Cosems e gestores montarão grupo de trabalho visando construção de proposta para manutenção de hospitais atingidos por TAC

Momentos antes de iniciar a 211ª reunião ordinária do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte (Cosems-RN), a diretoria do Colegiado esteve reunida nesta quarta-feira (16), no Hotel Monza Palace, em Natal, com gestores de sete municípios afetados pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, o Ministério Público do Estado (MP), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Assinado em julho deste ano, o TAC tem o intuito de reavaliar e reordenar a rede estadual de saúde, provocando o fechamento de algumas unidades hospitalares, como o Hospital Regional Professor Dr. Getúlio de Oliveira Sales, (Canguaretama), Hospital Regional Dr. Aguinaldo Pereira (Caraúbas), Hospital Regional de João Câmara, (João Câmara), Hospital Regional Dr. Odilon Guedes (Acari), Hospital Regional de São Paulo do Potengi (São Paulo do Potengi), Hospital Regional de Angicos (Angicos) e o Hospital Regional de Apodi (Apodi); isso devido a vários problemas estruturais e de procedimentos encontrados nestes estabelecimentos após auditoria do TCE.

Durante o encontro com os gestores desses sete municípios, a presidente do Cosems-RN, Debora Costa, foi enfática ao mostrar o posicionamento contrário do Colegiado em relação ao fechamento desses hospitais regionais. “Somos absolutamente contrários ao fechamento destas unidades de saúde. É importante que os gestores se mobilizem politicamente e tragam seus prefeitos – através da Federação dos Municípios [FEMURN] – e deputados para esta discussão”, frisou.

Ainda no encontro, os gestores dos municípios atingidos pelo TAC também mostraram a importância de se manter os serviços já existentes nas localidades. Como resultado do debate, ficou decidido que os gestores e Cosems elaborarão documento propondo alternativas de transformação destes hospitais. “É importante que construamos uma proposta viável – tecnicamente e politicamente – para redefinir o perfil destas unidades de saúde para que possamos apresentar mais à frente em audiência com as autoridades competentes”, finalizou Debora.

José Adécio trabalha para liberar recursos em benefício do RN

O deputado José Adécio teve uma longa e produtiva reunião com o senador José Agripino e o deputado federal Felipe Maia, nesta quarta-feira(16), em Brasília.

Acompanhado da prefeita de Pedro Avelino, Neide Suely, José Adécio tratou sobre projetos e liberação de recursos para o Rio Grande do Norte, com ênfase nos municípios onde os prefeitos estão inseridos em seu projeto político para 2018.

Nesta quinta-feira, José Adécio terá audiências com os deputados federais Beto Rosado e Rogério Marinho.

Assessoria de Comunicação do deputado José Adécio

Prestígio de José Adécio contempla cidades com programa que beneficiará crianças e adolescentes

O prestígio do deputado José Adécio e o empenho da prefeita Neide Suely fizeram com que o município de Pedro Avelino fosse um dos 654 contemplados – entre 5.570 no Brasil – com o Programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte do Governo Federal.

Além de Pedro Avelino, outras 27 cidades potiguares foram beneficiadas, entre elas Boa Saúde, comandada pela prefeita Maria Edice, integrante do grupo político de José Adécio.

O Programa Segundo Tempo (PST) Padrão é desenvolvido pela Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social do Ministério do Esporte, que visa democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte educacional, promover o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, prioritariamente daqueles que se encontram em áreas de vulnerabilidade social e, preferencialmente, regularmente matriculados na rede pública de ensino.

Em 41 anos de vida pública, o deputado José Adécio vive seu melhor momento. Conta com 21 prefeitos e 25 ex-prefeito e ex-candidatos a prefeito em seu grupo político, que apoiam qualquer que seja seu projeto político para 2018.

José Adécio, além de ser um dos políticos mais atuantes do Rio Grande do Norte, tem livre trânsito na Câmara dos Deputados, no Senado e Ministérios. Sua participação foi fundamental para que Pedro Avelino e Boa Saúde fossem contempladas com o Programa Segundo Tempo, como também para que recursos oriundos de emendas parlamentares sejam liberados para a execução de obras nas regiões do Mato Grande, Central, Vale do Açu, Agreste, Alto e Médio Oeste e Potengi.

Assessoria de Comunicação do deputado José Adécio

Bancada cobra liberação de emenda indicada por Rafael Motta para segurança pública

O deputado federal Rafael Motta (PSB) participou na tarde desta quinta-feira (17), da reunião da bancada federal potiguar com o presidente da República, Michel Temer. Na ocasião, Rafael Motta cobrou a destinação de mais recursos para o combate à violência no Rio Grande do Norte, inclusive, a liberação de sua emenda de bancada que visa implantar uma Central de Monitoramento, com vistas a coibir e solucionar casos de insegurança, sobretudo, o roubo de veículos, que já fez cerca de 5 mil vítimas só em 2017 no RN. As cobranças foram encampadas por todos os presentes.

Essa central, segundo técnicos da segurança pública presentes, concentraria informações também sobre as placas dos veículos, facilitando a recuperação de veículos roubados de forma rápida e eficiente, além também de controlar de forma mais efetiva atividades suspeitas de transportes de armas de fogo e drogas. “Essa central concentraria informações para ajudar a Secretaria de Segurança Pública na tomada de decisões e também no deslocamento de efetivos policiais, desestimulando o cometimento de crimes”, afirmou Rafael Motta.

O parlamentar ainda solicitou ao presidente Michel Temer a liberação dos recursos provenientes do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), para investimento em novas vagas no sistema prisional do Estado.

“O Rio Grande do Norte tem vivido momentos difíceis, os índices de violência só aumentam e a bancada tem acompanhado de perto esse problema, sempre se colocando à disposição para ajudar sobre a liberação de recursos em Brasília. Continuaremos nessa luta em prol do povo potiguar”, afirmou Rafael Motta.

%d blogueiros gostam disto: