Sem dinheiro, universidade federal reduz obra, pesquisa e até bandejão

Resultado de imagem para Sem dinheiro, universidade federal reduz obra, pesquisa e até bandejão

Acostumados a chegar ao restaurante universitário e encontrar iogurte no café da manhã, estudantes da UnB (Universidade de Brasília) agora convivem com a falta da bebida no cardápio, além de restrições de pães e suco.

A mudança na rotina é só um exemplo simbólico de medidas de universidades federais para reduzir as despesas devido à falta de recursos.

Os cortes no dia a dia dessas instituições pelo país também resultam em obras paradas, pesquisas comprometidas e compras proibidas, assim como vigilância e serviços de limpeza reduzidos.

Além da UnB, problemas do tipo se repetem em universidades como UFRJ (Rio), UFPR (Paraná), UFSCar (São Carlos-SP), UFPA (Pará), UFPB (Paraíba), UFJF (Juiz de Fora-MG) e UFMG (Minas). As informações são de MARCELO TOLEDO, Folha de São Paulo.

Leia maisSem dinheiro, universidade federal reduz obra, pesquisa e até bandejão

Brasil é o sétimo país do mundo em número de jornalistas assassinados

Familiares e amigos velam corpo do jornalista Candido Ríos, o décimo a ser morto no México em 2017

Em 2016, cinco jornalistas foram mortos no país por exercerem sua profissão, alçando o Brasil ao sétimo país do mundo em número de jornalistas assassinados.

O levantamento faz parte de um estudo da Unesco chamado “World Trends in Freedom of Expression and Media Development” (“Tendências mundiais em liberdade de expressão e desenvolvimento de mídia”, em tradução livre) a ser publicado nas próximas semanas.

Ele revela que, em média, um jornalista é assassinado a cada quatro dias em todo o mundo. Nos últimos 11 anos, foram 930 jornalistas mortos exercendo seu trabalho.

A impunidade nesse tipo de crime também é alta: a cada dez casos, apenas um é resolvido.

O índice alarmante motivou em 2013 as Nações Unidas a declararem o dia 2 de novembro como o “Dia Internacional pelo Fim da Impunidade dos Crimes contra Jornalistas”. As informações são de DIANA LOTT, Folha de São Paulo.

Leia maisBrasil é o sétimo país do mundo em número de jornalistas assassinados

Avião presidencial é preparado para eventual ida de Temer para São Paulo

Resultado de imagem para Avião presidencial é preparado para eventual ida de Temer para São Paulo

Após o presidente Michel Temer ser levado para o Hospital do Exército, em Brasília, o avião presidencial já foi preparado para levar o peemedebista para São Paulo, caso seja necessário. O médico Roberto Kalil, do hospital Sírio-Libânes, está em contato com a equipe de médicos de Brasília do presidente. Caso Temer precise fazer alguma operação, Kalil estuda se irá a Brasília ou se o presidente irá a São Paulo, onde fica baseado o médico. Kalil é diretor do Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, onde Temer se trata.

De acordo com o Palácio do Planalto, Temer sentiu um “desconforto” pela manhã e foi atendido por um médico do Planalto, que constatou uma obstrução urológica. O médico recomendou que o presidente fosse avaliado no hospital, onde realizou nesta quarta-feira exames.

Assessores do Palácio do Planalto informaram que ainda não há previsão de alta do presidente, que foi internado pouco depois das 13h. Por volta desse horário, depois de sentir dores para urinar, Temer pegou o elevador e desceu ao anexo do Palácio, onde fica a equipe médica. Examinado pelo médico de plantão, foi aconselhado a ir ao hospital para investigar a obstrução urológica. Temer seguiu então para o hospital, acompanhado apenas da equipe que faz a segurança do presidente. As informações são de LETÍCIA FERNANDES, O Globo.

Leia maisAvião presidencial é preparado para eventual ida de Temer para São Paulo

Arrecadação com novo Refis está estimada em R$ 7 bilhões para 2017 e zero para 2018

O novo Refis vai dar aos cofres públicos uma receita menor que esperada originalmente pela equipe econômica. Depois de ser amplamente modificada pelo Congresso, a medida provisória (MP) que cria o parcelamento foi sancionado na terça-feira pelo presidente Michel Temer com quatro vetos. Mesmo assim, resultará em perdas. Segundo os técnicos da equipe econômica, a arrecadação esperada com o Refis original em 2017 era de R$ 13 bilhões, mas devido às modificações do Congresso, o número ficará em torno de R$ 7 bilhões.

Embora a Receita Federal já tenha registrado o ingresso de R$ 10,9 bilhões em receitas com o Refis até setembro, o número deve cair até o final do ano por causa das alterações do Legislativo. Os contribuintes que aderiram ao regime nas condições originais poderão migrar para o novo formato, que dá mais abatimentos de multas e juros.

— Agora, há a possibilidade do valor que já foi pago ser compensado com outros débitos. Por exemplo, entrada era de 7,5% em 5 parcelas (de agosto a dezembro). Agora, ela passou a ser de 5% em 5 parcelas. Além disso, tem outra modalidade: 24% de entrada em 24 parcelas, portanto, 3% para 2017 — explicou um técnico da área econômica. As informações são de MARTHA BECK, O Globo.

Leia maisArrecadação com novo Refis está estimada em R$ 7 bilhões para 2017 e zero para 2018

Justiça Federal determina bloqueio de R$ 238 milhões dos irmãos Batista

O juiz João Batista Gonçalves, titular da 6ª Vara Criminal da Justiça Federal São Paulo, autorizou o bloqueio de R$ 238 dos irmãos Joesley e Wesley Batista, controladores da J&F Investimentos, acolhendo pedido do Ministério Público Federal (MPF), que denunciou ambos pelos crimes de uso indevido de informações privilegiadas e manipulação do mercado financeiro, investigados pela Operação Tendão de Aquiles. A justiça aceitou a denúncia no último dia 16. O pedido de bloqueio constava na denúncia feita pelo MPF, no último dia 10, mas estava sob sigilo de Justiça. O sigilo foi retirado nesta quarta.

O valor bloqueado refere-se às perdas financeiras evitadas pelos irmãos Batista com operações no mercado de ações e de câmbio sua delação premiada. Segundo a denúncia do MPF, uma operação casa de compra e venda de ações da JBS evitou um prejuízo de R$ 138 milhões. Já as compras de dólares efetuadas antes da divulgação da delação resultaram num lucro líquido de R$ 100 milhões, segundo apurou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão fiscalizador do mercado financeiro. As informações são de O Globo.

Leia maisJustiça Federal determina bloqueio de R$ 238 milhões dos irmãos Batista

Campanha pede doação de sangue para paciente do Assú em estado grave

Amigos e familiares do jovem assuense RAILSON MOURA CAVALCANTE, CPF: 090.994.244-77, intensificam uma campanha e pedem apoio para a doação de qualquer tipo de sangue. Ele sofreu um acidente de moto no dia 12 de outubro e está em estado GRAVE na capital o estado.

O doador no entanto deve informar o nome completo de RAILSON MOURA CAVALCANTE. O tipo sanguíneo não importa, pois a campanha é para todos que precisam. Qualquer doação feita nos hemocentros será de grande ajuda!

Falta insulina para pacientes diabéticos em Alexandria

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Recomendação do MPRN destaca que Município deve disciplinar a forma de dispensação dos medicamentos e regularize o fornecimento dos insumos necessários

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou à prefeitura de Alexandria que discipline a forma de dispensação de três tipos de insulinas para o tratamento de diabetes de uma paciente, com a inclusão de outros pacientes que também necessitem, além de providenciar o financiamento para compra das substâncias, conforme determina portaria do Ministério da Saúde.

A recomendação foi expedida pela Promotoria de Justiça da comarca e também versa sobre o fornecimento de tiras, seringas e outros insumos, uma vez que o Município tem a competência para organizar, executar e gerenciar os serviços e ações de Atenção Básica, de forma universal, dentro do seu território.

As insulinas Lispro (Humalog), Asparte (NovoRapid) e Glulisina (Apidra), que integram o rol das insulinas análogas, estão contempladas na nova recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do SUS (Conitec) e instituídas para tratamento da Diabetes Mellitus Tipo 1, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) através de portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia 22 de fevereiro de 2017.

O MPRN estipulou o prazo de 20 dias para a prefeita e o secretário municipal de Saúde de Alexandria se manifestem acerca da recomendação.

Governo inaugura 18ª unidade do Café Cidadão no município de Lajes

A unidade do Café Cidadão inaugurada pelo governador Robinson Faria nesta quarta-feira, 25, no município de Lajes, a 125 quilômetros de Natal, é a décima oitava deste modelo e vai oferecer 1.500 refeições matinais de segunda a sexta-feira, no valor simbólico de R$ 0,50 (cinquenta centavos).

Integrante do programa de segurança alimentar do Governo do Estado, ao lado do Restaurante Popular, o Café Cidadão atende trabalhadores e pessoas que têm dificuldade para consumir a primeira refeição do dia. Com a unidade de Lajes o programa chega a 11 municípios em todas as regiões do Rio Grande do Norte – as outras unidades ficam em Natal, Baraúna, Monte Alegre, Alexandria, Goianinha, Touros, Patu, Tangará, Alto do Rodrigues e Santana do Matos.

O cardápio é elaborado por nutricionistas e garante alimentação de qualidade e elevado valor nutritivo. Nesta quarta-feira, o cardápio em Lajes oferecia paçoca, macaxeira, maçã, pães, dois sabores de suco, café e leite. O governador Robinson Faria afirmou que “desde o início da nossa administração investimos para atender as necessidades das pessoas que mais precisam.

Leia maisGoverno inaugura 18ª unidade do Café Cidadão no município de Lajes

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: