Romero Jucá é hostilizado em avião e tenta tirar celular de passageira

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) durante sessão plenária do Senado Federal, em Brasília (DF). Filhos do parlamentar foram alvos hoje da Operação Anel de Giges, da Polícia Federal

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) foi hostilizado em um voo de Brasília para São Paulo nesta quarta-feira (29). “O sr. conseguiu estancar a Lava Jato, foi?”, pergunta a passageira Rúbia Sagaz, que confrontou o senador.

A interação foi filmada por ela e por outras pessoas na aeronave. “Safou seus amigos canalhas? O senhor não tem vergonha?”, pergunta Sagaz.

Ela faz referência a frase que ficou famosa e faz parte de conversa revelada pela Folha em maio de 2016, entre o senador e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, em que ambos fazem referência a um pacto para parar as investigações da Lava Jato.

No vídeo, Sagaz, que postou as imagens em sua página no Facebook, se aproxima do senador, que está de pé próximo a seu assento, e anuncia: “gente, o Jucá, do ‘grande acordo nacional, com o Supremo [Tribunal Federal], com tudo”. As informações são de  ANGELA BOLDRINI, Folha de São Paulo.

Leia maisRomero Jucá é hostilizado em avião e tenta tirar celular de passageira

Governo está longe de ter votos para aprovar Previdência, diz Maia

Governo está longe de ter votos para aprovar Previdência, diz Maia

O governo ainda está longe de atingir o número necessário de votos para aprovar a reforma da Previdência, afirmou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta quinta-feira (30), em São Paulo.

“Se não tiver voto, não vamos marcar a data. Falta muito, mas ainda não fiz a conta, então não vou falar um número. A base não está articulada como deveria.”

Maia ressaltou a importância do PSDB para a votação, mas sinalizou que as mudanças sugeridas pelo partido dificilmente serão aceitas. “As três propostas feitas inviabilizam a reforma, seriam mais de R$ 100 bilhões de perda do ajuste fiscal.”

Os tucanos apresentaram três reivindicações de concessões nas áreas de aposentadoria por invalidez, acúmulo de benefícios e nas regras de transição para servidores públicos. As informações são de  TAÍS HIRATA, Folha de São Paulo.

Leia maisGoverno está longe de ter votos para aprovar Previdência, diz Maia

Ipem interdita bombas de abastecimento de combustível no Seridó

Bicos de bombas em postos de combustíveis foram reprovados por má conservação. (Foto: Ipem-RN/Divulgação)

O Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem/RN), determinou a interdição de postos de combustíveis da cidade de Currais Novos. Algumas bombas de abastecimento foram interditadas por apresentarem irregularidades nos bicos.

Segundo o Ipem, foram verificados 15 bicos de postos da cidade, sendo quatro deles reprovados por má conservação do instrumento e um por vazamento – não atendendo os requisitos técnicos, metrológicos e de segurança.

Os postos que não tiveram seus nomes divulgados por Cyrus Benavides, diretor do Ipem, ficaram impedidos de comercializar combustível nesses instrumentos. Somente com autorização do Ipem, as bombas poderão ser desinterditadas. Os reparos precisam ser feitos por oficinas autorizadas pelo órgão.

Fabielle Bezerra entrega moção de aplausos pelos 50 anos da Escola Luíza de Franca

Nesta quarta-feira passada dia 29/11/2017 foi entregue à primeira escola municipal de Assú, Escola Municipal Professora Luíza de França, uma moção de aplausos pelos 50 anos da sua existência na cidade. Inaugurada oficialmente no dia 27 de julho de 1967, a Escola Municipal Professora Luiza de França e sua estrutura escolar construída na gestão da ex-prefeita Maria Olímpia Neves de Oliveira, “Maroquinha”.

A moção aconteceu sob a indicação da vereadora  Fabielle Bezerra, com o apoio do Poder Legislativo sendo aprovada por unanimidade,  que reconheceu a importância da escola e sua relevância na educação e história do município

Segundo a vereadora é possível observar que hoje o esforço precisa ser simultâneo, de todas as esferas responsáveis, mas também de todos envolvidos na escola, pais, alunos, professores, enfim, todos eles merecem com certeza essa moção pelo bom exemplo e desempenho da escola na cidade.

“Que a luta e a história da Escola Municipal Professora Luiza de França continue motivando o amor pela Educação e a conquista de sua valorização no entorno social… Juntos, nós podemos ainda mais!” conclui a vereadora.

Assessoria de Imprensa

PT teme Lula ligado a Cabral em caravana

Resultado de imagem para PT teme Lula ligado a Cabral em caravana

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai visitar as obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), um dos principais focos de corrupção na Petrobrás investigados pela Lava Jato, na caravana pelos Estados do Espírito Santo e Rio, entre os dias 4 e 8 de dezembro. Dirigentes do PT, em conversas reservadas, dizem que Lula deveria cancelar a caravana para evitar que seu nome seja associado aos dos ex-governadores do Rio Sérgio Cabral (PMDB) e Anthony Garotinho (PR), ambos presos por suspeitas de corrupção.

Petistas ainda alertam para o risco de atrelamento da imagem do ex-presidente ao governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), que enfrenta uma crise financeira e administrativa sem precedentes na história do Estado. O PT apoiou e participou dos três governos. Um dirigente classificou a manutenção da caravana como “uma burrada sem tamanho”.

Apesar dos protestos, Lula decidiu manter a viagem, marcada desde maio. Segundo o coordenador do evento, Márcio Macedo, um dos vice-presidentes do PT, em momento algum a direção partidária cogitou desistir da caravana. As informações são de  Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo .

Leia maisPT teme Lula ligado a Cabral em caravana

José Adécio: “Vivo meu melhor momento político”

O deputado José Adécio foi entrevistado na manhã de hoje, 30, pela jornalista Anna Ruth Dantas, na 94 FM, e voltou a confirmar sua posição de candidato à reeleição, deixando claro que poderá concorrer a um cargo majoritário, dependendo da orientação partidária e da concordância do seu grupo político.

José Adécio ressaltou viver seu melhor momento político, contando com apoio de 23 prefeitos, 75 ex-prefeitos e/ou ex-candidatos a prefeito, em 50 municípios. Disse à jornalista Anna Ruth ter conversando, nos últimos vinte dias, com o governador Robinson Faria, com o ex-deputado federal Betinho Rosado e com os senadores José Agripino e Garibaldi Filho.

“Tratei com esses líderes sobre o quadro político local, sobre liberação de recursos para obras nos municípios nos quais tenho apoio dos prefeitos e também, claro, de eleições 2018, reafirmando minha posição de candidato à reeleição, sem descartar uma candidatura majoritária”, disse Adécio.

O deputado cumpre agenda hoje no Médio Oeste Potiguar, onde visitará algumas cidades e às 18 horas irá a Triunfo Potiguar, onde conta com apoios da prefeita Lúcia e do ex-prefeito Toinzinho, participar de um grande encontro de evangélicos.

(Assessoria de Comunicação do deputado José Adécio)

Procuradoria cobra R$ 4,2 milhões de Henrique Alves, Eduardo Cunha e Funaro

Resultado de imagem para Procuradoria cobra R$ 4,2 mi de Eduardo Cunha, Henrique Alves e Funaro

Em denúncia por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa apresentada contra os ex-presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o doleiro Lúcio Funaro e outras cinco pessoas, procuradoria da República no Rio Grande do Norte cobra R$ 4,2 milhões dos acusados. Segundo o Ministério Público Federal, esse é o montante de propinas solicitadas e recebidas pelos peemedebistas no âmbito das eleições de 2014.

A peça contra o ex-ministro do Turismo e o ex-deputado é embasada nas delações da Odebrecht, do ex-vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Fábio Cleto, do dono da Carioca Engenharia, Ricardo Pernambuco, do doleiro Lúcio Funaro e abarcam supostas vantagens indevidas no âmbito das eleições de 2014

A peça, assinada pelos procuradores Rodrigo Telles e Fernando Rocha, dá conta de que os peemedebistas pegaram, em setembro de 2014, propinas de R$ 3,5 milhões do doleiro Lúcio Funaro oriundos de ‘de esquema de corrupção e lavagem de dinheiro implantado por ambos os ex-Deputados Federais na Caixa Econômica Federal, entre os anos de 2011 e 2015’. As informações são de  Luiz Vassallo, O Estado de São Paulo.

Leia maisProcuradoria cobra R$ 4,2 milhões de Henrique Alves, Eduardo Cunha e Funaro

PF mira no ex-governador de Alagoas do PSDB

Resultado de imagem para PF abre Caribdis e mira ex-governador de Alagoas

A Superintendência Regional da Polícia Federal em Alagoas e o Ministério Público Federal abriram nesta quinta-feira, 30, a Operação Caribdis. Dentre os investigados estão o ex-governador Teotônio Vilela Filho (PSDB), seu secretário de Infraestrutura do Estado de Alagoas e também alvos ligados a empresas e órgãos públicos.

Em nota, a PF informou que estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal de Alagoas, em Maceió, na área metropolitana da capital alagoana, além das cidades de Salvador/BA, Limeira/SP e Brasília/DF.

A ação, de acordo com a PF, tem como objetivo complementar provas colhidas em inquérito policial instaurado para apurar a suposta prática dos crimes de fraude a licitação, desvio de verbas públicas (peculato), corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, todos relacionados à obra do Canal do Sertão Alagoano, mais especificamente os lotes nºs 3 e 4, ambos licitados pelo Governo do Estado de Alagoas (Secretaria de Infraestrutura) na gestão anterior, ilícitos que teriam ocorrido entre 2009 e 2014.

Leia maisPF mira no ex-governador de Alagoas do PSDB

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: