Campanha para reduzir cesarianas chega à 2ª fase

Com 136 maternidades participantes, a Agência Nacional de Saúde Suplementar inicia em janeiro a segunda etapa da campanha “Parto Adequado”, que visa reduzir o número de cesarianas desnecessárias, ou seja, que não tenham indicação clínica e sejam feitas por conveniência das partes envolvidas. No ano passado, 35 maternidades fizeram parte da primeira fase. Sessenta e oito operadoras de planos de saúde manifestaram interesse em apoiar o projeto.

Segundo o diretor de Desenvolvimento Setorial da ANS, Rodrigo Aguiar, no fim de ano, o problema das cesarianas desnecessárias agrava-se: por conta das festas, a tendência é haver uma antecipação do parto, o que pode causar consequências negativas principalmente para o bebê. Entre as mais frequentes, estariam as complicações respiratórias, considerando que o recém-nascido não está com o sistema respiratório amadurecido o suficiente para lidar com o mundo exterior.

Leia maisCampanha para reduzir cesarianas chega à 2ª fase

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: