Anel Viário: governador entrega trecho que liga ao aeroporto de São Gonçalo

Considerada umas das obras mais importantes do Rio Grande do Norte, o Anel Viário Metropolitano teve mais uma etapa inaugurada nesta terça-feira, 3. Foi entregue o acesso sul, um trecho de 25 km de rodovia duplicada que cria uma nova conexão com o aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, a partir da BR 304.

A obra comportou drenagem, sinalização horizontal e vertical, pavimentação, terraplanagem, sub-base e base. O investimento total no Anel Viário é R$ 117 milhões, e os benefícios são inúmeros. Graças a este acesso, moradores da região metropolitana podem chegar ao aeroporto sem precisar cruzar Natal, desafogando o trânsito na capital. A partir da RN 304, o tempo estimado até o aeroporto é de apenas 12 minutos.

“Essa obra, que contempla vário trechos, vai mudar totalmente toda a mobilidade de Natal e Grande e Natal. E mais que isso: vai fomentar emprego e renda nesta região. Aqui podem surgir novas indústrias e novas fábricas, puxadas por esta grande obra de infraestrutura viária”, afirmou o governador Robinson Faria.

A solenidade, realizada no final da tarde, contou com a presença dos prefeitos da região, vereadores, moradores e secretários de estado. O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio de Medeiros (Paulinho), afirmou que esta obra abrirá fronteiras para o desenvolvimento. “Esta é a maior obra que um governador já fez em toda a história de São Gonçalo do Amarante. Esta obra cria uma nova esperança para o crescimento de nosso município”, afirmou.

Leia maisAnel Viário: governador entrega trecho que liga ao aeroporto de São Gonçalo

Com George Soares no nono lugar e Ivan Júnior em primeiro, blogueiro do clã volta a mentir

Condenado diversas vezes pela Justiça do Assu por divulgar mentiras e calúnias contra diversas pessoas de bem (AQUI, AQUI e AQUI), o blogueiro Luiz Emanoel Silva da Costa, atual assessor de imprensa da Câmara Municipal do Assú e cabo eleitoral do deputado estadual George Soares e do seu irmão, prefeito Gustavo Soares, não toma vergonha na cara e atendendo ordens dos seus caciques políticos, volta a inventar mentiras contra o ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual pelo PSD Ivan Júnior que lidera a disputa para deputado estadual de acordo com a pesquisa da Consult, contratada pelo Blog do BG e divulgada no último final de semana.

Na mesma pesquisa da Consult, o deputado estadual George Soares, do PR, ocupa o nono lugar para deputado estadual. Revoltado e despeitado com o ex-prefeito Ivan Júnior em primeiro lugar para deputado estadual, o menino de recado dos irmãos Soares, procura querer mudar o resultado de intenção de voto, inventado mentira contra o líder da pesquisa para a Assembléia Legislativa, acusando-o maldosamente de ser contra o IFRN de Ipanguaçu, Termoaçu em Alto do Rodrigues e Ufersa em Angicos.

Na realidade, o ex-prefeito Ivan Júnior nunca falou que era contra as importantes obras construídas em municípios do Vale do Açu, mas falou na época que se ele fosse prefeito do Assú lutaria para esse equipamentos ficassem na cidade. No governo dos irmãos Soares, o Assú reforça a fama de cidade do já teve, quando o prefeito Gustavo Soares, perdeu mais de R$ 4 milhões em verbas parlamentares para a construção do novo abatedouro, santuário de Irma Lindalva e a pavimentação de diversas ruas na periferia.

Na postagem fake news do blog do assessor e aliado político do deputado estadual George Soares, fica claro a inveja política do clã dos Soares com o resultado obtido por Ivan Júnior na pesquisa Consult. A desorientação dos irmãos Soares, fica maior com a possibilidade de diversos prefeitos do RN apoiarem a luta do ex-presidente da Femurn para deputado estadual.

Campeão da Copa na Rússia leva R$ 148 milhões para casa

A passagem para as quartas de final da Copa da Rússia já garantiu à seleção brasileira um bom dinheiro.

Fifa vai distribuir entre as 32 seleções o total de 400 milhões de dólares (cerca de 1,56 bilhão de reais), sendo que quem foi eliminado na primeira fase ganhou um cheque de 8 milhões de dólares (31,3 milhões de reais).

Se o Brasil for eliminado pela Bélgica, garante à CBF 16 milhões de dólares (62,6 milhões de reais). O campeão leva para casa 38 milhões de dólares (148 milhões de reais) – três a mais do que a Alemanha faturou em 2014, no Brasil. Veja

Com cenário eleitoral incerto, partidos adiam convenções

Urna eletrônica

A indefinição das candidaturas à Presidência da República e a dificuldade dos pré-candidatos em atrair partidos para suas coligações vão retardar a realização das convenções partidárias para as eleições de 2018. A menos de vinte dias do início do prazo legal para definir oficialmente os candidatos, a maior parte dos dirigentes ainda não tem data marcada para os encontros e fala em realizá-los no limite, às vésperas do início da campanha.

O período estipulado pela Justiça Eleitoral vai de 20 de julho a 5 de agosto. A campanha começa onze dias depois, em 16 de agosto. Até agora agendaram data o PDT (20/7), de Ciro Gomes; o PSC (20/7), do ex-presidente do BNDES Paulo Rabello de Castro; o PSOL (21/7), de Guilherme Boulos, o Podemos (22/7), do senador paranaense Alvaro Dias; o PCdoB (1º/8), que tem a deputada estadual gaúcha Manuela d’Ávila como postulante ao Planalto; e o Novo (4/8), do ex-executivo de bancos João Amoêdo.

Dos partidos que pretendem lançar candidatos próprios em 2018, o PT adiou a convenção que pretendia chancelar a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo com ele condenado e preso na Operação Lava Jato. O evento estava previsto para 28 de julho. Agora, o mais provável é que ocorra em 5 de agosto, sem a presença de Lula no palanque.

Leia maisCom cenário eleitoral incerto, partidos adiam convenções

FHC diz que Alckmin tem qualidades, mas precisa mostrá-las à população

Gabriela Biló/Estadão

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso enumerou nesta terça-feira, 3, algumas qualidades do ex-governador Geraldo Alckmin, mas ressaltou que o ex-governador de São Paulo precisa fazer com que o eleitorado sinta que tem essas qualidades.

“Ele tem que ter a capacidade de fazer com que a população sinta que ele tem essas qualidades. Se não tiver, não adianta”, disse, em Brasília.

Após participar de debate no Encontro Nacional da Indústria promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o ex-presidente foi questionado sobre as chances de Alckmin chegar à Presidência. “Não costumo fazer campanha eleitoral, mas vejo vantagens neste momento”, disse.

FHC disse que o ex-governador paulista “tem experiência, é preparado”, reconhece que há uma crise financeira no Brasil, “é simples” e não é intolerante. “Vai ser ele o candidato que vai ganhar? Vamos ver nas urnas. Será ele o único? Não sei.”

Fernando Nakagawa e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

Leia maisFHC diz que Alckmin tem qualidades, mas precisa mostrá-las à população

Justiça Federal limita valores de diárias para viagens de magistrados e servidores

A ministra Laurita Vaz, presidente do Conselho da Justiça Federal, assinou ato que dispõe sobre o pagamento de diárias em viagens de magistrados e servidores da Justiça Federal, de acordo com os limites determinados pela Lei de Diretrizes Orçamentárias, de agosto de 2017.

De acordo com a Instrução Normativa nº 2, no exercício de 2018 “não será pago, a título de diárias, isoladamente ou somadas ao adicional de deslocamento, valor superior a R$ 700,00 (setecentos reais), calculado este limite dia a dia pelo período em que durar a viagem a serviço”.

O excedente a esse teto deverá ser apurado e expurgado do pagamento. A instrução normativa foi assinada no último dia 28 de junho e tem efeitos retroativos a 1º de janeiro de 2018.

A norma aplica-se também aos deslocamentos em equipe de trabalho para fins de segurança, assessoramento e assistência direta aos magistrados. Frederico Vasconcelos – Folha de São Paulo

Leia maisJustiça Federal limita valores de diárias para viagens de magistrados e servidores

Bretas condena Eike a 30 anos de prisão por propina de US$ 16,5 mi a Cabral

O juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Criminal Federal do Rio, condenou o empresário Eike Batista a 30 anos de prisão por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Bretas impôs a Eike, ainda, multa de R$ 53 milhões.

Na mesma sentença, o magistrado condenou o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB) a 22 anos e oito meses de reclusão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão divisas. A ex-primeira-dama Adriana Ancelmo foi sentenciada a 4 anos e seis meses de prisão no regime semiaberto.

Bretas também condenou o ex-vice-presidente do Flamengo Flávio Godinho a 22 anos de prisão.

A informação foi divulgada pelo jornalista Lauro Jardim, de O Globo, e confirmada pelo Estadão.

Leia maisBretas condena Eike a 30 anos de prisão por propina de US$ 16,5 mi a Cabral

Convenção do MDB para oficializar candidatura de Meirelles deve ser em 31 de julho

Pré-candidato à Presidência da Republica pelo MDB, Henrique Meirelles

O presidente do MDB, senador Romero Jucá (RR), vai propor que o partido realize sua convenção nacional em 31 de julho, em Brasília, para referendar ou não a candidatura de Henrique Meirelles ao Planalto.

A proposta de Jucá, que apoia o nome do ex-ministro da Fazenda como candidato à sucessão de Michel Temer, será levada nesta terça-feira (3) aos dirigentes do MDB durante reunião da executiva da sigla.

Com a data aprovada, Meirelles terá que trabalhar para conseguir a maioria dos 629 votos na convenção do MDB até o fim do mês –o ex-chefe da equipe econômica tem dificuldade de vencer resistências internas no partido, principalmente de lideranças do Nordeste, que temem os efeitos negativos do governo impopular de Temer no processo eleitoral da região.

Na avaliação de Jucá, porém, o esforço de Meirelles em percorrer os diretórios estaduais do MDB nas últimas semanas deve fazer com que as vozes dissonantes sejam minoritárias –os senadores Roberto Requião (PR), Renan Calheiros (AL) e Eunício Oliveira (CE) são os principais opositores.

Leia maisConvenção do MDB para oficializar candidatura de Meirelles deve ser em 31 de julho

TCE suspende pagamento de R$ 178 mil do Detran a empresa por suspeita de sobrepreço

O Tribunal de Contas do Estado, através da Segunda Câmara de Contas, acatou pedido de medida cautelar determinando a suspensão de qualquer pagamento remanescente do contrato nº 007/2016, firmado entre o Detran e a empresa Ziuleo Copy Comercio e Serviços Ltda, alusivo a aluguel de impressoras. Em auditoria realizada pelo corpo técnico do TCE, por meio da Diretoria da Administração Indireta, foram detectadas irregularidades no processo, o que culminou no voto impedindo o pagamento de R$ 178.032,50, referente a empenhos pendentes e restos a pagar.

De acordo com o voto divergente do conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, que havia pedido vistas após sugestão de voto da conselheira substituta Ana Paula Gomes, foi verificado um sobrepreço de 350% nos custos em comparação a contratação análoga. “O possível sobrepreço foi identificado pela análise comparativa dos valores contratados pelo DETRAN em concatenação com os valores praticados em outros quatro contratos administrativos da mesma espécie”, destacou o corpo técnico, lembrando que a estatal já efetuou pagamentos que somam R$ 852.155,01.

Além da caracterização do soprepreço, foi averiguado ainda excesso de, no mínimo, 47 (quarenta e sete) impressoras alugadas, bem como a cessão injustificada de equipamentos a outros órgãos da Administração. O relatório aventou ainda a existência das seguintes possíveis irregularidades: transferências indevidas de recursos públicos à Secretaria Estadual de Planejamento; existência de contas correntes ativas e dotadas de saldos financeiros que se encontram sem movimentação; paralisia parcial de seis contas bancárias dotadas de verbas públicas cujo somatório alcança R$ 36.905.221,96.

Leia maisTCE suspende pagamento de R$ 178 mil do Detran a empresa por suspeita de sobrepreço

Nélter pede celeridade para início de recuperação na RN 118

O deputado estadual Nélter Queiroz (MDB) fez um apelo para que o Governo do Estado viabilize, com urgência, as obras para recuperação da RN 118, no trecho que liga os municípios de Jucurutu e Caicó. Além da população potiguar, a rodovia estadual interliga o Rio Grande do Norte aos estados da Paraíba, Pernambuco, Ceará e Piauí.

“O trecho apresenta riscos não só de acidentes ou prejuízos aos carros, mas também de assaltos”, justificou o parlamentar. O pleito é referente a liberação da ordem de serviço para retomada das condições de tráfego na rodovia.

Ex-campeão de votos, Fábio Faria corre risco de sofrer vergonha eleitoral em Assú

Enquanto o governador e pré-candidato a reeleição Robinson Faria, do PSD, estrebucha na agonia de sua impopularidade em Assú e busca socorro político do ex-prefeito Ivan Júnior e dos irmãos, prefeito do Assú Gustavo Soares e deputado estadual George Soares, para livrá-lo de feia e vergonhosa derrota eleitoral no município – o deputado federal Fábio Faria, do PSD, filho do governador, também enfrenta forte resistência da população, mas a pré-candidatura a deputada federal da médica Vanessa Brasileira, pode garantir a votação de Fábio, já que os votos de Vanessa irão para a legenda, desembarcando em seguida na conta do atual parlamentar do PSD.

O ex-campeão de votos de eleições anteriores para deputado federal em Assú, Fábio Faria, que já conseguiu mais de 10 mil votos, corre o risco de não atingir 2 a 3 mil na cidade, durante a campanha eleitoral deste ano, graças ao elevado desgaste político dele e do seu pai, o governador Robinson Faria, que nas eleições de 2014, fez muitas promessas de investimentos no valor de R$ 55 milhões para execução de obras no município. A situação política de Fábio Faria é tão delicada quanto a do seu pai e a pré-candidatura a federal de Vanessa, pode ser a salvação para evitar um fracasso eleitoral desmoralizante do PSD.

Ex-prefeito de Afonso Bezerra é responsabilizado por incêndio em ambulância

Resultado de imagem para ex-prefeito de Afonso Bezerra, José Robson de Souza,

O ex-prefeito de Afonso Bezerra, José Robson de Souza, foi considerado responsável, por omissão, da destruição em um incêndio de uma ambulância que prestava serviços à Saúde Pública local, sinistro corrido quando o bem estava em Natal, no ano de 2008. Com isso, o Núcleo de Julgamento dos Processos da Meta 4 – CNJ, através de sentença’, da Vara Única da Comarca de Angicos, condenou o então gestou municipal por ato de improbidade administrativa.

Como penalidade, José Robson de Souza foi condenado ao pagamento de ressarcimento ao erário, em favor do Estado do Rio Grande do Norte, na quantia consistente de R$ 40.380,00, relativamente ao valor do bem pela Tabela Fipe à época do sinistro que ocasionou perda total do veículo, com juros de mora e atualização monetária. Também foi determinada a indisponibilidade dos seus bens para fins de assegurar em futura execução ressarcimento ao erário.

Na Ação Civil Pública, o Ministério Público denunciou José Robson de Souza por suposto cometimento de improbidade administrativa consistente em prejuízo ao erário (art. 10 da Lei de Improbidade), sob a alegação de suposta irregularidade administrativa perpetrada pelo ex-prefeito de Afonso Bezerra, relativa a Unidade Móvel de Saúde cedida àquela municipalidade, que foi tomada por incêndio na Rua Ceará-Mirim, em Natal, no dia 18 de fevereiro de 2008.

Leia maisEx-prefeito de Afonso Bezerra é responsabilizado por incêndio em ambulância

Ministro Dias Toffoli manda tirar tornozeleira eletrônica de Dirceu

Entenda o processo da condenação de José Dirceu

O ministro Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal), cassou nesta segunda-feira (2) decisão do juiz Sergio Moro que havia determinado que o ex-ministro José Dirceu colocasse tornozeleira eletrônica.

Dirceu foi solto por decisão da maioria dos ministros da Segunda Turma, que, na última terça (26), lhe concedeu de ofício um habeas corpus para que ele espere em liberdade o julgamento de uma reclamação apresentada por sua defesa ao Supremo.

Toffoli considerou que Moro extravasou sua competência ao impor a Dirceu outras medidas cautelares, como o uso de tornozeleira. Reynaldo Turollo Jr. – Folha de São Paulo

Leia maisMinistro Dias Toffoli manda tirar tornozeleira eletrônica de Dirceu

Após 8 meses de solturas, Gilmar nega liberdade a alvos da Lava Jato do Rio

Ministro Gilmar Mendes

Após uma sequência de oito meses de solturas, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, negou liminares para libertar réus em desdobramento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

O ministro manteve a ordem de prisão preventiva expedida pelo juiz Marcelo Bretas contra ao menos 14 acusados na Operação Câmbio, Desligo, que investiga uma rede de doleiros.

Para manter as prisões, Gilmar recorreu a um fundamento jurídico que havia sido praticamente abandonado por ele desde a soltura do empresário Jacob Barata Filho, em agosto de 2017. Afirmou que os habeas corpus não podem ser analisados antes do fim do trâmite nas instâncias inferiores ao STF —regra estabelecida pela súmula 691.

Tiveram pedidos negados alguns dos principais doleiros sob investigação, como os irmãos Raul e Jorge Davies, Patrícia Matalon e Sérgio Mizhray.  Parte dos beneficiados está foragida.

A última negativa de liminar havia sido para o empresário Marco Antônio de Luca, em outubro. Ele foi solto em dezembro por decisão da 2ª Turma do STF. Italo Nogueira e Reynaldo Turollo Jr. – Folha de São Paulo

Leia maisApós 8 meses de solturas, Gilmar nega liberdade a alvos da Lava Jato do Rio

Com baixa popularidade, Robinson deve ter o mesmo destino de Henrique em Assú

A campanha eleitoral de 2018 em Assú para governador do RN, pode ter desfecho político igual a campanha de 2014, quando no primeiro turno os dois adversários políticos da cidade: deputado estadual George Soares (PR) e o então prefeito Ivan Júnior, apoiavam o então candidato a governador Henrique Alves, que inclusive perdeu para o então candidato a governador Robinson Faria, sem apoio de lideranças políticas da cidade.

No atual cenário, o governador e pré-candidato a reeleição Robinson Faria, com baixa popularidade beirando a casa dos 90 por cento, já tem o apoio declarado do ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual pelo PSD Ivan Júnior, enquanto o prefeito do Assú Gustavo Soares e o seu irmão, deputado estadual George Soares, ambos do PR, preparam as malas para também passar a apoiar a reeleição do governador.

Apesar de contar teoricamente até agora com o apoio dos dois líderes no município, o governador Robinson Faria,  terá na terra dos poetas, o mesmo destino que Henrique Alves, teve nas eleições de 2014. A explicação é simples. Assim como Henrique Alves, as lideranças querem Robinson, mas a maioria do povo não.

%d blogueiros gostam disto: