Voto impresso em 30 mil urnas eleitorais em 2018

Urna eletrônica, que será usada nas eleições gerais 2014, é exposta na entrada do auditorio do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em Brasília (DF). O TSE promove encontro para apresentar o processo eleitoral brasileiro para os observadores internacionais das eleições de 2014

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) bateu o martelo: vai implantar o voto impresso em apenas 30 mil urnas eleitorais em 2018, segundo a colunista da Folha de São Paulo, Mônica Bérgamo.

Apesar dos protestos, a corte concluiu definitivamente que não tem como fazer frente a gastos de mais de R$ 2 bilhões para comprar 600 mil urnas que imprimam os votos, como seria necessário.

PSDB planeja ‘esconder’ Aécio na convenção nacional

Arquivo: Alckmin recebeu Aécio no Palácio dos Bandeirantes, em 2014, antes da eleição presidencial - Foto: Márcio Fernandes/Estadão

Com a imagem desgastada após as denúncias da Operação Lava Jato, o senador Aécio Neves (MG) terá participação reduzida na próxima convenção nacional do PSDB, marcada para 9 de dezembro. O mineiro, afastado da presidência do partido desde maio, nem sequer deve discursar no evento que alçará o governado de São Paulo, Geraldo Alckmin, ao comando nacional da legenda.

A intenção é evitar que a imagem desgastada do senador possa, de alguma forma, ser associada a de Alckmin, pré-candidato à Presidência da República. A transmissão do cargo, por exemplo, deve ficar a cargo de Alberto Goldman, presidente interino da legenda. Aliados de Alckmin querem evitar até mesmo que o senador mineiro seja fotografado ao lado do governador paulista. As informações são de  Igor Gadelha e Thiago Faria, O Estado de S.Paulo. 

Leia maisPSDB planeja ‘esconder’ Aécio na convenção nacional

Em 4 anos, secas e inundações afetam 55,7 milhões de brasileiros

Em 4 anos, secas e inundações afetam 55,7 milhões de brasileiros

Estiagens, secas, enxurradas, inundações. Os fenômenos naturais que sempre marcaram diferentes regiões do País, que vive situação de estresse hídrico, nunca expuseram cenários tão extremos como os ocorridos nos últimos anos. Entre 2013 e o ano passado, os desastres naturais afetaram 55,7 milhões de pessoas – mais de 25% da população nacional. No total, as perdas são R$ 9 bilhões por ano.

Os dados são do relatório Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil 2017, feito a cada quatro anos pela Agência Nacional de Águas (ANA), ao qual o Estado teve acesso. O estudo aponta que, de 2013 ao ano passado, 78% dos 1.794 municípios do Nordeste decretaram, ao menos uma vez, situação de emergência ou estado de calamidade pública por causa da seca extrema que castiga a região desde o fim de 2012.

Outros 2.641 municípios, 47,5% das cidades do País, decretaram emergência ou calamidade por causa de alagamentos, enxurradas e inundações. As informações são de  André Borges, O Estado de S.Paulo.

Leia maisEm 4 anos, secas e inundações afetam 55,7 milhões de brasileiros

Alckmin quer R$ 2,5 bi para tocar vitrines da gestão em ano eleitoral

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), cuja imagem de gestor experiente será explorada na campanha

Com um ambicioso calendário de inaugurações para a temporada eleitoral, o governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), pretende tomar R$ 2,5 bilhões emprestados para tocar vitrines da gestão. Há uma semana, o tucano encaminhou, em regime de urgência, projeto de lei à Assembleia que o autoriza a contrair empréstimos para obras do metrô e da rodovia dos Tamoios.

Os deputados estaduais têm, pela regra, 45 dias para votar o texto. Segundo a Folha apurou, há pressa e a base de Alckmin pretende aprová-lo ainda neste ano. Pré-candidato a presidente da República, Alckmin montou um cronograma que prevê entregas praticamente semanais de projetos em áreas essenciais como infraestrutura e saúde.

Com isso, dá sustentação a uma das principais estratégias de sua campanha, que será mostrar que “São Paulo não parou”, apesar da crise, e convencer o eleitor de sua experiência como gestor. As informações são de  THAIS BILENKY, Folha de São Paulo.

Ministra do TST Kátia Arruda faz palestra hoje em Natal

A ministra Kátia Magalhães Arruda, do Tribunal Superior do Trabalho encerrará, nesta sexta-feira (1), em Natal, o II Seminário Trabalho Seguro e Combate ao Trabalho Infantil e Incentivo à Aprendizagem, promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN).

Coordenadora nacional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem, Kátia Arruda fará uma exposição sobre Trabalho Infantil X Meio Ambiente Laboral, em mesa coordenada pelo desembargador Bento Herculano Duarte Neto, vice-presidente do TRT-RN.

O seminário será aberto pela presidente Auxiliadora Rodrigues às 8h da manhã, no auditório do pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) e reunirá especialistas, magistrados e interessados para um dia de discussões sobre os Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho.

Leia maisMinistra do TST Kátia Arruda faz palestra hoje em Natal

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: