Câmara omite Cunha e Henrique Alves da galeria de ex-presidentes

Presos em desdobramentos da Operação Lava Jato, os ex-deputados peemedebistas Eduardo Cunha (RJ) e Henrique Eduardo Alves (RN), ambos do PMDB, até hoje não constam da galeria de fotos de ex-presidentes da Câmara fixada na parede contígua à entrada principal do plenário. E não foi por falta de tempo para a inclusão das respectivas fotografias: Henrique Alves comandou a Casa até janeiro de 2015. Já Cunha – que, em maio de 2016, foi afastado das funções pelo Supremo Tribunal Federal (STF) – deixou definitivamente o posto em setembro do ano passado, quando foi cassado por seus pares.

A fotografia mais recentemente fixada na galeria é a do deputado Marco Maia (PT-RS), que presidiu a Câmara no período imediatamente anterior à gestão Henrique Alves, entre 2011 e 2012. Estão no painel, por exemplo, nomes como os dos também peemedebistas Michel Temer, presidente da Câmara entre 2009 e 2010, e Ulysses Guimarães, principal líder político da Assembleia Nacional Constituinte, colegiado que concebeu a Constituição de 1988. Relativa ao período republicano (1889 em diante), a linha do tempo é completada em outro quadro de fotos, posicionado na parede oposta e referente ao período do Brasil imperial. As informações são do Congresso Em Foco.

Leia maisCâmara omite Cunha e Henrique Alves da galeria de ex-presidentes

Não conversei com Luciano Huck sobre ser seu vice, diz Meirelles

henrique meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, negou na tarde desta segunda-feira (30) que tenha sido procurado para compor uma chapa presidencial com o apresentador de televisão Luciano Huck, na condição de vice.

“Não conversei com ninguém”, garantiu o ministro, em entrevista coletiva, após ter participado de evento da FecomercioSP. À tarde, a Coluna do Estadão publicou que a mais recente especulação em torno de Luciano Huck para eleição presidencial de 2018 seria uma chapa encabeçada pelo apresentador e tendo Meirelles como vice. Interlocutores do PSD, partido do ministro da Fazenda, brincam respondendo que só se inverterem a chapa. As informações são da Agência Estado.

Leia maisNão conversei com Luciano Huck sobre ser seu vice, diz Meirelles

Gilmar Mendes será relator do Habeas corpus de Sérgio Cabral

Resultado de imagem para sergio cabral governador

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), será o relator do habeas corpus impetrado nesta segunda-feira (30) pela defesa do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) para mantê-lo na unidade prisional de Benfica.

O objetivo é evitar que o ex-governador seja deslocado para o presídio federal de Campo Grande, conforme determinado pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal, do Rio, após pedido do Ministério Público Federal.

O habeas corpus foi distribuído “por prevenção” a Gilmar Mendes, que é relator de desdobramentos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro desde abril deste ano, quando concedeu habeas corpus a Flávio Godinho, ex-braço direito do empresário Eike Batista. Segundo a reportagem apurou, a decisão do ministro não deve sair nesta segunda-feira. As informações são da Agência Estado.

Leia maisGilmar Mendes será relator do Habeas corpus de Sérgio Cabral

Deputados e Andrea Lemos discutem violência doméstica contra a mulher em Macau

Após percorrer a cidade de Assu, a Assembleia Legislativa promoveu novo debate nesta segunda-feira (30), desta vez no município de Macau. A audiência, proposta pela deputada Cristiane Dantas (PCdoB), discutiu a implantação de políticas públicas voltadas à defesa da mulher vítima de violência doméstica, oportunidade em que a Câmara de Vereadores local lançou a Frente Parlamentar Municipal em Defesa da Mulher Macauense.

“Estamos aqui tentando sensibilizar e conscientizar todos da necessidade de lutar pela dignidade das mulheres. Precisamos semear uma nova cultura de paz no RN e ela passa, impreterivelmente, pela igualdade de gênero, pela paz nos lares das famílias de Macau”, destacou Cristiane.

A secretária do Trabalho, Habitação e Assistência Social de Macau, Andrea Lemos, discorreu sobre as ações que vêm sendo desenvolvidas pela pasta e defendeu a necessidade de maior colaboração entre entes para a efetivação da Sala Lilás. “A sala existe, mas ainda é preciso somar esforços para de fato efetivarmos o acolhimento à mulher vítima de violência na Sala Lilás”, comentou, anunciando que irá buscar alternativas para suprir o atendimento diante do impasse envolvendo o pleno funcionamento da Sala.

Leia maisDeputados e Andrea Lemos discutem violência doméstica contra a mulher em Macau

Mais de 130 professores do RN já sofreram atentados e outros 537 foram ameaçados

Pichação ameaça funcionário de escola pública em Natal (Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi)

Pelo menos 136 professores do Rio Grande do Norte disseram que já foram vítimas de atentados contra a vida. Outros 537 profissionais sofreram ameaças dos seus próprios alunos, segundo o Anuário da Violência Pública, lançado nesta segunda-feira (30). Os números foram levantados por meio da Avaliação Nacional do Rendimento Escolar realizada, em 2015.

Na pesquisa, 308 professores também afirmaram que foram vítimas de furtos dentro da escola e 92 sofreram roubo mediante ameaça, dentro do ambiente de trabalho.

Ao captar a percepção de diretores e professores sobre a ocorrência de situações de violência na escola em que trabalham ao longo de 2015, a pesquisa registrou que 2.706 dos profissionais (50% dos entrevistados) tinham conhecimento de agressões verbais ou físicas de alunos contra educadores e funcionários de instituições de ensino no estado. As informações são do G1 RN.

Leia maisMais de 130 professores do RN já sofreram atentados e outros 537 foram ameaçados

Temer começa a tirar cargos de deputados ‘traidores’

ctv-524-temer

O presidente Michel Temer deu início às punições dos deputados que votaram contra ele na segunda denúncia. O governo exonerou nesta segunda-feira, 30, o diretor de Gestão Interna da Embratur, Tufi Michreff Neto, apadrinhado do deputado Mauro Mariani (PMDB-SC). A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

No Palácio do Planalto, oito deputados foram considerados “traidores” na votação da semana passada. Essa lista é formada por parlamentares que apoiaram Temer na primeira denúncia, mas viraram a casaca e votaram pelo prosseguimento da segunda denúncia desta vez.

As exonerações, num primeiro momento, devem se concentrar nos apadrinhados desses deputados, e alcançar seis cargos no segundo e terceiro escalões do governo. As informações são de O Estado de São Paulo.

Leia maisTemer começa a tirar cargos de deputados ‘traidores’

Pedido de suspensão de fundo eleitoral vai ao plenário do STF

A ministra do STF Rosa Weber

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu submeter ao plenário da Corte o pedido de medida cautelar do Partido Social Liberal (PSL) para suspender o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC). O partido ajuizou uma ação direta de inconstitucionalidade no STF, com o objetivo de questionar a implantação do fundo, que é estimado em R$ 1,7 bilhão e será composto por 30% dos recursos de emendas parlamentares.

Rosa também fixou um prazo de cinco dias para que a Presidência da República, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal apresentem informações sobre o caso “com urgência”.

“Diante da relevância da matéria, submeto a tramitação da presente ADI ao disposto no art. 10 da Lei 9.868/1999. Requisitem-se, com urgência, informações à Presidência da República, ao Senado Federal e à Câmara dos Deputados, a serem prestadas no prazo de cinco dias”, determinou Rosa Weber.

Leia maisPedido de suspensão de fundo eleitoral vai ao plenário do STF

Coletor menstrual ganha popularidade entre as mulheres

Copinhos de silicone costumam se fabricados em dois tamanhos

“Queria ter descoberto antes, é maravilhoso”, é o que diz um número cada vez maior de mulheres que, nos últimos anos, começaram a usar o coletor menstrual –que recolhe o sangue da menstruação em um pequeno copo de silicone inserido no canal vaginal.

A ideia não é nova: os copinhos de coleta menstrual começaram a ser produzidos industrialmente nos anos 1930, com altos e baixos em seu uso ao longo das décadas.

Recentemente, o método se tornou mais popular, graças ao uso de materiais que os tornaram mais confortáveis e hipoalergênicos, além de menos poluentes.

Muitas mulheres começaram a usar o coletor por causa da propaganda boca a boca, especialmente nas redes sociais. As informações são da BBC BRASIL.

Leia maisColetor menstrual ganha popularidade entre as mulheres

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: