Projeto da Semarh sobre dessalinização é citado em portal internacional

Resultado de imagem para secretario ivan junior

O Projeto Piloto de um sistema de dessalinização de água do mar, que está sendo esboçado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), foi citado num portal bilíngue de notícias que analisa desenvolvimento e oportunidades importantes na América Latina, o BN Americas.

O Serviço de notícias publicou, na última terça-feira (16), uma matéria que destaca a intenção do Governo do Estado em firmar parcerias com empresas que tenham experiências no ramo de dessalinização para distribuição de água a um custo viável. A ideia do Projeto é instalar um equipamento piloto para acompanhar o seu funcionamento, inicialmente em alguns municípios do vale do Açu.

O Secretário de Estado de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, explica que assim que o projeto for finalizado será lançado um edital de leilão para contratação do serviço. “A empresa licitada não vai distribuir a água diretamente, nossa ideia é que a Caern compre a água do produtor e proceda com o abastecimento” frisa Ivan.

Dentro do projeto, estão sendo realizados estudos de viabilidade técnica, econômica, social e ambiental para implantação do piloto.  A Prefeitura de Macau vem participando das discussões, uma vez que o município é situado numa região salineira, o que facilita a destinação do concentrado salino resultante do projeto.
Em conversa com a repórter do portal, o Secretário enfatizou o esforço e a insistência do Governador Robinson Faria em discutir a viabilidade da dessalinização de água do mar como mais uma alternativa de obtenção de água potável para consumo humano. “O Governador quer continuar debatendo as possibilidades dessa tecnologia atuar como solução para a escassez de água”. disse ele.
O consultor da Semarh e Coordenador do Projeto, Franklin de Azevedo Filho, também foi entrevistado e explicou alguns benefícios do processo de dessalinização, entre eles a remoção de metais como ferro e manganês.

Deixe um comentário