Corrupção no país e ‘sistêmica’ e que ampliará Lava Jato, diz novo chefe da PF

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, disse nesta sexta-feira, 10, que a corrupção é “sistêmica” no Brasil e que pretende ampliar as operações feitas pela corporação, incluindo a Lava Jato. Questionado sobre alterações na equipe da Lava Jato, Segóvia disse que o tema está sendo tratado na transição e as mudanças serão “naturais” e “paulatinas”.

“A corrupção neste país é sistêmica, mas existe a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e vários órgãos que a combatem. Pretendemos continuar cada vez mais fortes nesse combate”, afirmou Segóvia. E completou: “A Polícia Federal está tranquila. A gente pretende continuar o trabalho e as mudanças serão feitas paulatinamente. Com certeza, sempre tem gente que está cansada e quer sair e tem gente nova que quer começar um trabalho”.

Indicado com o apoio do PMDB e aval do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, investigado na Lava Jato, Segóvia afirmou que sabe que terá de atuar politicamente. “Como diretor-geral tenho que trabalhar politicamente com vários órgãos, várias instituições, o que não quer dizer que a gente não combata os crimes. As instituições não cometem crimes, as pessoas cometem crimes. O que precisamos é melhorar as investigações, o foco das investigações.” As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisCorrupção no país e ‘sistêmica’ e que ampliará Lava Jato, diz novo chefe da PF

Maia sinaliza apoio a deputados que tentam reverter Lei da Ficha Limpa

 O presidente Michel Temer e os presidentes, do Senado Eunício Oliveira, e da Câmara, Rodrigo Maia, promove o lançamento do plano Safra 2017/2018, no Palácio do Planalto

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta sexta-feira (10) que o movimento do grupo de deputados que tenta reverter a aplicação da Lei da Ficha Limpa não tem o objetivo de alterar a legislação, mas impedir que as regras retroajam para “prejudicar” os políticos.

“O projeto não está alterando [a Lei da Ficha Limpa], está tratando do caso específico para a lei não retroagir”, disse Maia em uma sinalização de apoio aos deputados que articulam as mudanças.

Segundo o presidente da Câmara, a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a aplicação da lei para casos anteriores a 2010, data em que as regras entraram em vigor, foi “muito dividida” e que a lei brasileira não retroage para “prejudicar” pessoas. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisMaia sinaliza apoio a deputados que tentam reverter Lei da Ficha Limpa

TSE pode vetar fundo partidário para bancar gastos de campanha em 2018

O TSE discute vetar o uso de recursos do fundo partidário para o custeio de campanhas. Como o Congresso criou uma reserva bilionária exclusiva para o financiamento eleitoral na reforma política deste ano, há quem questione permitir o uso das duas fontes de receita.

A corte eleitoral vai promover audiências públicas para definir regras para outro modelo de financiamento que passará a ser aceito no ano que vem: o crowdfunding, conhecido como vaquinha virtual.

“O problema é saber de onde vem o dinheiro e para onde ele vai. Na linha do que o presidente do TSE pensa [o ministro Gilmar Mendes], isso pode proliferar a atuação do crime organizado”, diz o ministro Admar Gonzaga. As informações são da coluna Painel, Folha de São Paulo.

Muita atenção aos horários do Enem 2017 neste domingo

Resultado de imagem para enem portão Natal rn

No segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece hoje (12), os horários de abertura e fechamento dos portões serão os mesmos do primeiro dia de prova. Todos os portões serão abertos às 12h e fechados impreterivelmente às 13h, conforme horário de Brasília. As provas começam 30 minutos após o fechamento dos portões.

A atenção deve ser redobrada em estados que tenham fuso horário diferente ou que, ao contrário de Brasília, não estejam no Horário Brasileiro de Verão. Os candidatos devem chegar com antecedência, pois em locais grandes ou muito movimentados o tempo para achar a sala de prova pode ser maior que o esperado. Como o Enem está marcado para o fim de semana, os estudantes devem lembrar que nesses dias o número de linhas de metrô, trem e ônibus circulando costuma ser menor.

Por causa do fuso horário no Brasil, no Acre os portões fecham às 10h (horário local). Já nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima os candidatos só poderão entrar no local da prova até as 11h (horário local). Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins fecharão os portões às 12h (horário local).

No Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, o horário final é 13h (horário local).

Amanhã serão aplicadas as provas de matemática e ciências da natureza, com 4h30 de duração. O candidato que sair da sala em até duas horas após o início da prova terá sua nota zerada.

Presidente do PSDB Goldman recebe R$ 6 mil por reunião mensal do Metrô-SP

O novo presidente interino do PSDB, Alberto Goldman, é conselheiro do Metrô de São Paulo desde março de 2009. O órgão é subordinado ao governo de Geraldo Alckmin. Ele recebe R$ 6.177,00 para participar de uma única reunião por mês.

A Lei das Estatais impede que ele renove o mandato no conselho do Metrô por ser dirigente partidário. Goldman diz que o período termina em 2018 e não será renovado. As informações são da Coluna do Estadão.

Com pai condenado, deputado apresenta pedido de urgência para reverter decisão do STF sobre Lei da Ficha Limpa

O deputado federal Leonardo Quintão (PMDB-MG), autor do requerimento que pede urgência para a votação da proposta que contraria a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a retroação da Lei da Ficha Limpa, tem pelo menos um grande motivo para o pedido: Sebastião Quintão (PMDB), seu pai e atual prefeito de Ipatinga (MG), tem condenações por abuso de poder econômico e captação ilícita de recursos durante a campanha de 2008.

Considerado inelegível pela Justiça eleitoral em Minas Gerais, Sebastião exerce o mandato graças a uma liminar do ministro Gilmar Mendes, do STF, que liberou a sua diplomação.  Na ocasião, em dezembro do ano passado, o ministro argumentou que o Supremo não havia julgado a questão da retroatividade da Ficha Limpa. A reportagem abordando o assunto foi publicada neste sábado (11), pelo jornal O Globo.

No último dia 4 de outubro, o Supremo decidiu que a Lei da Ficha Limpa, criada em 2010, pode retroagir para condenados antes de a lei ter sido criada. Os ministros decidiram a questão por seis votos favoráveis contra cinco.

Leia maisCom pai condenado, deputado apresenta pedido de urgência para reverter decisão do STF sobre Lei da Ficha Limpa

PPS abre as portas para candidatura de Luciano Huck

ctv-n9y-31626154

O apresentador de TV Luciano Huck participou nas últimas semanas de três reuniões com líderes do PPS para discutir cenários eleitorais e a entrada no partido de membros do movimento Agora! , do qual é participante. Os encontros trataram de eventual candidatura do próprio Huck. Pessoas que participaram das reuniões classificaram as conversas como “iniciais e promissoras”.

Embora o PPS pretenda divulgar sua posição em relação à sucessão do presidente Michel Temer apenas em março, durante sua convenção nacional, líderes do partido confiam na filiação do apresentador até o fim do ano.

Huck se reuniu nesta quinta-feira, 9, no Rio, na casa do economista Armínio Fraga, com o deputado federal e presidente do PPS, Roberto Freire, e o ministro da Defesa, Raul Jungmann. Outras reuniões com Freire ocorreram em São Paulo e Brasília. As informações são de Gilberto Amendola, O Estado de S.Paulo.

Leia maisPPS abre as portas para candidatura de Luciano Huck

‘Vamos sair do governo pela porta da frente’, diz Aécio Neves

Aécio Neves

Dois dias depois de destituir o senador Tasso Jereissati (CE) da presidência interina do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), presidente afastado do partido, participou nesse sábado, 11, da convenção tucana em Minas Gerais que reelegeu seu aliado, o deputado Domingos Sávio, presidente da legenda no Estado. Em entrevista no final do evento, Aécio reconheceu que o PSDB deixará em breve o governo Michel Temer, mas criticou os “cabeças pretas”, ala que faz oposição ao Palácio do Planalto. “Vamos sair do governo pela porta da frente, da mesma forma que entramos”, disse o senador.

Segundo Aécio, há no partido uma “falsa discussão” sobre a permanência ou debandada dos tucanos da Esplanada dos Ministérios. “Vejo uma falsa discussão, como se essa fosse a questão central: sai ou não do governo. Isso só serve aos interesses de uma eleição interna. Não posso aceitar a pecha de que a presença do PSDB no governo é fisiológica”, afirmou.

Segundo o senador, há no PSDB “um convencimento de todos” de que está chegando o momento de deixar o governo. As informações são da Agência Estado.

Leia mais‘Vamos sair do governo pela porta da frente’, diz Aécio Neves

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: