquanto o atual governador Robinson Faria (PSD) tem 13% e Brenno Queiroga (Solidariedade) tem 4%. Dário Barbosa (PSTU), Freitas Júnior (Rede)e Professor Carlos Alberto (PSOL) têm 1%. Heró Bezerra (PRTB) teve menos de 1%, enquanto 11% disseram que vão votar em branco ou nulo e 3% estão indecisos.

Tribunal de Justiça libera venda de bebida alcoólica por rede de supermercados no RN

Tribunal de Justiça do RN — Foto: Eduardo Maia

A Justiça liberou a venda de bebida alcoólica nos supermercados do grupo Walmart no Rio Grande do Norte. A decisão partiu de um mandado de segurança ajuizado pela empresa contra a Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). O grupo é dono de supermercados em Natal, dentre os quais o Bompreço e o Sam’s Club.

A Secretaria suspendeu a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em todo o território do estado entre as 6h e as 18h deste domingo (7), através de portaria publicada no dia 26 de setembro passado no Diário Oficial.

O TJ alega que a Sesed extrapolou sua função administrativa ao fazer a publicação. A justificativa é de que não há lei nem qualquer resolução do Tribunal Regional Eleitoral do RN que determine a proibição, e a Secretaria, como órgão do Poder Executivo, não tem atribuição legal para fazer isso.

A decisão do Tribunal de Justiça é válida apenas para a rede Walmart, por se tratar da apreciação de um mandado de segurança individual.

147 milhões de brasileiros vão às urnas neste domingo

Neste domingo, 147,3 milhões de brasileiros aptos a votar, no Brasil e no exterior, vão às urnas, para eleger o presidente e o vice-presidente da República, deputados federais, estaduais e distritais, senadores e governadores.

Em 2014, o número de eleitores era de 142,8 milhões, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Houve, portanto, um aumento de pouco mais de 3% no número de eleitores em quatro anos.

Os brasileiros poderão votar de 8 às 17 horas (horário de Brasília), mesmo se estiverem fora do seu domicílio eleitoral. 

O voto em trânsito pode ocorrer no primeiro, no segundo ou em ambos os turnos, mas somente em capitais e municípios com mais de 100 mil eleitores. O prazo para solicitar o direito de votar fora da cidade onde o eleitor mora encerrou-se em agosto.

Se você estiver fora de seu domicílio eleitoral e não se cadastrou para votar em trânsito, não se esqueça de apresentar o requerimento de justificativa eleitoral.

Os brasileiros que estão no exterior também poderão votar. São 500.727 eleitores aptos a votar fora do Brasil, em 171 cidades diferentes.

Aqui no Brasil, eleitores e candidatos precisam ficar atentos às condutas proibidas no dia da eleição. De acordo com o TSE, é permitida a manifestação individual e silenciosa do eleitor, como o uso de bandeiras, broches e adesivos. Fica proibida, no entanto, a distribuição de material de propaganda política ou a prática de aliciamento, coação ou manifestação para influenciar a vontade do eleitor.

Bolsonaro alcança 40% dos votos válidos no Datafolha; Haddad tem 25% e Ciro, 15%

Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) iriam para um segundo turno, segundo Datafolha

O deputado Jair Bolsonaro (PSL) chegou à véspera do dia da eleição mantendo a liderança da corrida presidencial, mas sem votos suficientes para liquidar a disputa no primeiro turno, de acordo com pesquisa concluída pelo Datafolha neste sábado (6).

Segundo o instituto, o capitão reformado tem 40% das intenções de votos válidos, sem contar eleitores dispostos a votar em branco ou nulo, ou que estão indecisos. Para vencer no primeiro turno, é necessário somar 50% dos votos válidos mais um.

Bolsonaro aparece com 15 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o ex-prefeito Fernando Haddad (PT), que tem 25%. Se mantiverem essas posições nas urnas neste domingo (7), Bolsonaro e Haddad se enfrentarão no segundo turno, no dia 28.

Em relação ao levantamento anterior, concluído pelo Datafolha na quinta (4), Bolsonaro oscilou um ponto percentual para cima e Haddad ficou estagnado. Folha de São Paulo

Leia maisBolsonaro alcança 40% dos votos válidos no Datafolha; Haddad tem 25% e Ciro, 15%

%d blogueiros gostam disto: