Força Nacional pode virar tropa permanente com agentes exclusivos da União

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, tem planos para transformar a Força Nacional de Segurança Pública num grupo de elite permanente, com profissionais exclusivos da União. A ideia dois desenhos: ou o governo federal abriria concurso para um engajamento temporário de agentes de segurança dos estados, de oito a dez anos, ou aceitaria policiais militares assumindo a remuneração deles e demais encargos por esse mesmo período. A tropa, segundo a proposta em estudo, teria, no máximo, 2,5 mil integrantes.

Vinculada ao Ministério da Justiça desde que foi criada, em 2004, a Força Nacional sempre funcionou com policiais emprestados de outros estados que, após serem treinados para as operações federais, passam a ser chamados em caso de necessidade. Eles mantêm seus salários da corporação de origem e recebem diárias do governo federal enquanto estiverem em atuação. Torquato, no entanto, defende dedicação integral dos profissionais à Força, que passaria a trabalhar também em conjunto com setores de inteligência dos governos federal e estaduais.

O ministro, que criou uma crise com o governo do Rio por acusar a cúpula da Polícia Militar de corrupção, ainda avalia os custos dessa transformação e pondera que tais mudanças, a depender do formato, terão de passar pelo crivo dos colégios de secretários estaduais ligados à Segurança e ao Sistema Penitenciário, e também pelo Congresso Nacional: As informações são de O Globo.

Leia maisForça Nacional pode virar tropa permanente com agentes exclusivos da União

Prefeito do Assú Gustavo Soares é ‘demitido’ pelo Diário Oficial

O desgoverno administrativo em Assú, principal curral eleitoral do deputado estadual George Soares, irmão do prefeito Gustavo Soares, é tão grande que o Doutor já foi ate demitido no próprio Diário Oficial do Município – DOM, publicado na página da Prefeitura do Assú.

No lugar do Doutor, o DOM trouxe o nome do seu primo e atual secretário de Saúde, Luis Eduardo Soares, o Lula de Lourinaldo.

O Ministério Público Eleitoral desaprovou a prestação de contas do prefeito Gustavo Soares e a vice-prefeita Sandra Alves e já pediu em maio deste ano ao juiz eleitoral Marivaldo Dantas, a cassação de diplomas e mandatos de ambos, mas a decisão de cassação ou não, ainda não saiu.

Contra medidas do governo Temer, servidores vão à Justiça e ameaçam parar

Resultado de imagem para Temer quer reduzir contatos individuais com os deputados

Sindicatos que representam funcionários públicos federais vão entrar na Justiça contra a medida provisória editada nesta semana que adia o reajuste salarial e eleva a contribuição previdenciária dos servidores. Em protesto, eles já iniciaram paralisações. Nesta quarta-feira, dia 1 , auditores fiscais, que também estavam insatisfeitos porque ficaram sem bônus salarial, foram os primeiros a cruzarem os braços.

Nos aeroportos e aduanas, os auditores deram início a uma operação padrão em que todas as cargas e bagagens são revistadas como forma de atrasar as liberações. Suspenderam ainda trabalhos em escritórios da Receita Federal, o que afeta fiscalizações e, consequentemente, a arrecadação de tributos.

No dia 10 de novembro, está programada uma manifestação que pretende levar trabalhadores às ruas em várias cidades do País. “O próprio governo espera essa reação diante das atrocidades que foram cometidas”, disse o presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais (Sindifisco), Cláudio Damasceno. “As entidades vão reagir de forma articulada, não só na atuação parlamentar, como na via judicial e com estratégias de paralisações conjuntas.” As informações são de O Estado de São Paulo.

Em Assú, Diário Oficial é publicado sem data e sem numeração

A modernidade da incompetência e do desleixo está instalada no governo do prefeito do Assú, Gustavo Soares, que na campanha fazia promessa de ‘mudança’. A tática de errar para esconder algo mais grave começou.

O Diário Oficial do Município – DOM, que foi publicado sem data e sem numeração, é a maior prova que a equipe de oito secretários réus condenados e acusados de todo tipo de crime contra a administração pública e que auxiliam o Doutor, estão tramando algo novo para desviar dinheiro dos cofres públicos.

O Ministério Público precisa ficar atento aos erros de publicação do DOM que encobre uma manobra ardilosa para desviar dinheiro dos cofres públicos no futuro e enganar a fiscalização. Também com uma equipe de ‘marginais’, a população não pode esperar outra coisa do governo de Gustavo.

Dodge diz não ter ‘dúvida’ de repasse ilegal da Odebrecht para ministro do PSDB

O ministro Aloysio Nunes dá entrevista à Folha em seu gabinete, no Palácio do Itamaraty

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou em petição ao STF (Supremo Tribunal Federal) não ter dúvida de que o atual ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB-SP), recebeu R$ 500 mil da Odebrecht em um esquema para financiar sua campanha eleitoral de 2010.

“É fato incontroverso que houve o repasse de recursos para a campanha do senador Aloysio Nunes. Resta investigar a origem destes recursos e a finalidade do repasse”, escreveu Dodge ao ministro relator do caso no STF, Gilmar Mendes, no último dia 24.

Não há registro na Justiça Eleitoral de doação oficial da Odebrecht para Aloysio na disputa de 2010 ao Senado.

O inquérito foi aberto em março a pedido do então procurador-geral Rodrigo Janot como desdobramento do acordo de delação. Dois delatores da empreiteira informaram à PGR sobre o pagamento a Aloysio. As informações são da Folha de São Paulo.

Leia maisDodge diz não ter ‘dúvida’ de repasse ilegal da Odebrecht para ministro do PSDB

Países onde se mata mais meninos no mundo

A cada sete minutos, uma criança ou um adolescente entre 10 e 19 anos de idade morre em algum lugar do mundo, vítima de homicídio ou de alguma forma de conflito armado ou violência coletiva. Somente em 2015, a violência vitimou mais de 82 mil meninos e meninas nessa faixa etária. Os dados são do relatório “Um Rosto Familiar: A Violência na Vida de Crianças e Adolescentes”, lançado nessa quarta-feira (1) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Meninos de 10 a 19 anos morrem mais no Brasil do que no Afeganistão, que vive em conflito armado há 16 anos. Por aqui, a taxa – que inclui homicídios e óbitos em guerras – é de 59 mortos a cada 100 mil jovens dessa idade, enquanto no país asiático esse índice é de 56 mortes. A instituição diz não ter calculado o índice somando os sexos feminino e masculino por país.

O Brasil é o sétimo com mais mortes de garotos no ranking global, que é liderado pela Síria, em guerra civil desde 2011, e pelo Iraque, envolvido no conflito contra a milícia Estado Islâmico. Quando se leva em conta apenas os homicídios, porém, o Brasil sobe para a quinta pior posição, atrás de Venezuela, Colômbia, El Salvador e Honduras. Esses cinco países sozinhos são palco de um terço dos assassinatos de garotos de 10 a 19 anos no mundo, sendo que abrigam só 5% dessa população.

Procuradoria ataca PEC da Polícia Federal

PGR

A Procuradoria Geral da República quer fulminar o projeto que é a “menina dos olhos” dos delegados de Polícia Federal, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 412, que prevê autonomia para a corporação. Em nota técnica levada nessa terça-feira (31) ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), o coordenador da Câmara de Sistema Prisional e Controle Externo da Atividade Policial do Ministério Público Federal, subprocurador geral da República Mario Bonsaglia, se manifestou energicamente contra a aprovação da medida.

A PEC 412 está em discussão na CCJ. O texto dá à Polícia Federal autonomia e independência, como a Constituição prevê para o próprio Ministério Público. As informações sobre a nota técnica foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria.

Na avaliação de Bonsaglia, a PEC dos sonhos dos delegados “fere o sistema de freios e contrapesos previsto na Constituição, consistente na fiscalização de um órgão de poder sobre outro, o que evita a arbitrariedade institucional”. As informações são de O Tempo.

Leia maisProcuradoria ataca PEC da Polícia Federal

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: