Fábio Faria garante recursos para o RN com ministro da Segurança

Segundo Raul Jungmann, repasse federal para o estado deverá ser feito até o final de junho

Em audiência na tarde desta quarta-feira (30) com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, o deputado federal Fábio Faria e o secretário extraordinário de Gestão de Projetos do RN, Vagner Araújo, solicitaram a liberação de R$ 100 milhões, que já haviam sido garantidos, para investimentos na Segurança do Rio Grande do Norte a curto prazo, reforçando a situação que o estado enfrenta.

Segundo o parlamentar, o ministro se comprometeu a atender às reivindicações e garantiu o repasse até o fim de junho. ”O que já havíamos conseguido através do Ministério da Justiça, agora será feito através do Ministério da Segurança, e será essencial para auxiliar o estado a adquirir mais viaturas, armamentos, coletes, e investir na infraestrutura das polícias e do trabalho de inteligência em todo o estado”, ressalta Faria.

O secretário Vagner Araújo ressalta que os recursos serão liberados fundo a fundo, uma forma mais rápida de chegar ao estado, de acordo com uma nova legislação que está sendo implantada. “Este auxílio, somado aos esforços que o Governo do Estado vem fazendo, vai permitir uma reestruturação geral das forças de segurança estadual para que possamos ampliar a capacidade operacional, as condições de trabalho dos policiais e o combate à violência”, disse.

Prefeito de Itajá gastou mais de R$ 720 mil com combustivel em 2017

No ano passado, a Prefeitura de Itajá gastou um total de R$ 720.262,17 com a compra de combustivel no posto Florestal, de propriedade dos empresários Bebé dos Pneus e Antônio Galinha.

Apesar da distancia de 11 quilometros da sua cidade até Assú, o prefeito de Itajá contratou o posto Florestal para a compra de combustivel para abastecer a frota de veiculos do município.

Em tese, a Prefeitura de Itajá perde cada vez que desloca um carro para abastecer em Assú, aproximadamente dois litros de gasolina para encher o tanque.

 

Juíza rejeita denúncia do ministro Gilmar contra ‘tomataço’

A juíza federal Renata Andrade Lotufo, que nesta terça-feira, 29, rejeitou denúncia criminal contra Ricardo Rocchi, que ofereceu R$ 300 a quem acertasse tomate na cabeça de Gilmar Mendes já assinou manifesto de ‘indignação’ contra o ministro do Supremo, em 2009. Na época, 130 magistrados federais, entre eles Lotufo, subscreveram nota de repúdio a Gilmar, que havia determinado ao Conselho da Justiça Federal e ao Conselho Nacional de Justiça investigação sobre suposta ‘desobediência’ do juiz Fausto Martin De Sanctis.

A origem do manifesto foi a Operação Satiagraha, deflagrada em julho daquele ano. O alvo da investigação era o banqueiro Daniel Dantas, do Opprtunity, depois inocentado pelo Superior Tribunal de Justiça. De Sanctis, então titular da 6.ª Vara Federal Criminal de São Paulo, mandou prender Dantas. Gilmar soltou. De Sanctis mandou prender novamente. Gilmar mandou soltar outra vez.

Irritado, o ministro destacou que ‘o encarceramento (de Dantas) revela nítida via oblíqua de desrespeitar a decisão deste Supremo Tribunal Federal anteriormente expedida’. Julia Affonso e Luiz Vassallo –   O Estado de São Paulo

Leia maisJuíza rejeita denúncia do ministro Gilmar contra ‘tomataço’

Mais sete prefeitos declaram apoio a Robinson, incluindo dois da Grande Natal

Os prefeitos do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Turístico do Litoral Norte – CITUNORTE fecharam apoio ao projeto de reeleição do governador Robinson Faria.

Presidente do consórcio, o prefeito de Extremoz, Joaz Oliveira, explicou as razões da parceria: “Todos disseram que o governo Robinson tem demonstrado compromisso com seus municípios através da atenção de poder ter acesso direto ao governador e principalmente pelas obras e programas executados pelo governo em suas cidades”, destacou Joaz.

Os prefeitos estiveram presentes com o governador em evento em Extremoz nessa terça-feira. Além de Joaz Oliveira, estão no apoio Marconi Barreto (Ceará-Mirim), Laerte Paiva (Rio do Fogo), Renato de Doquinha (São Miguel do Gostoso); Assis do Hospital (Touros), Valdemir (Pedra Grande) e Francinaldo (Galinhos).

Prefeito de Itajá revela dados e prefeito do Assu ainda esconde situação financeira

Prefeitos do Assú e Itajá enganam a população e ludibriam promotores

O prefeito de Itajá Alaor Pessoa, da região do Vale do Açu, numa demonstração de que não quer esconder os dados por pura mã fé ou alguma atitude obscura, regularizou o Portal da Transparência. Agora, o mecanismo de buscas nos portal de transparência permitem que o cidadão acesse dados que identifique numero de servidores, cargos comissionados, folha de pagamento e etc.

Enquanto isso, o prefeito do Assú Gustavo Soares, não fez nada para regularizar o Portal de Transparência, o que gera uma suspeita de manobra esperta para enganar a população do município e ludibriar a fiscalização do Ministério Público sobre o destino do dinheiro que entra no cofre da prefeitura.

O portal de transparência do Assú que antes funcionava nomralmente, agora esconde os nomes de funcionários e seus respectivos salários, além de permitir o dowloand de arquivos para facilitar a identificação do número de cargos comissionados e contratados temporários.

De janeiro de 2017 até abril de ano de 2018, o prefeito Gustavo Soares embolsou quase R$ 100 milhões e agora esconde o destino do dinheiro. As informações fornecidas pelo prefeito deixa muito a desejar, mas não acontece nada.

Alvo de prisão pela PF, número 2 do Ministério do Trabalho, está em Londres

Ministro do STF Fachin mandou prender secretário executivo do Ministério do Trabalho

Alvo de uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta quinta-feira, o secretário-executivo do Ministério do Trabalho, Leonardo Arantes, é sobrinho de Jovair Arantes, líder do PTB na Câmara e um dos principais controladores do loteamento de cargos na pasta. No ministério há pouco menos de dois anos, Leonardo já se envolveu em polêmicas.

Um mandado de prisão preventiva foi expedido contra Leonardo, mas ele não foi preso porque está em Londres, em missão oficial do ministério. Enquanto isso, policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão nos gabinetes de Jovair e de outros dois deputados: Paulinho da Força (SDD-SP), Wilson Filho (PTB-PB). Eles são suspeitos de integrar um esquema que fraudava concessões de registro sindicais no ministério.

Leonardo José Arantes chegou ao cargo de secretário de Políticas Públicas de Emprego em 2 de junho de 2016, com salário de R$ 16,2 mil, pelas mãos do tio — o sobrinho de Jovair acumula o cargo com o de secretário-executivo da pasta. O Globo

Leia maisAlvo de prisão pela PF, número 2 do Ministério do Trabalho, está em Londres

Vereadores de Natal mantem aumento da tarifa de ônibus para R$ 3,65

Câmara Municipal de Natal rejeitou projeto que previa revogação de aumento da passagem de ônibus na capital (Foto: Cedida)

Por maioria de votos de 14 votos contra 8 a favor, a Câmara Municipal de Natal rejeitou nesta quarta-feira (30) um projeto de decreto parlamentar do vereador Sandro Pimentel (Psol) que rejeitava o aumento da tarifa de ônibus da capital potiguar. Um total total de 7 ausências foram registradas em plenário. Dessa forma, a passagem do transporte público continua valendo R$ 3,65 em Natal.

O aumento da passagem foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes na sexta-feira (18) e passou a valer no domingo (20), segundo decreto do prefeito Álvaro Dias (MDB).

A ação repercutiu no Legislativo e a procuradoria da Câmara foi acionada para avaliar a legalidade do reajuste. De acordo com nota divulgada pela Casa, os vereadores não foram convidados para participar do discussão.

Após negociar com o legislativo, o prefeito Álvaro Dias pediu prazo até o final da semana para avaliar se revogaria ou não a medida do Executivo. No fim do prazo, o prefeito manteve o aumento.

Serviço dos Correios volta paulatinamente, mas sem previsão para normalização

Gilberto Kassab

O ministro Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) disse nesta quarta-feira, 30, que os serviços dos Correios afetados pela greve dos caminhoneiros estão sendo retomados, mas evitou dar um prazo para a normalização das entregas.

“Como todos os setores da economia brasileira, os serviços estão sendo restabelecidos paulatinamente. É evidente que existe um acúmulo de serviços que não foram prestados por conta das circunstâncias, mas, com o envolvimento de todos os trabalhadores, nossa expectativa é que o atraso seja recuperado nos próximos dias”, afirmou o ministro no intervalo do Fórum Brasil de Investimentos, realizado pelo governo federal na zona sul da capital paulista.

Kassab disse que é difícil falar em quanto tempo os serviços serão normalizados. Prometeu, porém, que isso deve ocorrer rapidamente.

“Quando você dá um prazo, você é obrigado a cumprir porque as pessoas contam com esse prazo. Prefiro, com a responsabilidade que tenho, dizer que será o mais rápido possível”, afirmou o ministro. Agência Estado.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: