FHC diz que Lula tem que procurar direção do PSDB

Fernando Henrique Cardoso na sede de seu instituto, em SP

Há alguns dias, o ex-presidente tucano negou notícias de que haveria uma articulação para discutir com o petista um acordo de sobrevivência na Lava Jato

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) minimizou nessa quinta-feira (27) a possibilidade de um encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que havia dito em entrevista nessa quarta-feira (26) ao SBT que via “espaço” para se reunir com FHC para discutir a reforma política e a crise econômica.

O tucano sugeriu que o petista se dirija à direção do PSDB para o debate. “Falou isso? Não vi. Bom, isso tem que ter uma agenda específica. Eu sou presidente de honra de um partido, não sou membro ativo. Então ele tem que procurar a direção do meu partido”, respondeu FHC, segundo a Agência Estado.

Há alguns dias, o ex-presidente tucano negou notícias de que haveria uma articulação para discutir com Lula um acordo de sobrevivência na Lava Jato. Na entrevista dessa quarta-feira (26), Lula rejeitou a possibilidade de discutir reforma política com o presidente Michel Temer, mas disse que estaria aberto a discutir o assunto com Fernando Henrique Cardoso.

Candidaturas. Sobre o futuro das candidaturas de lideranças tradicionais do PSDB em 2018, como o presidente do partido, senador Aécio Neves (MG), ou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, atingidos por delações da operação Lava Jato, FHC avalia que os nomes não estão sepultados, mas a escolha de algum deles depende de como vão se reposicionar perante a sociedade, assumindo erros, se os cometeram. “Não, não estão sepultados. Em política não existe isso. Depende sempre de como se reposicionam e de ver se a população aceita”, disse Fernando Henrique Cardoso.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: