Walter Alves critica recuo do governo no auxílio para prefeituras, mas adota silêncio sobre ajuda ao RN de R$ 600 mi

O deputado federal Walter Alves (MDB-RN) lamentou o recuo do Governo Federal na liberação de recursos na ordem de R$ 2 bilhões que seriam destinados às prefeituras do país. O Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM) foi confirmado pelo presidente Michel Temer. O AFM foi uma das lutas do deputado federal Walter Alves, nos últimos meses, em Brasília.

No entanto, o deputado do PMDB adotou o silêncio sobre o recuo de outra decisão do governo Temer, atendendo orientação do TCU para suspender a ajuda financeira de R$ 600 milhões ao Governo do RN para efetuar pagamento atrasado do funcionalismo público estadual. Walter e outros deputados não deram um pio para reclamar dessa atitude do governo, mas mesmo assim o governador Robinson Faria esta tentando reverter essa situação muito prejudicial para o Rio Grande do Norte.

“Lamento, e estou indignado, com a informação de que o presidente da República não vai publicar a Medida Provisória de liberação do AFM, ainda em 2017. Nosso mandato batalhou, ao lado dos prefeitos do Rio Grande do Norte, para que houvesse esse aporte financeiro tão necessário. O presidente garantiu que iria liberar os recursos e, agora, somos surpreendidos com a não publicação da MP. A atitude é completamente equivocada e acarretará em mais dificuldades para as prefeituras e municípios”, diz Walter Alves

Leia maisWalter Alves critica recuo do governo no auxílio para prefeituras, mas adota silêncio sobre ajuda ao RN de R$ 600 mi

Piso salarial dos professores tem reajuste de 6,8% para 2018

Mendonça Filho

O governo federal anunciou reajuste no piso salarial dos professores em 6,81%, que passa a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2018. O piso nacional do magistério passa a ser de R$ 2.455,35.

Em comunicado, o Ministério da Educação afirma que o aumento tem um ganho real de 3,9%. Isso porque o aumento anunciado está 4,01% acima da inflação prevista para este ano, que é de 2,8%, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA). Nos últimos dois anos, os professores tiveram um ganho real de 5,22%, o que corresponde a R$ 124,96.

“Esse é o segundo ano consecutivo que o piso é reajustado com valor real acima da inflação. O que é muito bom para os professores”, afirmou Mendonça Filho, ministro da pasta.

Na última semana, o MEC realizou uma reunião com os membros do Fórum Permanente de Acompanhamento da Atualização Progressiva do Valor do Piso Salarial para Profissionais do Magistério Público da Educação Básica.

Leia maisPiso salarial dos professores tem reajuste de 6,8% para 2018

‘Indulto não é prêmio ao criminoso’, diz Cármen ao derrubar decreto

Cármen Lúcia

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, afirmou que indulto não é nem pode ser instrumento de impunidade.

A posição foi publicada nesta quinta-feira (28) na decisão da ministra em suspender parcialmente o decreto assinado pelo presidente Michel Temer na sexta-feira (22). A presidente ainda ressaltou que o indulto não é “prêmio ao criminoso nem tolerância ao crime” em sua decisão na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) ajuizada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

“Defiro a medida cautelar (artigo 10 da Lei n. 9.868/1999), para suspender os efeitos do inc. I do artigo 1.º; do inc. I do § 1º do artigo 2º, e dos artigos. 8º, 10 e 11 do Decreto n. 9.246, de 21.12.2017, até o competente exame a ser levado a efeito pelo relator, ministro Roberto Barroso ou pelo Plenário deste Supremo Tribunal, na forma da legislação vigente”, diz Cármen na decisão.

Cármen atendeu a todos os pedidos de Raquel Dodge ao suspender o indulto para quem cumprisse um quinta da pena; para quem teve a pena privativa de liberdade substituída por restritiva de direitos; quem esteja cumprindo a pena em regime aberto; quem tenha sido beneficiado com a suspensão condicional do processo; ou quem esteja em livramento condicional.

Leia mais‘Indulto não é prêmio ao criminoso’, diz Cármen ao derrubar decreto

Marun reage e diz em nota que reação de governadores visa buscar resultados eleitorais

Resultado de imagem para Marun e temer

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, divulgou nota, numa espécie de “tréplica” com os governadores, que reagiram à sua recente declaração. “A reação daqueles que querem continuar omitindo a participação do Governo Federal nas ações resultantes de financiamentos obtidos junto aos bancos públicos só se justifica pela intenção de buscar resultados eleitorais exclusivamente para si”, escreveu o ministro. “Estes defendem a equivocada tese de que quem recebe financiamentos pratica ações de Governo e que quem os concede, não”.

Sete dos nove governadores do Nordeste enviaram ontem carta aberta ao presidente Michel Temer protestando contra a declaração do ministro, que admitiu que o governo pressiona gestores estaduais e municipais a trabalharem a favor da aprovação da reforma da Previdência, em troca da liberação de recursos em financiamentos de bancos públicos, como a Caixa. No documento, os governadores prometem acionar política e judicialmente os agentes públicos envolvidos, caso a “ameaça” de Marun se confirme.

Marun diz que assistiu a entrevista que concedeu no início da semana e que sua fala não teria sido bem interpretada. “Assisti a citada entrevista e desafio qualquer um a destacar o trecho em que afirmo que os financiamentos estão condicionados ao apoio à reforma da Previdência”, diz. “Afirmei, como reafirmo, que espero que todos os agentes públicos tenham a responsabilidade de contribuir neste momento histórico da vida da Nação. E afirmei, como reafirmo, que vou dialogar de forma especial com aqueles que estão sendo beneficiados por ações do governo, pleiteando o seu envolvimento no esforço que estamos fazendo para realizar as reformas que o Brasil necessita”, completou. As informações são de O Estado de São Paulo.

Adão Eridan reforça apoio a José Adécio nas eleições de 2018

O suplente de deputado estadual Adão Eridan, vereador por quatro vezes em Natal e a principal liderança da zona Oeste da capital do RN, reforçou, na manhã desta quinta-feira(28), o apoio ao deputado José Adécio, nas eleições de 2018.

Adão Eridan obteve 25.331 votos nas eleições de 2014. É o primeiro suplente da Assembleia Legislativa. Ele planeja, inclusive, ser candidato a deputado federal, fazendo a dobradinha com Adécio.

“O deputado José Adécio é um homem sério, de compromisso e terei o maior prazer de lutar por sua reeleição para deputado estadual, ou, quem sabe, para governador do Rio Grande do Norte, pois seu nome tem sido citado em vários lugares e considero o melhor”, disse Adão Eridan.

(Assessoria de comunicação do deputado José Adécio)

Troca na 2ª Turma do STF preocupa advogados da Lava Jato

Resultado de imagem para toffoli e carmem lucia

Advogados de políticos na mira da Lava Jato querem acelerar o julgamento de seus clientes na Segunda Turma do STF. Criminalistas avaliam que, a partir de setembro, com a saída do ministro Dias Toffoli do colegiado e a entrada no lugar dele da ministra Cármen Lúcia, aumentam os riscos de condenação de investigados. Toffoli é considerado um ministro com posição mais favorável aos réus, enquanto Cármen é tida como mais dura e sensível à opinião pública nos casos de corrupção, posição mais alinhada com o relator da Lava Jato, Edson Fachin.

7 a 1. Ao longo deste ano, Fachin sofreu sucessivas derrotas na Segunda Turma do Supremo, que tem Gilmar Mendes, Toffoli e Ricardo Lewandowski mais afinados nas críticas à Lava Jato. O isolamento é quebrado, eventualmente, com o voto de Celso de Mello.

Passando o bastão. Toffoli deixa a Segunda Turma em setembro, quando assume a presidência do Supremo no lugar de Cármen Lúcia. As informações são da Coluna do Estadão.

Bancos fecham nesta sexta-feira e só reabrem na terça, dia 2

Resultado de imagem para Bancos fecham nesta sexta-feira e só reabrem na terça, dia 2

Esta quinta-feira, 28, é o último dia de funcionamento das agências bancárias em 2017. Os bancos só irão reabrir na próxima terça-feira, 2 de janeiro de 2018.

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), na sexta-feira, 26, os funcionários ainda irão trabalhar, mas não haverá atendimento ao público.

As contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), carnês e boletos com vencimento nos dias em que as agências estiverem fechadas podem ser pagos no próximo dia útil após o feriado – ou seja, na terça-feira, dia 2, sem qualquer incidência de cobrança de multa.

Para realizar operações bancárias nesses dias, os clientes podem usar caixas eletrônicos, internet banking, aplicativos de celular e telefone. Outra opção para os clientes, segundo a Febraban, é agendar o pagamento de boletos pelos canais eletrônicos.

Petrobras anuncia aumento de 1,7% no preço da gasolina

Resultado de imagem para Petrobras anuncia aumento de 1,7% no preço da gasolina

A Petrobras anunciou, nesta quinta-feira, mais um aumento de 1,7% no preço da gasolina e alta de 1,1% no preço do diesel, comercializados nas refinarias. Os reajustes serão válidos a partir desta sexta-feira, dia 29. Na quarta-feira, a estatal corrigiu em 0,9% no preço do diesel e manteve estabilidade no preço da gasolina. Desde o início da nova metodologia, a gasolina acumula alta de 29,54% e o diesel, valorização de 25,42%.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio do litro da gasolina na cidade do Rio ficou em R$ 4,537, na semana de 17 a 23 de dezembro. O valor máximo encontrado pela agência foi de R$ 4,899, em postos da Lagoa e do Leblon, e o mínimo de R$ 4,159, em um posto de Cascadura.

Leia maisPetrobras anuncia aumento de 1,7% no preço da gasolina

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: